Rumores

iPhone 14 Plus teve vendas piores que o iPhone 13 mini no primeiro final de semana

Este ano a Apple desistiu de lançar uma versão mini de iPhone. Isso porque, segundo analistas, as vendas do dispositivo com tela menor estavam muito baixas, não fazendo tanto sucesso quanto os outros modelos.

Então, qual seria a lógica? Parar de vender o tamanho pequeno, porque o público na verdade quer telas grandes, correto?

Foi assim que a Apple fez, e substituiu o mini pela versão Plus, que tem tela tão grande quanto o modelo 14 Pro Max, mas com os recursos do iPhone 14.

Porém, se as estimativas do sempre bem informado Ming-Chi Kuo estiverem certas, o Plus acabou vendendo menos que o modelo mini no primeiro final de semana de pré-venda.

Anúncios



Este seria um grande golpe na estratégia de produto da maçã.

Em um artigo no Medium, Kuo detalha como foi a demanda do primeiro final de semana de pré-venda dos novos aparelhos.

O grande destaque fica para o iPhone 14 Pro Max, claramente o preferido da maioria, superando inclusive os números do iPhone 13 Pro Max no ano passado.

Já as vendas de iPhone 14 e 14 Plus (mais baratos) não estão nada bem. Ambos estão tendo um resultado pior que o iPhone 13 mini e até mesmo que o iPhone SE 2022.

De fato, são os únicos que ainda terão estoque no dia de lançamento, 16 de setembro. Os modelos Pro já estão com prazo de 6 semanas para entregar.

Isso pode significar que a Apple corte a produção desses modelos mais simples nos próximos meses.



Isso não é um bom sinal

Parece óbvio que as versões simples do iPhone 14 não empolgaram muito os consumidores. E não é difícil entender por que.

O iPhone 14 e 14 Plus não ganharam nem atualização de processador, mantendo o mesmo A15 do ano anterior. Claro que a melhoria na GPU (que ganhou um núcleo a mais) faz diferença, mas pegou muito mal para muita gente esta decisão de não evoluir os modelos mais simples.

Neste ponto, é de se questionar se a estratégia da maçã foi a mais acertada. Mas para o consumidor, o “problema” é outro.

Em tempos de recessão mundial (até mesmo nos EUA), era de se esperar que as vendas caíssem. Porém, isso só aconteceu nos modelos 14 e 14 Plus. Os modelos Pro tiveram um aumento de vendas em relação ao ano passado.

Ou seja, mesmo a Apple disponibilizando modelos mais caros, eles são os que mais vendem.

Sabe o que isso pode dizer para a Apple? Que no futuro ela poderia até parar de vender os modelos mais baratos, pois os consumidores irão comprar os mais caros do mesmo jeito.

Para nós, consumidores que gostam dos produtos da Apple, esta sinalização pode fazer com que tenhamos menos opções de preços no futuro.

E do jeito que Tim Cook é eficiente em fazer a Apple ser lucrativa, este parece o caminho mais provável que ele irá tomar.


Google News

Via
MacRumors

Ale Salvatori

Applemaníaco desde 1995, quando precisou aprender a usar um Mac em uma semana para conseguir um emprego em uma agência de publicidade. Acha que a Apple não é mais a mesma depois da saída do Gil Amelio.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo