App StoreAppleNotícias

Advogados da Apple mandam fechar site que distribuia jogos crackeados da App Store

Depois de meses fingindo não saber de nada, parece que a Apple resolveu partir para o ataque. Seus advogados conseguiram fechar um dos mais conhecidos sites de distribuição ilegal de aplicativos crackeados, o TheMonkeysBall.com (mesmo nome do famoso jogo para o iPhone), que distribuía gratuitamente jogos e aplicativos vendidos na App Store.

Para funcionar sem o DRM da Apple (a proteção digital presente em todos os produtos da loja virtual), os arquivos tinham o código alterado, podendo assim funcionar em iPhones e iPods touch com jailbreak. O crack foi desenvolvido ainda em julho, dias depois da estréia mundial da loja e o primeiro aplicativo crackeado foi justamente o Super Monkey Ball, da Sega (por isso o nome do site).

A página chegou a ter mais de um milhão de visitas em quase quatro meses de funcionamento. 

Os dias de piratagem com o iPhone e seus aplicativos podem ter tempos difíceis pela frente. Primeiro foi a notícia que os novos MacBooks não permitem mais realizar o jailbreak em iPhones (e parece ser mais uma questão de software do que hardware), agora o ataque à sites de distribuição ilegal de aplicativos. É a Apple jogando o “jogo do gato e rato“, como bem definiu Steve Jobs.

O Blog do iPhone não incentiva a distribuição ilegal de aplicativos. A App Store é um dos meios mais inovadores de disponibilização de programas, com uma política de preços bem mais acessível do que era praticado até então no mundo da telefonia. É a primeira vez também que pequenos desenvolvedores podem mostrar facilmente seu trabalho ao mundo, sem precisar montar estruturas gigantescas. Quem sai perdendo no “roubo” de aplicativos são justamente estes pequenos programadores, muitos deles gente comum tentando ganhar a vida.

Desestimular este mercado é um tiro no pé de nós mesmos, consumidores.

[dica do iBlogeek]

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • Maurício™

    É, esse site era um dos melhores, mesmo.

    A maioria dos App’s que eu tenho são free, mas dos poucos crackeados, eram deste site.

    E o desbloqueio do iPhone 3G então, foi pro espaço há tempos.

  • Duty

    Aconselho comprar legalmente via APP Store, pois quando tiver atualização de firmware fica fácil, basta atualizar via iTunes. Quem tiver os aplicativos crackeados vai ter que instalar tudo novamente com a maior dor de cabeça.

  • TecoRJ

    Se tivesse como comprar na App Store americana nem esquentava cm essa parada d jailbreak e todo esse processo .. mas tudo aqui no brasil eh mais dificil entao em utilizo eh mto esses app crakeados! =D
    fazr o q neh!

  • VIM

    Eu pagaria, se fossem disponíveis na App Store Brasileira tudo o que é oferecido na App Americana. Do jeito que está a gente é obrigado a crackear.

  • Caio

    “Aconselho comprar legalmente via APP Store […]com a maior dor de cabeça.”

    Eu ficaria falido se pagasse todos os aplicativos que baixo, dor de cabeça seria a fatura do cartão

  • Ceceu Veron

    Apple é MTO burra,parece q ninguém entende isso: se fecham uma parada de pirataria,surgem 10 iguais no lugar. Funciona quer nem a Hidra da mitologia grega. Já tem até um esquema quer da ora baixar DIRETO pró iphone e ipod touch o app crackeado.BOUA Apple,conhece appolous,rapidsha,megaupload,ed2k e torrent?Piratebay talvez?Continua assim quer vcs VAO conseguir XD
    PS: iLex vc esqueceu de dizer quer os caras do monkeyball que disistiram de continuar trocando de servidor,pq se quisessem iriam continuar com o site ON,ou seja, a Apple NAO ganhou nada,os donos do site que pararam,poderiam ter continuado se quisessem e NUNCA que a Apple ia ganhar deles 😉

  • RodrigoDC

    sites de app’s crakeds e como um pacote de biscoito vc come um e logo em seguida vem 18, eheh, o próprio TheMonkey’s ball, na própria pagina que ainda ficou, eles dão alternativas para os que não tem ou tem pouca ou muita grana na carteira. Mais pela leis brasileiras não podem gastar seu rico dinheirinho na itunes store brasileira, pelo motivo de muitos apps não aparecerem nela.
    Uahahahahaha 🙂

  • Marcos Bergonso

    A grande maioriados meus apps foram comprados na App Store americana, em meu cartao de credito. Realmente, quando vou atualizar a versao do firmware, ou fazer um restore, é tudo uma maravilha. Depois gasto um tempao para fazer o jailbreak e reinstalar os crackeados. Acho que eles deviam rever o preço de alguns app, gastar mais de $10 em um app é complicado.

  • Carlos Schmitt

    Fiz o jailbreak e testei uma calhamada de aplicativos..

    agora quero voltar ele ao normal e comprar os que eu gostei.. fora os de jogos, ta funcionando legal a venda dos apps na loja brasileira?!
    alguem ae tem comprado apps?!

    Abs!

  • Vicente

    Eu mesmo já baixei mais de 2GB de aplicativos, somados mais de 400 apps. Igual ao Caio, eu iria morrer pagando eles, sendo que alguns custavam mais de US$60,00.
    Lógico que não ajuda quem tanto se dedica ao trabalho de desenvolver, mas hoje em dia qualquer coisa boa tem uma cópia pirata. Tendo em mente isso, cada um toma a atitude que lhe cabe.
    Coisas que eu não compro pirata são CD´s e DVD´s…
    Nunca que vou pagar algo em cotação de dólar por um programa ou jogo pra um celular…

  • heitor

    Mesmo se tivesse na AppStore brasileira, não pagaria, porra, por que todos os celulares vem com joguinhos e o iPhone não, eu mereço pelo menos uns 5 hahhahaha…

    E fazer jailbreak e modificar tudo nem é dor de cabeça, na verdade eu até ganho um bom dinheiro com isso, meus amigos ingorantes tem iPhones e eles pagam até cinquenta reais para deixar o gadget deles como o meu hehehhe…

    Pra mim esses sites eu nem uso, eu baixo um pack de 300 no piratebay 🙂

  • mitcha

    O pessoal da Apple até parece que não é inteligente.
    Grandes coisa fechar um site desses!!
    Existem os forums, torrents, news, rapidshare, orkut …tem tudo lá.
    Eu nao pago.
    BeejiveIM por 15 doletas? ahahahahaha
    Faça-me rir

  • Frederico

    Olha, complicado isso. E sempre vai ser assim. Se não fosse pelos “cracks” da vida, ninguém aqui no Brasil saberia o que é um iPhone. Estaria passando a saber de 2 meses pra cá.

    App Store: o Jobs podia liberar a compra pela App Store dos EUA com cartão de crédito internacional de qualquer parte do mundo. Eu mesmo faria questão de comprar vários aplicativos que hoje tenho crackeado.

    No formato atual, fui compelido a crackear, não tem jeito, para buscar outras alternaivas, tenho que fazer praticamente um parto. Não sou eu que tenho que correr atrás da App Store, é a App Store que tem que correr atrás de mim. Eu sou o consumidor, é a minha preferência que tem que ser disputada.

    Enquanto ele (Jobs) agir como se fosse o centro do mundo, CRACK NELE!

    O Jobs é inteligente, o iPhone é demais, olha, parabéns pra ele, mas tem que vestir as “sandálias da humildade” de vez em quando.

    O dia que a App Store BRA tiver acervo do calibre da dos EUA, dai sim a coisa muda de figura.

    Deixo claro: não estou fazendo apologia à pirataria. Quando está disponível para compra, prefiro pagar e dar o exemplo da legalidade.

  • Pior que o problema nem é do Jobs e sim dos direitos autorais. As gravadoras e os estúdios de cinema limitam tanto que a Apple não pode liberar para todo mundo. Cada país tem que ter um acordo específico e é só por isso que o Brasil não tem ainda a iTunes Store. Na Europa demorou muito para chegar também, justamente por causa dos acordos com as gravadoras.

  • PoolS

    Uma pena… se bem que eu prefiro o Appulo.us, muito mais organizado.

    Até mais,

  • Eu concordo que a App Store brasileira não ter as apps disponíveis nos outros lugares é o fim da picada (dizem que é decisão dos desenvolvedores, mas nunca explicaram porque a seção de games inteira foi excluída daqui).

    Mas usar isso como justificativa pra piratear? Francamente, galera, ninguém está falando de software absolutamente indispensável. O meu iPhone é jailbroken, mas isso é porque eu acho razoável rodar as apps que não estão na App Store (ex.: emuladores, ssh, clientes de IM que ficam em background) com a permissão dos seus desenvolvedores.

    A maior parte das minhas apps da App Store são free, mas as poucas não-free que eu tenho eu paguei. Motivo: não é como nos CDs de música, em que a maior parte do $ fica pra gravadora e o músico mal vê (e ele até se beneficia das cópias piratas, que o popularizam e fazem encher seus shows). Nesse caso é quase sempre um pequeno desenvolvedor que está deixando de ganhar dinheiro.

    Quer piratear, pirateie. Mas não venha dizer que faz isso por culpa de qualquer um que não seja você mesmo.

  • Fred Duarte

    Nao da pra entender…o sujeito para uma grana no aparelho e fica mendigando aplicativos muitas vezes custando 99cents. Vai entender….