Notícias

A Apple segue montando seu time para transformar a Siri na assistente virtual que ela prometeu

Siri

Quando Scott Forstall mostrou a Siri pela primeira vez em 2011, o mundo ficou boquiaberto com aquele sistema inteligente de reconhecimento de voz que entendia perguntas e contava piadas, algo que para “a época” parecia uma tecnologia alienígena. Acompanhada de diversos avisos de que a Siri estava em um estágio de desenvolvimento e que ainda evoluiria muito, a apresentação da Siri marcou o início de uma pequena revolução no mercado de smartphones, fazendo com que Google e Microsoft tivessem que correr para lançar suas próprias versões da Siri.

Os anos se passaram, o Google introduziu o Google Now, a Microsoft apresentou a Cortana (bastante atrasada, somente há alguns meses), e enquanto isso nós vimos vendo a Siri evoluir em um ritmo bem menos acelerado do que gostaríamos. Parece que a nossa lista de desejos para a Siri cresce na mesma velocidade da lista de recursos dos assistentes virtuais de outros sistemas operacionais. Mas existem fortes indícios de que esta situação está prestes a mudar.

Talvez o que está atrasando a tão necessária evolução da Siri seja a forma como a Apple vem desenvolvendo a plataforma, resultado de uma parceria com uma empresa chamada Nuance. A Nuance é a melhor empresa de reconhecimento de voz do mundo, e há anos é líder neste mercado, oferecendo ótimas soluções para reconhecimento de voz até mesmo em Português. Mas esta parceria não parece ter sido suficiente para permitir que a Siri evoluísse da forma que parecia que ia evoluir lá na apresentação de 2011.

E é justamente por isso que a Apple parece estar montando um time próprio para desenvolver um sistema de reconhecimento de voz independente, adquirindo empresas deste mercado como a Novarius e a Cue, e contratando profissionais como o executivo William Stasior, ex-Amazon e Alex Acero, que trabalhou durante 20 anos na Microsoft justamente na divisão de reconhecimento de voz.

Recentemente, a Apple abriu vagas para engenheiros que possam ajudar no desenvolvimento da Siri para que ela passe a finalmente falar português, algo que comentamos aqui, e agora uma matéria da Wired diz que a Apple está contratando engenheiros da própria Nuance, a fim de completar o seu time e ter controle total sobre o desenvolvimento e a evolução da plataforma, algo que já deveria ter acontecido há muito tempo.

Outro detalhe bem interessante para toda esta novela é que existe uma história que diz que ninguém menos do que a Samsung parece estar conversando com a Nuance a fim de adquirí-la, o que fez com que muita gente temesse pelo destino da assistente virtual do iOS. Em meio a tantas notícias e boatos, uma coisa é fato: a Apple vem montando há anos uma equipe formada por profissionais de peso, a fim de finalmente transformar a Siri na assistente virtual que ela prometeu há quase 3 anos. Só nos resta torcer que seja antes da Samsung comprar Nuance.

Via Wired e 9to5mac

 

Leia mais sobre:

Marcus Mendes

Publicitário formado pela ESPM-SP. Além do seu trabalho como motion designer, contribui com o Blog desde 2012 e é também um dos editores da Revista iThing. Não sabe dizer o que faz no tempo livre por não saber o que isso significa.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar