Notícias

App Store deixará de cobrar em dólar em 9 países

Como todos sabemos, a App Store brasileira não apresenta seus preços em Reais e sim em dólar. Isso não é exclusividade nossa, pois há muitos outros lugares em que a moeda americana é usada como moeda.

Mas a partir das próximas semanas, nove países começarão a cobrar em sua moeda local. E o Brasil ainda não é um deles.

A Apple comunicou para todos os desenvolvedores quais os países que adotarão a própria moeda nas lojas virtuais da Apple (App Store, iBooks Store e iTunes Store). São eles:

  • Egito
  • Cazaquistão
  • Malásia
  • Nigéria
  • Paquistão
  • Filipinas
  • Catar
  • Tanzânia
  • Vietnam

No Brasil, nenhum sinal de que a moeda irá mudar em um futuro próximo. O que é uma pena, pois é bem possível que preços em Reais assustasse menos parte dos usuários, que não entende o motivo de aplicativos no nosso país serem cobrados em uma moeda estrangeira.

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • Bernardo Flores

    Prefiro que continue com o dólar mesmo. Se mudar para real é capaz de um app custar mais de 5 reais

    • Também acho..

      Tem o lado negativo que é o pré-requisito de um cartão internacional (se ñ me engano), não ter gift cards e outras regalias..

      Mas em compensação temos apps do mesmo preço que States..

  • Só espero que se um dia vier pra cá, que venha de forma decente e não como o Steam que só da problema pra comprar no cartão.

    • Dá problema? Qual?
      Comprei vários jogos lá e tudo numa boa.

      • Anderson Campos

        SamueX, seu cartão é internacional e vc consegue comprar na Steam?
        A questão é que se vc tiver cartão internacional e fizer uma compra em reais numa loja online internacional, a compra não é autorizada pela operadora de cartão. É uma esquentação de cabeça isso. O jeito é fazer um cadastro no boacompra ou paypal para pagar em reais. Agora, se vc consegue, me passa a dica porque me parece que existe uma Resolução do BC que proíbe esse tipo de compra.

        • Eu também compro numa boa, em todas as modalidades, mas prefiro cartão internacional que a entrega é instantânea. Aquele pagamento seguro do Pagamento do UOL demora demais.

          • Anderson Campos

            Mas vc consegue comprar com cartão internacional direto na Steam? Nunca teve nenhum problema?

            • Pois é, os meus também não são aceitos Anderson. Todas as vezes tenho que colocar crédito no Boa Compra pra depois comprar o jogo.

            • O meu cartão é internacional emitido no brasil e também compro numa boa na steam

            • Nunca tive problemas e geralmente prefiro pagar em cartão internacional.

      • O que o Anderson Campos descreve aí abaixo. Meus cartões são todos internacionais e eles não aprovam o pagamento no Steam diretamente, nem sequer usando PayPal. Todas as vezes tenho que colocar crédito na minha conta antes de comprar usando o Boa Compra, que é efetivamente detestável.

    • Eu sempre compro na Steam sem problema algum. O que houve contigo?

      • Cristiano de Souza

        Se não me engano isso depende do banco emissor do cartão. Itaú e bra desc.o não aceitam esse tipo de compra, e Santander e Banco do Brasil aceitam.

  • paulotutu

    Desde que não incluam o “custo brasil” no preço…

    • Mas ai iriam tirar a cereja em cima do bolo..

      Esses moda-focas ?

  • Acho que não faturam aqui porque se não teriam que fazer dupla conversão, de dólar pra real (na venda) e de real para dólar (no recebimento). Com isso ia incidir essa cobrança violenta de IMPOSTOS.

    Para evitar os impostos teriam que ter uma forma de receber por uma empresa incorporada aqui, etc etc.

    Enfim, burocracia.

  • Acho que en dólar sai mais em
    Conta para nós brasileiros viu,acho que se a Apple vier a adotar o real as coisas na loja vão subir bastante

    • Henrique A.

      Também acho. Prefiro pagar em dólar e pagar menos, do que correr o risco de um app que pago hoje 0.99¢ passar a me custar R$5.

  • Orlando Vargas

    Até onde eu sei, é PROIBIDO realizar cobranças em território nacional em moeda estrangeira. Existe a suspeita de que a Apple esteja desrespeitando tanto o Código de Defesa do Consumidor (CDC) quanto a lei que regulamenta o comércio online. Parece que ela foi notificada há alguns anos atrás, mas não sei no que deu.

    • paulotutu

      É ao contrário. Ficou proibido a compra fora do pais utilizando a cobrança convertida em reais. O fornecedor deve demonstrar e cobrar o valor na moeda estrangeira, se não o fizer, a transação é negada pela operadora do cartão. Assim quem assume o risco da flutuação cambial é o CONSUMIDOR e não a INSTITUIÇÃO FINANCEIRA. Por isso que na App Store BR vemos os preços em dólares.

  • Jefferson Soares

    Se não bastasse não colocar o Brasil entre os primeiros países a receber o iPhone, agora até nisso a Apple não respeita o Brasil!?

    Estamos fracos demais. Precisamos mostrar para esses ianques quem manda aqui!

    • Alex Alves de Lima

      OS YANKEES MANDAM ONDE QUISEREM. Se apertamos com nossa burochacia, eles fecham a loja 🙂

      • Jefferson Soares

        Burocracia não, boicote sim.

        • Alex Alves de Lima

          Realmente eu nem vejo motivos para nao termos lançamento logo no inicio. Temos lojas fisicas e a online aqui 🙁
          Mas creio que a loja estar dolarizada seja pelo fato do Banco Central proibir compras no exterior pagam em real.
          Há uns 6 anos, lembro de pagar em real no exterior, com o cambio do dia. Hoje só pagamos em dólares e ficamos fazendo figa pro dólar nao subir

  • Márcio de Jesus

    Infelizmente a Apple não tem lá muita prioridade em nosso país, já que os brasileiros se contentam com qualquer coisa que vem de fora. No sistema do Google (Android) é tão mais fácil, eu sou usuário dos dois sistemas, e não utilizo cartão de crédito para comprar, meus aplicativos são comprados com os Gift Cards do próprio Google comprados nas lojas Americanas e Hipermercados Extra e vários outros pontos, e que cobra em Reais, não tem essa de preço caro na nossa moeda.

  • Bacon, o Urso!

    Os países da África tem e o maior país da LATAN não, ta tenso mesmo em brazuca, senta e chora porque esse descaso não é único!

  • Leonardo Negrisoli

    Eu comparo o preço de algumas coisas na App Store e no Google Play no meu celular do trabalho e sempre, mesmo em USD + variação + IOF a App Store ta mais barata.
    Sendo assim, prefiro que deixe em USD mesmo

  • Eduardo Vieira

    Bom… para mim nao muda muito, a conta do AppStore è americana muitos app nao tem
    Na loja do brasil… ai ferra tambem…

    • Duxiaoan

      Minha conta também é americana, ainda não vi motivos para mudar.

  • Paulo Ricardo

    Eu não confio na Apple fazendo cobrança em real. A maioria das lojas concorrentes usam de alguma mágica na hora de fazer o preço final, não sei se é alguma isenção de imposto ou se eles reduzem o lucro, mas eles cobram mais barato em real, vide a Google Play Filmes que tem filmes por 3,90 REAIS enquanto o mesmo filme custa 3,99 DÓLARES na iTunes Store. Vocês acham que a Apple vai fazer esse “sacrifício” para baixar os preços pra gente?

    • Shaka de Virgem

      Um dia desses fiz comparação de preços com um amigo para saber os preços que ele pagava fazendo microtransações dentro de um jogo da gameloft, no android os preços eram bem mais baixos, agora não sei pq isso.

  • KB

    Já penso diferente… se converter em R$, aí que vai assustar… como disseram lá mais abaixo nos comentários, capaz de app de $.99 vir por R$5… Prefiro como está…

  • Eugenio Hoch Jr

    Não entendi a lógica matemática de alguns amigos aqui: se algum app ou jogo custa US$0,99 se formos converter para reais utilizando a taxa que está entre R$3,40 aproximadamente ele sairia por R$3,366. Aí contando mais impostos, taxas e tudo o mais que o governo gosta de colocar para chupar o nosso sangue, facilmente o aplicativo, jogo ou o que for chegaria a mais de R$5,00. Eu prefiro ver o preço em reais, já com todas as taxas inclusas nele.