Notícias

iTunes para Windows deixará de existir em breve

Se você usa Windows e ainda costuma usar o computador para atualizar o sistema ou sincronizar os arquivos com o iPhone, provavelmente precisa do velho (neste caso, velho mesmo) iTunes para isso.

Porém, em breve, ele deixará de existir e será substituído por algumas ferramentas separadas, como já aconteceu no macOS anos atrás.

É que esta semana apareceram na Windows Store as versões prévias de três novas ferramentas da Apple, que substituem o iTunes.

Anúncios

O velho iTunes

O iTunes é um aplicativo histórico e que foi muito importante para a Apple.

Lançado no dia 9 de janeiro de 2001 (uma incrível coincidência com o o aniversário de apresentação do primeiro iPhone, que aconteceria 6 anos depois), ele tinha como objetivo servir como um hub de mídias para a sincronização do iPod com o computador.

Ele foi o primeiro aplicativo para Windows lançado pela Apple, que na época brincou dizendo que “o inferno tinha congelado“. Ele foi fundamental para popularizar a loja de músicas online da maçã, em que era possível comprar uma simples música por $0,99, sem ser obrigado a levar o álbum inteiro.

Ele facilitou demais a organização de biblioteca de músicas no computador, o que permitia transferir para o iPod (e depois para o iPhone) tudo o que se quisesse ouvir fora de casa.

Anúncios

O problema é que, com o passar dos anos, ele foi se tornando um trambolho tecnológico, grande e lento (como um elefante branco), cujas funcionalidades já poderiam ser feitas de outras formas. Desde então, o iPhone passou a sincronizar tudo com a nuvem e os streaming de música fizeram com que não fosse mais necessário guardar os arquivos MP3 no computador.

O macOS Catalina decretou o fim do iTunes para Mac, porém no Windows ele continuou existindo, pois não havia outras maneiras de sincronizar mídias com o iOS.

Agora isso irá mudar.


Apple Music e Apple TV+ para Windows

Nesta semana, ficou disponível na loja de apps da Microsoft três novos programas que substituem o iTunes no Windows 11. São eles:

Aquele que irá servir como ferramenta de sincronização do iPhone/iPad com o Windows será o Apple Devices. É ele que, efetivamente, substituirá o iTunes definitivamente.

Apple Devices irá substituir o iTunes no Windows

No Mac ele é incorporado ao sistema, fazendo aparecer o iPhone no Finder assim que ele é plugado no cabo. No Windows o funcionamento será semelhante com a instalação do programa Apple Devices.


Primeiramente os programas da Apple aparecem na loja com a terminação “Preview”. Será um teste para ver como os apps se comportam no sistema da Microsoft, e depois que todas as arestas forem eliminadas, aí sim lançar a versão definitiva das ferramentas.

E quando isso acontecer, o iTunes deverá ser definitivamente descontinuado, finalmente.

Até lá, podemos dizer que ele por enquanto “subiu no telhado“…


Google News

Via
Engadget

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo