Curiosidades

Primeira demonstração pública do futuro assistente virtual VIV

Conforme já tinha sido anunciado na semana passada, hoje aconteceu a primeira apresentação pública do novo assistente virtual criado pelos mesmos inventores da nossa conhecida Siri. O VIV promete ser uma versão mais elaborada, capaz de processar pedidos bem mais complexos. O objetivo de seus criadores é de revolucionar o modo como realizamos compras pela internet.

A apresentação foi feita no TechCrunch Disrupt NY, um evento realizado pelo site americano para apresentar diversas novas tecnologias. Há um vídeo em que mostra a VIV em ação e os detalhes técnicos dela. Se você estiver curioso e entender bem o inglês, poderá vê-la funcionar em um iPhone.

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.
  • Alex iPilot

    Não consegui ainda assistir o vídeo… “VIV” é acrônimo de alguma coisa???

    • Gustavo Rezende

      Vi no site da empresa que é o 6 (VI) e o 5 (V) em algarismos romanos, mas não entendi se tem outro significado.
      http://viv.ai

  • Mateus Cardoso

    Muito bacana, muito legal.

  • Johnata Vinicius

    A Apple vai precisar dar seus pulo agora. Estranho ver alguem fazendo algo mais inovador que a Apple.

    • A Apple está perdendo o posto de empresa inovadora. E está perdendo rápido.

    • Não é tão estranho assim, afinal de contas foram esses caras que criaram a própria Siri, comprada posteriormente pela Apple.

  • Rogerio Armellini

    Tudo muito “mágico”, mas também muito obscuro… Como ele transferiu os $20 pro amigo dele? Transação bancária? Paypal? Isso foi feito automaticamente sem nenhuma senha ou confirmação de identidade? E o lance das flores, como foi pago??? Tem muita coisa ainda sem resposta, e acho que o mais “fácil” de tudo isso é a parte da tecnologia por trás… o mais difícil é a segurança e as parcerias que terão que ser feitas, haja visto o Apple Pay, Car Play, etc… Vamos aguardar….

    • Eles ainda estão demonstrando um conceito, então acho bastante perdoável. Nessa fase a segurança pouco importa, é 1 cara com o aplicativo instalado mostrando as capacidades do sistema de reconhecimento de linguagem natural. Quando o protótipo finalmente virar um produto final (o que não deve demorar, visto o estágio avançado que o projeto se encontra) essas pontas soltas certamente serão resolvidas e explicadas.

    • Gustavo Rezende

      @rogerioarmellini:disqus , também acho que essa é a parte mais simples de toda a tecnologia envolvida num assistente desse nível.
      A integração com vários serviços de pagamentos existentes só depende de acordos entre as empresas (PayPal, operadoras de cartão de crédito, Apple Pay, etc,).
      Entendo achar estranho não pedir por exemplo uma senha, mas é que acho que não deve ter sido uma transação bancária, mas sim via cartão de crédito pré-cadastrado e sua autorização pode ter sido confirmada tanto pelo Touch ID, quanto por reconhecimento de voz dentro do VIV.

    • Rodrigo Abdalah Freitas

      A transferência dos $20.00 foi feita pelo venmo. As flores foram compradas no ProFlowers e pagas com “Viv Card” final 6565, que acredito ser um cartão de crédito “virtual”, apenas válido para fins de demonstração. Está tudo no vídeo! 😉
      Com relação à ausência de necessidade de senha ou confirmação de identidade, também achei estranho. Deveria pedir pelo menos o Touch ID. São detalhes que serão lapidados. Aguardemos.

    • Fernando Stocco

      Ele usou o Venmo pra transferir o dinheiro, um aplicativo que é uma rede social para pagamentos aqui nos EUA. Voce tem seu cartão e sua conta bancária cadastrados no seu perfil e ele envia e recebe pagamentos bem rápido e com bastante segurança.

  • Gustavo Rezende

    Muito bom ter mais um concorrente nessa área, assim a Apple tem que se coçar para não ficar mais atrás do que já está, pois a Siri hoje principalmente para o Brasil não passa de um brinquedo. Torço para que a Siri, Cortana e o Google Now briguem cada vez mais com a VIV, só assim teremos uma evolução de verdade nesses assistentes.
    Aguardando a entrada da VIV Labs na bolsa de valores. Rs

  • Pablo Rangel

    Se a Siri PT-BR fizesse metade do que a US faz eu já ficaria mais contente 😐

  • Clístenis Canuto

    Algum dia teremos um “JARVIS” ou “Sexta-Feira” para nós. Rss

  • Carlos Frederico

    Não sou conhecedor dessa tecnologia, mas entendendo de sistemas, eu vejo aí três processos…
    Toda essa “mágica” é basicamente constituída pelos seguintes processos:

    – Reconhecimento vocal: é onde se entende o que foi falado para transformar em escrita e/ou códigos interpretados pelo algoritmo;

    – Processamento dessa escrita/sintaxe/códigos: é onde se processa a linguagem natural. Transformar os dados interpretados exatamente de acordo com o que queremos e não ao pé da letra, ou seja, forma literal;

    – Processamento final e ações tomadas diante do que foi interpretado, como devolver os dados sonoramente ou executar ações.

    Note que quando se fala em rede neural, isso é nada mais um algoritmo que PODE ser usado nos três processos citados acima.

    Você pode ter um reconhecimento vocal muito bom (eu acho a da Siri muito bom: eu gaguejo e tive paralisia cerebral que afeta um pouco a sonoridade da minha voz e mesmo assim a Siri entende 90% do que eu falo) e um processamento dos dados aquém, que é o caso da Apple.

    Acredito, então, que o problema hoje é o processo intermediário e a falta de cruzamento completo dos dados do processo final…

    Será que a Apple compra a VIV? kkkk….