Rumores

No futuro, os Memoji do iOS poderão ser criados automaticamente a partir de fotos de rostos

Quando a Apple apresentou a câmera frontal tridimensional do iPhone X (chamada de TrueDepth), precisou transformar a alta tecnologia em algo que fizesse sentido para o usuário. Afinal, no fundo é isso que algo inovador deve ter: utilidade prática para quem usa.

Além de servir como um dos sistemas biométricos mais precisos e confiáveis do mercado (o Face ID, ainda não igualado por nenhum outro concorrente), nasceu também o Animoji, que são emojis que se movimentam de acordo com a expressão facial do usuário. No ano seguinte (iOS 12), a Apple ampliou o conceito trazendo os Memoji, personagens com as características físicas do usuário.

E uma das patentes da Apple prevê a possibilidade de, um dia, estes Memoji serem criados automaticamente, usando fotos do rosto do usuário.






O iOS 13 democratizou os Memoji, levando-os também para os dispositivos sem a câmera TrueDepth (como é o caso dos iPhones 8 e SE). Mesmo sem os movimentos faciais, qualquer um pode criar a representação de si mesmo manualmente, escolhendo entre diversas características.

Este trabalho poderá, no futuro, ser bem mais simples. Bastará o usuário tirar uma selfie do rosto e o sistema montará através de inteligência artificial um personagem com as mesmas características físicas.

O processo identificaria na foto as características físicas do rosto da pessoa, selecionando as representações digitais de cada parte para formar o avatar.

Assim como toda patente, o simples fato dela existir não é certeza que isso irá realmente virar uma função pública algum dia. As equipes de pesquisa e desenvolvimento da Apple estão constantemente experimentando coisas diferentes, e alguma delas eles patenteiam. Se irão virar realidade algum dia, só o tempo dirá.

Via
AppleInsider
Fonte
USPTO
Tags

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

Back to top button
Close