Notícias

Se você trabalha na Apple, não deixe sua filha brincar com seu iPhone secreto

Digamos que você seja um engenheiro importante na Apple, tanto que até trabalhou na equipe que desenvolveu o iPhone X. Você ganha o direito de usar o dispositivo antes de todo mundo e enche ele de informações pessoais e sigilosas, inclusive com informações secretas da empresa.

Aí sua filha adolescente pede pra brincar com o aparelho, fazer um vídeo e postar no YouTube, antes mesmo do iPhone ser lançado mundialmente. Você deixaria?

Esta é mais uma das histórias loucas da Apple em 2017. O caso é real e o engenheiro foi despedido na semana passada. Um cara bom, competente, mas que fez a besteira de deixar a filha mexer no aparelho que todo mundo quer.

A menina, Brooke Amelia Peterson, postou há uma semana um vídeo com ela e seu pai no restaurante do velho campus da Apple, o Caffé Macs, com detalhes do novo dispositivo. Veja você mesmo, enquanto o vídeo ainda está no ar:

A filmagem foi feita foi no dia 15 de setembro, 3 dias após a apresentação ao mundo do iPhone X. Ele mostra o aparelho sendo usado com o Apple Pay, além de um pequeno hands on feito pela menina. Depois de registrado, ela o colocou despretensiosamente em seu discreto canal do YouTube.

Não demorou muitas horas para o vídeo viralizar e ser um dos destaques do dia na própria página do serviço.

Claro que a Apple não gostou nada disso, e o hands on não autorizado nem foi a pior parte. Em uma cena do vídeo, ela abre o aplicativo Notas em que aparece alguns códigos de produtos que ainda não foram anunciados (no vídeo original a definição melhor permite a leitura, este aí de cima foi repostado depois que a Apple mandou tirar). O engenheiro nunca poderia ter deixado isso ir a público.

Para piorar, ambos infringiram deliberadamente uma regra interna que proíbe filmagens dentro das dependências do campus da Apple, o que obrigou a empresa a aplicar uma dura punição ao profissional, para que não fique a mensagem que se pode filmar sem problemas produtos ainda não lançados dentro das dependências internas.

A menina chegou a fazer outro vídeo explicando toda a confusão e dizendo que nem ela e nem seu pai desaprovam o que a Apple fez. Eles entendem que foram longe demais e erraram, mesmo que de forma inocente.

Leia mais sobre:

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar