Notícias

Apple luta contra uma lei que facilite o conserto informal de iPhones

Quem já teve algum problema com um iPhone ou iPad já deve saber como é difícil consertar alguma coisa sem ter que pagar o alto preço da Apple. Se você decide não procurar uma assistência autorizada, até encontra preços mais baratos em assistências alternativas, mas terá que se contentar em ter em seu dispositivo peças não-originais de qualidade duvidosa, pois a Apple não fornece peças para terceiros.

Este estilo de negócio fechado da Apple está fazendo alguns estados norte-americanos pensarem em apertar a legislação com a finalidade de facilitar que celulares possam ser bem consertados de forma informal, sem precisar procurar somente a estrutura oficial.

A ideia é permitir que os próprios usuários tenham a possibilidade de trocar as próprias peças (como acontece hoje com os PCs) ou que as assistências não autorizadas tenham acesso a peças originais para poderem reparar iPhones e iPads da melhor forma possível. A lei obrigaria a Apple a disponibilizar a venda pública das peças originais.

O estado do Nebraska já está formando grupos de discussão para elaborarem uma lei do tipo. Outras regiões do país também pensam em adotar algo parecido, como Nova York, Michigan, Minnesota, Kansas e Massachutets.

Mas a Apple está disposta a lutar contra este tipo de lei, segundo o site Motherboard. Ela irá enviar representantes a estes grupos de discussão, para argumentar o quanto pode ser perigoso que pessoas tentem abrir o próprio dispositivo sem um maior conhecimento técnico. Um exemplo são as baterias de lítio, que se mal manuseadas, podem perfurar e pegar fogo instantâneo.

É claro que para a Apple não é nada bom perder o controle sobre seus dispositivos. Ao mesmo tempo, o consumidor teria que ter o direito de mandar arrumar seu dispositivo onde quiser, sem que fosse obrigado a aceitar peças não-originais em seus dispositivos. Hoje, para trocar um simples botão que não funciona em um iPhone fora da garantia, a Apple apenas oferece a possibilidade de troca do aparelho inteiro através de uma taxa não menor que R$1.000. O mesmo botão poderia custar menos de R$100 em uma assistência alternativa.

via Motherboard

Tags

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Related Articles