Curiosidades

A Apple sabe fazer melhor um hambúrguer que o Google

A Apple foi a que popularizou no mundo inteiro os Emoji, símbolos japoneses que representam coisas do cotidiano. Hoje, todas as plataformas os usam e eles são uniformizados pelo padrão Unicode, que por sua vez só determina o objeto, com cada empresa desenhando a melhor representação que puder.

Mas um usuário do Twitter notou que no caso do Emoji de hambúrguer, o da Apple está melhor representado que o encontrado no Android.

(Este é um texto para apaixonados por design gráfico e para quem dá importância aos detalhes. Se não for seu caso, economize a leitura). ;)

Tudo começou com o tweet do escritor Thomas Baekdal, que publicou, de brincadeira, uma imagem do Emoji de hamburguer, um do iPhone e outro do Android. Ele comenta o fato do queijo do hambúrguer do Google estar embaixo da carne, não em cima como geralmente acontece.

A princípio pode parecer um detalhe bobo: qual a importância da ordem dos elementos, se o gosto do hambúrguer vai ser o mesmo? O problema são os detalhes, que é uma coisa que a Apple visivelmente dá muito mais importância que o pessoal do Google. O queijo fica derretido geralmente porque é esquentado junto com a carne na chapa. Colocar ele derretido diretamente no pão é algo bem incomum de se ver em um hambúrguer tradicional.

Colocou-se a questão entre Apple e Google, mas o fato é que vários outras empresas criam seus próprios caracteres Emoji e, adivinha, todas elas colocam o queijo sobre a carne, como a Apple.

O queijo derretido só pode aparecer sobre a carne, porque teoricamente ele derrete por causa do calor dela. Repare no Emoji feito pela Samsung em que eles colocaram o alface no meio, mas neste caso o queijo não aparece derretido, o que é coerente com a realidade.

É muito incomum um hambúrguer ser feito como o Google descreveu e portanto se conclui que eles não se importaram muito em pesquisar ou averiguar como é um na realidade, apenas juntaram elementos gráficos e colocaram ali.

O próprio CEO do Google, Sundar Pichai, admitiu no Twitter que eles estão errados e prometeu parar tudo o que estão fazendo para estudar o caso.

Volto a insistir. Você que está lendo este texto precisa entender que a questão toda aqui não é o hambúrguer em si. Afinal, você olha o símbolo feito pelo Google e entende que é um sanduíche e pronto, a mensagem foi passada. O que realmente está em discussão aqui são os detalhes, que é uma coisa que sempre marcou os produtos da Apple, mas que o Google parece não dar a mínima.

Na biografia de Steve Jobs, ele conta a história que seu pai construía móveis e fazia questão de que o acabamento fosse perfeito tanto na frente quanto atrás onde ninguém vê. Leia o trecho do livro:

“Jobs tinha aprendido com o pai que uma marca característica da alta qualidade do artífice é garantir que mesmo os aspectos que ficarão ocultos tenham beleza. Uma das aplicações mais radicais — e expressivas — dessa filosofia surgiu quando ele examinou a placa de circuito impresso onde ficariam os chips e outros componentes, bem no fundo do Macintosh. Nenhum consumidor jamais iria vê-la. Mas Jobs começou a criticá-la por razões estéticas. “Aquela parte é bem bonita”, disse. “Mas olhem os chips de memória. Feios. As linhas estão juntas demais.” Um dos novos engenheiros interrompeu e perguntou que importância isso tinha. “A única coisa importante é se funciona bem. Ninguém vai olhar a placa do pc.” Jobs reagiu à sua maneira típica. “Eu quero que seja o mais bonito possível, mesmo que esteja dentro da caixa. Quando você é um marceneiro fazendo um belo gaveteiro, não vai usar uma placa de compensado na parte de trás, mesmo que ela fique encostada na parede e nunca ninguém vá ver. Você sabe que está lá, então vai usar uma bela madeira no fundo. Para você dormir bem à noite, a estética, a qualidade, tem de ser levada até o fim.” Trecho de Steve Jobs – A Biografia

A Apple herdou de Jobs o cuidado com os detalhes, algo que sempre marcou a empresa.

Voltando ao hambúrguer. Entenda que não é uma questão de convenção de como um hambúrguer deve ser feito, mas a coerência da imagem. É o detalhe que poucos veem.

O Google parece não estar nem aí para os detalhes. Outra amostra disso é o Emoji de cerveja. Veja isso:

O copo não está nem cheio e mesmo assim tem espuma flutuando no ar. É de se perguntar como algum designer sério chegou a sequer desenhar algo assim.

Isso revela muito sobre uma empresa. Talvez seja reflexo de um mundo que não está mais interessado nos detalhes, em que o importante é fazer as coisas de qualquer jeito e pronto, de forma rápida.

Fico feliz da Apple ainda não ter chegado nesse ponto. E espero que ela continue assim por um bom tempo.

Tags

Ale Salvatori

Applemaníaco desde 1995, quando precisou aprender a usar um Mac em uma semana para conseguir um emprego em uma agência de publicidade. Acha que a Apple não é mais a mesma depois da saída do Gil Amelio.

Artigos Relacionados

Back to top button
Close