Notícias

iTunes Match aumenta seu limite de músicas para 100.000

Desde 2011 a Apple oferece um serviço chamado iTunes Match, que permite que você coloque na nuvem todas as músicas que você tem no computador, para que elas possam ser ouvidas em todos os seus dispositivos, como iPhone, iPod touch e iPad, sem se preocupar em sincronizar nada. Mas existia um limite para isso, podendo ser colocado no máximo 25.000 músicas.

Esta semana este limite teve um aumento considerável, passando para 100.000 músicas.

Essa era uma promessa velha, feita por Eddy Cue ainda em junho. Ele prometeu que o limite aumentaria no lançamento do iOS 9, mas o novo sistema foi lançado e nada de mudança nesse sentido.

Mas qual a diferença entre o iTunes Match e o Apple Music?
Com o Apple Music você tem acesso a uma enorme quantidade de música, e pode ouvir e até baixar em todos os seus aparelhos, como no Match. A diferença é que, se você um dia parar de assinar o Music, todas as faixas que você baixou desaparecerão dos aparelhos e não poderão mais serem ouvidas. Com o iTunes Match as músicas já são suas, ele apenas facilita a escuta em vários dispositivos, sincronizando sua biblioteca do iTunes (no computador) com a nuvem. Se um dia você interromper o serviço (que custa US$24,99 por ano), as músicas continuam com você.

Para assinar o iTunes Match, basta seguir este link.

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • Luis Fernando

    muito bom

  • Gui Carbone

    Eu nem sabia da existência desse serviço. Mas achei bem bacana

  • Jefferson Soares

    Uma dúvida, tem limite para o tamanho de cada arquivo?

    • João Vianini

      Não. Na maioria dos casos ele faz o “Match”, que é comparar suas músicas com as da iTunes Store e te disponibilizar a versão da loja. (Assim não ocupa espaço nos servidores deles, pois eles passam a te disponibilizar uma música que eles já têm, mas isso conta no seu espaço). Se você comprar músicas na iTunes Store, elas não ocupam espaço.

      • Jefferson Soares

        Puts, então já não serve para mim. Tenho um monte de músicas em formato sem perdas, que eles iriam passar a disponibilizar o AAC 256 deles.

        Mesmo assim, obrigado pelas informações.

        • Gaius Baltar

          Jefferson, eu também tenho varias musicas em ALAC (a versão Apple do FLAC) e continuam nesse formato mesmo que tenham match. Só quando vão para streaming é que vão em AAC.

          • Jefferson Soares

            Pois é, não gostei disso.

            • Gaius Baltar

              Caraca, só agora vi que você usa AIFF! ? Realmente não dá pra comparar!

            • Jefferson Soares

              Eu usava o ALAC, mas depois descobri que ele é descompactado em tempo real pelo player, e isso pode gerar uma diferença mínima entre arquivos compactados (ALAC e FLAC), e arquivos descompactados (AIFF e WAV). Como o WAV não aceita os metadados, preferi o AIFF, pois fica muito mais bonito que o WAV.

      • KB

        Se não me engano, as que eles fazem match com os servidores deles não contam do espaço, apenas do limite de músicas, que agora passa para 100000.

    • Thiago Silvério

      Bom, tenho o serviço desde o lançamento, e vale cada centavo.

      Não, não tem limite no tamanho.

      Funciona assim:depois que o serviço avalia toda a sua biblioteca musical e faz o “match”, aparecem as seguintes situações:

      – Se o seu arquivo tiver qualidade entre 96 e 256 kbps e estiver disponível na loja, o da loja é o “seu” backup (ganha o status de “disponível” no iCloud), o que significa que para estas faixas você tem por consequência um upgrade na qualidade do arquivo para o AAC 256 (no meu caso aconteceu com 13700 faixas até hoje).

      – Se o arquivo tiver qualidade superior ao AAC 256 kbps/iTunes Plus (que é o que tem na loja), o seu sobe pra nuvem, entrando nessa conta das 100 mil da mesma forma que as músicas que não existem na loja (ou podem até existir, mas com diferenças demais na descrição dos arquivos).

      – E existe requisito mínimo de qualidade para o arquivo, 96 kbps; se for igual ou menor, ele não disponibiliza na iTunes Store ou sobe pra armazenar (aparece como não disponível). Não entra no iTunes Match.

      Enfim, tudo o que tem na sua máquina é tratado como seu.

      A outra vantagem é você ter a biblioteca disponível em qualquer outro dispositivo autorizado por você. No iPhone a coisa é meio estranha e nunca me agradou (na verdade é horrível,rs) : se eu opto por usar o iTunes Match como fonte dos arquivos, ele será a única fonte, e isso implica em apagar todas as músicas transferidas diretamente do computador. Eu não posso, por exemplo, ter 10 discos transferidos do computador e pegar um só que seja da nuvem que eles não “mesclam”.
      Então assino o serviço por conta do primeiro motivo.

      • Jefferson Soares

        É, pelo visto vou deixar minhas músicas armazenadas no meu computador e nos dispositivos mesmo.
        Por enquanto tenho poucas músicas, mas no dia que não couberem mais no iPhone eu procuro outra forma de andar com elas.

      • Leonardo Balieiro

        Thiago, uma dúvida:

        Pego um Mac novo e faço login no Match, ele baixa as músicas para o HD? Ou ficam na nuvem?
        Quando sincronizar algum dispositivo, enviando a música para ele (iPod) essa música é baixada para o HD do Mac ou fica na nuvem?

        • Gaius Baltar

          Posso tentar responder, Leonardo: a Apple não recomenda que o Match seja usado como backup, mas isso pode ser feito. Você pode autorizar até 10 dispositivos para o Match (iPhone, iPad, iPod, PC e Mac). No caso do seu novo Mac você pode escolher entre baixar tudo ou manter na nuvem. Quanto à sincronização ela é automática, você adiciona a música no PC ou Mac e ela automaticamente vai para o Match. Você pode optar por baixa-la ou ouvir por streaming no iPod.

    • KB

      Ainda bem que não… Eu curto Rock Progressivo, e grande parte das faixas são mais de 8-10 minutos… Já dá para imaginar o tamanho dos arquivos, que são bem maiores que o usual comercial 2-3 minutos… mas para minha felicidade a iTunes Store tem quase tudo, então não abate do meu limite.

      • Jefferson Soares

        Meu problema nem é a duração das músicas, mas o formato.
        Tenho músicas em AIFF de quase 100 MB cada uma.

        • Thiago Silvério

          Pelo que falou não compensa mesmo.

          Eu tenho a maior parte dos arquivos em mp3 mesmo, e muitos deles em qualidade intermediária apenas. O ganho de qualidade na biblioteca valeu a pena por isso, fora o backup.

        • Vinicius Alves

          Que dispositivo você usa para reproduzir essas musicas? Porque uma vez fiz o teste e pelo menos nos earpods e em um home theater logitech que tenho em casa não percebi diferença nenhuma. Tanto é que no spotify deixo a qualidade High, que pelo jeito é o limite dos benditos fones da apple.

          • Jefferson Soares

            Tenho um Sennheiser IE 8i para usar na rua e em casa ouço no MacBook ligado no Home Theater Sony Muteki, via cabo HDMI.

            Confesso que eu não percebia diferenças entre músicas da iTunes Store e músicas sem perdas, até que que liguei o MacBook no Home Theater e tudo ficou mais fácil de se notar. Depois disso, parei de comprar os grandes sucessos na loja da Apple e passei a comprar em lojas que disponibilizam discos sem perdas (Lossless). Descompactei estes arquivos e passei tudo para o formato AIFF, pois é o único formato sem compactação que permite os metadados das músicas do iTunes, incluindo a etiqueta de “Explicit”.

            Ah, utilizo o iPhone para reproduzir na rua.

  • César Souza

    No AppleMusic podemos adicionar alguns albuns que não existem na biblioteca deles, essas musicas ficam na nuvem também, e nós podemos ouvi-las em qualquer dispositivo que seu apple ID estiver logado e biblioca do iCloud habilitada, minha dúvida é….. Qual o limite de musicas que podemos armazenar na biblioteca de musica do iCloud para o Apple Music?

  • Arley Martins

    Compensa mais comprar um iphone de 128GB do que fica pagando o match ou apple music.

    • Gaius Baltar

      O Match é para quem quer partilhar uma biblioteca com vários dispositivos. No meu caso eu partilho com 2 iPhones, 2 iPads, 3 PCs e um Mac.

  • Jeff

    Pessoal, tenho o iTunes Mach há anos e é bem legal. Quanto ao Apple Music, isso foi a maior besteira da Apple. O serviço é muito ruim, cheio de bugs, trava sempre e no carro é impossível de ouvir pois conecta quando quer… fiquei no total 4 meses com o serviço e resolvi voltar ao Spotify. Apple Music agora só se sair do modo beta hehehe

    • Gaius Baltar

      Concordo inteiramente contigo Jeff. O Music só veio atrapalhar que usava o Match. Embaralhou minha biblioteca, apagou álbuns e dificultou a sincronização. Só agora as coisas estão melhorando.

  • João

    Como faço para fazer o dowload de todo meu acervo?
    Não acho opção para isso! ( iMatch para o pc)

    • Gaius Baltar

      Antes era mais fácil, João. Depois do Music ficou tudo muito estranho. Você pode selecionar tudo (Ctrl + a) e com o botão direito do mouse escolher “baixar”.

      • João

        Muito obrigado!

  • Carlano Carneiro

    Nunca vi nenhuma vantagem no Apple Music que é horrível, nunca troco o Spotify por ele e quanto ao Match prefiro usar o Google Play Music que dá pra armazenar até 50.000 músicas totalmente gratuito.