Apple

Conheça o Apple U1, o chip que permite saber exatamente onde outros dispositivos estão ao seu redor

Quando a Apple apresentou o iPhone 11, em 2019, ela também revelou uma novidade até então exclusiva no aparelho: o chip Apple U1.

Como na época o 11 era o único que tinha e esse chip e não havia funções revolucionárias relacionadas, muitos usuários não demonstraram grande interesse pela novidade. O U1 era apenas uma grande promessa para o futuro.

Então muitos hoje se perguntam: o que é o chip Apple U1? Para que serve? O que ele pode contribuir no meu cotidiano com os produtos da maçã?

Neste artigo, faremos um apanhado de todas as informações, para tentar responder todas estas perguntas.



O que é o chip Apple U1?

Podemos começar com a definição que a própria empresa dá:

O chip U1 criado pela Apple usa tecnologia de banda ultralarga para detecção espacial, permitindo que o iPhone localize com precisão outros dispositivos Apple que também possuam o chip U1.

Tudo pode ser resumido em “detecção espacial”. Este chip ajuda o iPhone a determinar, com precisão, onde outro dispositivo com o mesmo chip se encontra no espaço.

A banda ultralarga usa sinais de rádio de alta frequência e baixo alcance, usando um sistema de tempo de percurso para localizar outros dispositivos U1 com precisão. Isso permite uma comunicação com reconhecimento de localização de curto alcance realmente precisa, muito mais precisa do que as informações de GPS ou Bluetooth.

É, na prática, um verdadeiro radar dentro do seu iPhone.

O U1 se junta a outros chips “dedicados” desenvolvidos pela Apple, como o W1 do Watch e o chip H1 encontrado nos AirPods. Cada chip tem tarefas especializadas que ele executa, ajudando os dispositivos da maçã a se integrarem e trabalharem de forma mais eficiente.


O que significa U1?

O “U” em U1 vem de [banda] ultralarga (ultra-wideband em inglês). Geralmente é chamada de UWB e a Apple não é a única empresa a usar este tipo de protocolo de comunicação sem fio de curto alcance.

Esta tecnologia não é nova e está sendo testada por muitas empresas de tecnologia. Mas a Apple, com o chip U1, foi uma das primeiras a colocá-lo em um dispositivo comum — o iPhone 11.

A vantagem que a UWB oferece em relação às tecnologias existentes é que ela é muito melhor em uma faixa com maior precisão, de modo que dois dispositivos UWB sabem onde o outro está com muito mais precisão do que o Bluetooth ou o GPS.



Qual é a utilidade do Apple U1?

Ter o chip U1 nos dispositivos permite uma variedade de aplicações.

A funcionalidade de transferência AirDrop pode ser mais precisa porque um iPhone sabe qual outro iPhone está mais próximo e em qual direção, aparecendo no topo da lista.

Pode melhorar ainda mais a funcionalidade CarKey, usando o UWB no carro e o chip U1 no relógio ou iPhone para saber exatamente onde o dispositivo está.

Homem aproximando um celular da porta do carro

No HomePod mini, a transferência de músicas é mais fácil porque ele sabe exatamente onde está o iPhone e o que você está fazendo.

Os AirTags também usam o chip U1, portanto, encontrá-los é mais preciso do que o Bluetooth, usando um sistema chamado “Busca Precisa”.

A Apple também confirmou que dispositivos de terceiros serão capazes de funcionar com o chip U1, portanto, outros dispositivos equipados com UWB terão suporte no aplicativo Buscar da Apple. Isso significa que, no futuro, o iPhone poderá indicar a localização de uma ampla gama de dispositivos, como sua bicicleta, fones de ouvido ou tags de localização.



Quais dispositivos Apple possuem o chip U1?

Até a publicação deste artigo, os seguintes dispositivos da Apple traziam em seu interior o chip U1:

  • iPhone 11 (e variantes Pro)
  • iPhone 12 (e variantes mini e Pro)
  • Apple Watch Series 6
  • HomePod mini
  • AirTag
Apple U1
Dispositivos que não possuem o U1 não podem encontrar ou serem encontrados pela funcionalidade Busca Precisa.

O que esperar para o futuro

Com o incentivo da Apple, a tecnologia UWB promete crescer bastante nos próximos anos.

O Google já está incluindo APIs desta natureza no próximo Android 12 e a Samsung já usa a banda ultralarga nos seus últimos tops de linha (Galaxy Note 20 Ultra , Galaxy S21 Ultra e Galaxy S21+).

Então, é bem possível que vejamos nos próximos meses mais e mais acessórios que tirem proveito deste chip, trazendo mais possibilidades para o usuário.

A Volkswagen, por exemplo, estuda incluir a tecnologia UWB em cadeiras de criança para desativar os airbags dependendo de onde a cadeira está instalada, além de outras aplicações.

A própria Tile, que sempre foi referência em tags para localizar objetos, está pensando em adotar o sistema UWB em seus produtos, para aumentar a compatibilidade e não ficar para trás.

Então, temos tudo para acreditar que veremos boas aplicações para o Apple U1 nos próximos anos. É uma tecnologia que casa perfeitamente com dispositivos sem fio (como nossos celulares) e acessórios vestíveis (wearables). Então, imagine o que nos espera por aí.

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo