Notícias

Além do Brasil, a empresa Swatch contesta a marca ‘iWatch’ também em outros países

No mês passado, o Blog do iPhone noticiou em primeira mão que a empresa suíça Swatch entrou com oposição ao registro da marca “iWatch” no Brasil, feito pela Apple. Agora, descobriu-se que a mesma empresa entrou com o mesmo recurso nos Estados Unidos.

O que a empresa suíça alega é que ela já vende um relógio chamado iSwatch desde 2012 e, por isso, um relógio da Apple com nome parecido poderia causar confusão nos clientes. O iSwatch é um relógio de pulso sem botões, que possui uma tela sensível ao toque para manipulá-lo.

Avaliamos o risco de confusão como certo, pois as marcas são confusamente similares. Iremos contra o registro em todos os países em que temos a marca registrada.

No Brasil, como já mostramos, isso é um fato. Mas há um problema técnico aí, pelo menos em nosso país: a Swatch fez o pedido de registro da marca iSwatch bem depois da Apple ter feito o dela, praticamente um ano depois. Isso pode ser um problema que enfraqueça os argumentos para o pedido da empresa suíça no Brasil.

Registro iSwatch

Já em 2008 a Swatch entrou com o mesmo pedido de oposição para o registro da mesma marca por outra pessoa, o que mostra que sua ideia de usar o nome não é recente.

É um assunto delicado. É claro e óbvio que a Apple não tem a propriedade da letra i em nenhuma língua. Mas é de se questionar qual a verdadeira razão das empresas insistirem em criar nomes com um “i” na frente. Por que não dSwatch? Ou tSwatch (de touch)? Ou qualquer outra letra em um relógio que [mark]não se conecta na internet e não possui nenhuma função relacionada com a letra I[/mark]. A explicação mais lógica é que todos querem sim se aproveitar do sucesso dos produtos da Apple para tentar pegar carona e darem algum destaque aos seus lançamentos, visto que desde o lançamento do primeiro iMac (em 1998) o “i” minúsculo em frente de um nome é automaticamente relacionado à Maçã.

No início, Steve Jobs queria outro nome para o iMac: MacMan. Será que se ele tivesse insistido neste nome e a empresa não adotasse a letra “i”, a Swatch teria lançado um produto de nome iSwatch? Ou até mesmo a Gradiente um “iPhone”? Nunca saberemos. Mas eu apostaria um iPhone 4S que não.

Leia mais sobre:

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar