Opinião

Será mesmo que a Apple vai lançar um iPhone com tela maior?

A discussão é antiga, mas com a aproximação do grande evento da Apple em que ela deverá apresentar os novos modelos de iPhone, chegou o momento de conversarmos mais seriamente sobre o assunto. A questão divide opiniões, com os mais tradicionais se recusando a acreditar que a Apple fará isso, contra os mais modernos proclamando que o iPhone precisa seguir a tendência do mercado.

Vamos analisar os argumentos de cada lado, para tentar chegar a uma conclusão comum.

A qualidade é mais importante que o tamanho

Durante muito tempo a Apple argumentou que telas maiores são difíceis de serem manipuladas com apenas uma mão, algo que para um telefone é essencial. Poder alcançar com o nosso dedão todos os cantos da tela era quase um mantra que explicava ela ser tão resistente ao aumento da tela.

De fato, muitos modelos grandes que existem hoje no mercado (geralmente com telas maiores que 5 polegadas) praticamente obrigam o usuário a usar as duas mãos para operar a maior parte das funções do aparelho. Além disso, segurar um trambolhão no ouvido é algo bem bizarro, principalmente se considerarmos que 7 anos atrás a tendência era a de celulares cada vez menores.

Complexo do tamanho
Outro argumento usado é que se a Apple adotasse uma tela maior, isto significa que ela estaria “imitando” a concorrência, que sempre preferiu investir mais em tamanho do que criar coisas novas. A Apple passaria de empresa que cria padrões de mercado para uma que acaba fazendo o que os outros fazem.

O mercado é quem manda

Steve Jobs dizia que não se deveria perguntar para os usuários o que eles queriam, porque na maioria das vezes eles não sabem o que querem. O ideal era sempre criar coisas novas que o consumidor nem sabia que existia, mas que ficasse desesperado para comprar assim que conhecesse. Infelizmente a Apple não disponibiliza mais deste gênio que era capaz de imaginar produtos que mudavam a nossa vida.

A nova Apple de Tim Cook pergunta sim o que o consumidor quer e provavelmente deve ter feito algumas pesquisas de mercado que apontaram que, atualmente, a demanda por smartphones de telas maiores é realmente grande.

Quem defende uma tela maior diz que é muito melhor para navegar na internet, ver vídeos e curtir jogos. Muitos dizem que para digitar em uma tela com um pouco mais de espaço, tudo fica mais fácil, sem que se toque sem querer na tecla errada.

A Apple parece que está preocupada com tamanho há algum tempo, tanto que fez um truque na introdução do iPhone 5: em vez de realmente aumentar a tela, ela simplesmente a esticou, passando de 3.5 polegadas para 4. Isto, claro, foi um truque não muito correto, pois nunca satisfez aqueles que queriam uma tela maior de verdade, e não somente nas especificações técnicas. Por causa disso, piadas ganharam a internet mundo afora.

Mas o truque não ajudou muito a enfrentar os modelos da concorrência. Hoje em dia, há realmente pessoas que deixam de comprar o iPhone porque acham a tela pequena se comparada a outras marcas. Mesmo com recursos melhores como o Touch ID, chip de 64 bits e um sistema operacional redondinho e seguro, alguns clientes preferem celulares que possuem telas maiores, mesmo se com hardware inferior. E no Brasil a coisa é ainda mais acentuada, pois quando o consumidor vê um outro celular com tela maior e o preço bem menor, não pensa duas vezes.

O que nossos leitores acham?

Em abril deste ano, quando os rumores de uma tela maior começaram a circular, fizemos aqui uma pesquisa com nossos leitores para saber a opinião deles sobre uma possível mudança da Apple. Tivemos quase 12 mil respostas, o que faz o resultado ser significativo.

  • 48% dos participantes disseram que gostariam sim que a Apple lançasse um iPhone de tela maior este ano, contra 32% que afirmaram que odiariam se isso acontecesse. 20% não tinham na época opinião formada;
  • dos que gostariam de uma tela maior, 38% considera que a maior vantagem é ela melhorar a navegação na internet pelo iPhone;
  • dos que não querem uma tela maior, 43% disse que a maior desvantagem seria o tamanho do aparelho, que incomodaria no bolso. 38% reclamou da dificuldade de operar o aparelho apenas com uma mão;
  • porém, ao ser perguntado em abril se o leitor compraria um iPhone maior caso a Apple realmente lançasse um, a maioria (39%) preferiu esperar para conhecer o produto antes de dar uma opinião. Um pouco menos, 37%, disse que sim, comprará com certeza, enquanto 24% disse que não compraria de jeito nenhum um aparelho de tela maior.

Os rumores

Rumor é algo delicado. Principalmente quando se fala de Apple, pois basta alguém comentar algo que todos os sites já saem imediatamente repetindo a informação, sem filtro algum, e a coisa cresce a tal ponto que acaba tomando ares de notícia confirmada. Nós falamos bastante disso em nossa edição de julho da Revista iThing (se ainda não leu, vale conferir).

Em 2011, por exemplo, todos tinham certeza que o iPhone 4s (na época chamado de “iPhone 5”) teria a traseira parecida com o iPod touch e o botão frontal seria mais largo (leia mais sobre isso aqui). Mas no meio de tanta informação desencontrada, é possível encontrar pistas de como será realmente o próximo iPhone ou iPad. Isto aconteceu no ano passado, por exemplo, quando já se sabia com alguns meses de antecedência como seria o iPhone 5c de plástico e o 5s dourado.

Este ano, grande parte dos rumores aponta para a mesma direção: um novo modelo de 4.7 polegadas e outro de 5.5. Sabemos que para a Apple é muito difícil segurar segredos em uma cadeia de produção gigante, o que aumenta a probabilidade de vazamentos.

Um de nossos parceiros voltou da China na semana passada e pôde nos relatar que lá já é certeza que o formato dos próximos iPhones será maior. Tanto que as capinhas para 4.7 e 5.5 já estão sendo feitas aos milhares, para abastecer o mercado antes mesmo do anúncio da Apple.

Testamos os tamanhos do “iPhone 6”

Baseado nos rumores e acreditando que o aumento de tamanho deve mesmo se concretizar, nós testamos na vida real os dois prováveis modelos.

Para isso, usamos duas maquetes chinesas. Elas são facilmente encontradas na China e servem principalmente para testes de capinhas protetoras. Não possuem nenhum componente eletrônico e são construídas com base nos rumores, tanto que as cores podem ser diferentes do produto final.

iPhone 6 falso

A cor será esta? Estas linhas em preto serão assim mesmo? O logo da Maçã será desta cor? Não sabemos de nada disso e na verdade nosso foco neste artigo é outro: tamanho da tela.

Brincamos durante alguns dias com os dois modelos, para entender qual a sensação de usar um iPhone maior. E pelo menos para mim, o resultado foi surpreendente. 🙂

iPhone de 4.7 polegadas

O modelo de 4.7 polegadas é muito confortável de segurar e agradável de visualizar a tela. Por ser mais fino e teoricamente mais leve que o atual iPhone 5s, a sensação de manuseá-lo é realmente melhor. Justamente por ser “menos grosso”, ele também não atrapalha no bolso, coisa que preocupava muitos leitores.

Apesar do tamanho do aparelho em si não ser muito maior que o iPhone 5s, a tela faz uma diferença enorme. Ao usar por alguns dias o modelo de 4.7, passa-se a achar “minúscula” a tela do iPhone 5s.

4.7 vs 4 polegadas

Este modelo, se realmente se mostrar real, deverá fazer um enorme sucesso tanto com antigos usuários de iPhone quanto com os novos.

iPhone de 5.5 polegadas

Já este tamanho pode incomodar a muitos. Em um primeiro momento ele é agressivo para quem é usuário dos atuais iPhones de 4 polegadas.

Na mão, ele é enorme. Em nossos testes, percebemos certa dificuldade em simular a manipulação do aparelho com apenas uma das mãos. Sem falar que ele parece mais com um phablet do que com um celular.

iPhone 5s vs 5.5
Exagero!

O atual iPhone 5s fica parecendo um “iPhone mini” perto do modelo de 5.5.

Chega a ser um absurdo manipulá-lo e, com certeza, seria um tamanho que muitos usuários atuais de iPhone fariam cara feia. Seu design fino também facilita na hora de colocá-lo no bolso, mas seu grande tamanho insiste sempre em nos lembrar que ele está ali.

Claramente a estratégia parece ser a conquista de novos usuários. Se a Apple realmente adotar este tamanho de tela (afinal, tudo ainda é rumor e não se sabe realmente se isso acontecerá ou não) será provavelmente para agradar os usuários de outras marcas que dão muito valor ao tamanho maior. Atuais proprietários de iPhone deverão preferir o modelo de 4.7 polegadas.

Fizemos um vídeo simples, mostrando um pouco dos dois modelos:

Mas tudo ainda é apenas especulação. Só saberemos com certeza como será o futuro iPhone no dia 9 de setembro, quando a Apple irá apresentá-lo oficialmente. E você acompanha a cobertura completa aqui no Blog do iPhone. Não perca! 🙂

Conteúdo original © Blog do iPhone

Leia mais sobre:

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar