Aplicativos

Starbucks lança aplicativo no Brasil integrado ao Wallet do iOS e ao Apple Watch

A experiência de usar o Starbucks (rede de cafeterias) nos Estados Unidos é algo bem legal, principalmente para quem tem iPhone. Lá, você pode ter um cartão de fidelidade e pagar seus cafés apenas mostrando a tela do seu aparelho, com um cartão do Wallet (antigo Passbook). No Brasil a rede está crescendo (principalmente na região sudeste), mas ainda não existia a mesma integração com o celular da maçã. Pelo menos, até agora.

Esta semana, o Starbucks Brasil lançou na App Store um aplicativo regionalizado, que atende os clientes brasileiros.

O app é voltado para quem tem um cartão de fidelidade do Starbucks no Brasil (os cartões americanos não valem aqui) e costuma carregá-los para fazer compras com eles. Você entra com sua conta no aplicativo e pode gerenciar todos os seus créditos e pontos fidelidade.

StarbucksBR_06

A grande facilidade dele é permitir a criação de um cartão Passbook no Wallet do iOS, para realizar pagamentos com o iPhone ou com o iPod touch. Ele sincroniza automaticamente seus créditos quando você carrega no caixa ou com o cartão de crédito, exatamente como já acontece nos Estados Unidos.

StarbucksBR_02

StarbucksBR_04

E como tem versão para o Apple Watch, é possível pagar também pelo relógio, mostrando o código na tela. Você pode também ver seus créditos e a localização da Starbucks mais próxima de você.

StarbucksBR_05StarbucksBR_07

Pena que não importaram também as promoções Peek of the Week, que oferece nos Estados Unidos um aplicativo grátis por semana. Mas uma coisa que o aplicativo brasileiro tem que ainda não foi adotado na versão norte-americana é o desbloqueio com o Touch ID, para quem decide proteger o app com senha.

StarbucksBR_03

O app é gratuito e pode ser baixado neste link.

Imagem original: iMore

Tags
Mostrar mais

Ale Salvatori

Applemaníaco desde 1995, quando precisou aprender a usar um Mac em uma semana para conseguir um emprego em uma agência de publicidade. Acha que a Apple não é mais a mesma depois da saída do Gil Amelio.

Artigos Relacionados