Notícias

Operadoras de Singapura querem oferecer opção de iPhone 4S sem câmera fotográfica

Já aconteceu no passado casos de países que precisaram limitar funções no iPhone para que ele respeitasse certas leis locais, como aparelhos sem Wi-Fi na China ou com o FaceTime bloqueado na Arábia Saudita. Agora, devido a uma lei de Singapura, o iPhone precisaria ser vendido no país sem câmeras fotográficas.

A lei é só para militares, que são proibidos de portar celulares com função de foto e vídeo quando em serviço. Mas, pelo visto, eles formam um bom filão consumidor, pois as operadoras lá já começaram a preparar aparelhos sem a câmera frontal e traseira. O problema é que isso não é uma alteração feita pela Apple, o que significa que a garantia oficial fica inválida, sem falar que há um custo para a manipulação, o que faz o aparelho modificado ficar mais caro que o original.

A página com o produto foi retirada do ar, talvez fruto de um pedido da própria Apple. Afinal, as operadoras parceiras não podem alterar o aparelho assim, sem o consentimento da Maçã. Mas será que elas não irão arranjar outras maneiras de cativar este público consumidor aparentemente amante de iPhone?

via CNet

Leia mais sobre:

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar