Segurança

Função SOS de Emergência do iPhone salva uma mulher de um estupro nos EUA

A função SOS de Emergência foi lançada primeiro no Apple Watch em 2016, mas no ano seguinte chegou também ao iPhone, com o iOS 11.

E apesar de pouca gente conhecer direito para que ela serve, a funcionalidade salvou uma mulher nos Estados unidos que estava sendo ameaçada de estupro. Isso porque, além do seu sangue frio, ela sabia como o recurso funcionava.



Como aconteceu

Na noite do dia 19 de dezembro de 2019, a norte-americana Virgínia Kelli Worst saiu de um encontro com amigas e chamou um carro de aplicativo.

Quando estava entrando no carro, foi abordada por um rapaz, que se dizia militar e que estava precisando de ajuda para encontrar seu iPhone perdido.

O fato de se dizer militar fez ela confiar nele e com isso foram procurar o tal aparelho.

Eles atravessaram a rua, procurando o iPhone nos arbustos e na grama. Ele lhe deu um número, que ela ligou várias vezes, mas ninguém atendeu. Aí tentou colocar o número no aplicativo Buscar Meu iPhone, mas aparecia como inválido.

Ela achou que estava digitando o número errado e passou o celular para o rapaz, que demonstrou que não tinha nenhuma intimidade com o sistema do iPhone. E foi aí que ela percebeu que estava entrando em uma roubada.

Ela pegou o telefone de volta e tentou fugir, mas ele a segurou e a derrubou no chão.

Ao tentar gritar e ter sua boca coberta, ela procurou ativar a função SOS de Emergência.

“Eu ainda estava com meu iPhone na mão direita, então ativei o recurso SOS segurando o botão lateral e o botão liga/desliga e passando o dedo. A partir daquele momento, o 911 foi capaz de ouvir tudo o que estava acontecendo. Ele me disse que tinha uma faca e iria estuprá-la.”

O serviço de localização do iPhone ajudaram a polícia a encontrar rapidamente o local, evitando que o fato fosse consumado.

O agressor fugiu quando a polícia chegou ao local, mas foi rapidamente localizado e detido.



SOS de Emergência

A função SOS de Emergência pode ser ativada pressionando ao mesmo tempo o botão liga/desliga e um botão de volume, durante alguns segundos. Ou então apertando 5 vezes rápidas o botão liga/desliga.

Ao deslizar a função, o aparelho liga automaticamente para o número de emergência (no Brasil, o 190). Nos Estados Unidos, há também o envio da localização, mas isso ainda não acontece em outros países.


Longo processo penal

Apesar dele ter sido preso, demorou anos para ele ser julgado e condenado. Após meses afirmando que a mulher era quem tinha culpa, em dezembro de 2021 ele finalmente confessou-se culpado.

Infelizmente não é só no Brasil que vítimas de estupro passam por constrangimentos ao tentar provar que foram agredidas.

“Eu entendo por que as vítimas têm medo ou não querem passar pelo processo legal. Foi difícil. Mas, felizmente, eu estava em terapia, e ainda estou, e tive muito apoio. Mas foi difícil vê-lo tantas vezes no tribunal.”


Conhecimento que salva vidas

Pode-se dizer que o que salvou a vida de Virgínia (e sua integridade física) foi seu sangue frio em um momento de grande tensão e o seu conhecimento de como funcionava o seu aparelho.

Se ela não soubesse como funcionava o recurso, seria inútil ter um aparelho cheio de recursos.

Por isso a grande mensagem que fica é o de conhecer profundamente tudo o que o iPhone pode lhe oferecer, para que se torne realmente algo que influencie positivamente a sua vida.

Aqui no BDI nós temos uma seção especialmente para tratar de dicas de segurança no seu iPhone. Veja aqui e conheça o máximo que puder. E compartilhe com seus familiares, para que todos também conheçam esses recursos.





Fonte
WAVY

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo