Notícias

Novos países irão receber o Apple Watch no dia 17 de julho

O dia de hoje (26) foi marcado pelo lançamento do relógio da Apple em mais 7 países (conforme já tínhamos avisado aqui), chegando no México, Espanha, Itália, Singapura, Suíça, Coreia do Sul e Taiwan. Mas nos sites de alguns outros países, já é possível ver uma data para a próxima leva: 17 de julho.

Mas calma, não se empolgue inutilmente. A imagem acima foi apenas traduzida pelo Google Tradutor e infelizmente o Brasil não está incluído por enquanto. As páginas que até agora mostram a data específica é a da Holanda, da Suécia e Tailândia. Em outros 16 países, continua a vaga frase “Disponível em 2015“.

É claro que tudo pode mudar até o dia 17 e mais países serem incluídos na lista. Mas por enquanto, são estas as informações oficiais que a Apple fornece.

via Cult of Mac

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • Acho que a minha previsão de agosto estava errada… De repente o Apple Watch só vai chegar aqui no mês de Setembro…

  • Bruno Mello

    Será que chega antes do natal ?

  • Star-Lord

    Ae Brasil! Vai chegar aqui quando lançarem o AppleWatch 2! Rs

  • Anderson Camões

    A experiência nas lá mas está péssima. As bancadas com os relógios parece uma feira livre. O uso não é tão intuitivo e os modelos são simples.
    Para experimentar precisa marcar hora, com uma longa espera. Os modelos mais bonitos sofisticados são caros para se comprar sem um atendimento descente.
    Por exemplo, um Apple Watch 42 com pulseira Milano custa 1000 dólares. Quando entramos um uma relojoaria nos EUA que vendem relógios nesta faixa de preços, o atendimento é premium. E na Apple que sempre teve um atendimento de excelência, no caso do relógio deixa muito a desejar.
    Saí frustado nesta última viagem.

    • Esse modelo que mencionou, caixa de aço com a pulseira estilo milanês, custa U$ 699 mais imposto. Eu só testei algumas pulseiras esportivas de fluorelastômero, nem cheguei perto desse painel interativo. Aliás, tomei um cano de U$ 10 dólares na loja da Apple ao comprar uma pulseira, eu dei 70 em espécie e a vendedora registrou apenas U$ 60 na nota. Na hora não reclamei porque fiquei um tempão na dúvida se havia entregue uma nota de U$ 10 ou uma nota de U$ 20, mas havia sido U$ 20 mesmo…

      Na questão do atendimento do relógio compartilho opinião similar, se a gente parar pra pensar no atendimento em relação ao valor do relógio, a minha experiência também foi um pouco aquém das expectativas.

      Eu já fui bem melhor atendido ao comprar relógios na loja da Fossil, de preços bem inferiores. A Apple tem um excelente SAC e é muito receptiva com essas experiências de consumidores, você deveria registrar essa crítica, vou fazer o mesmo.

      • Eduardo Yasuda

        Acredito que são coisas diferentes, comprar o objeto desejado ou comprar o atendimento desejado. É óbvio que se você for numa loja de grande requinte será muito bem tratado.
        A Apple não é uma loja de joias, o relógio ali é um objeto tecnológico de adorno, não apenas um adorno.

        Mesmo assim o relógio deve chegar no Brasil com custo maior do que um Rolex + impostos.

        • Fabio Ricardo Bulgaron

          Eu acho que se você se propõe a gastar estas cifras em um relógio, obrigatoriamente merece um atendimento premium, independente da “natureza” da empresa.

          • Cadu Nunes

            Também concordo com isso, e ainda vou mais longe, o simples fato de você estar gastando em uma loja, independente do preço que paga já deveria vir com bom atendimento.

            Mas infelizmente quando centenas de milhares de pessoas se sujeitam a filas madrugada a dentro pelo mundo, quando demonstram fanatismo por gadgets quem em poucos meses se tornarão obsoletos, entre outros comportamentos sem qualquer sentido, a empresa passa a perceber que ela pode cobrar um caminhão de dinheiro pelos seus produtos e cagar para o atendimento premium porque ela sabe que venderá mesmo assim e a maioria das pessoas ainda vai agradecer por ter tido um atendimento ruim e ter pago muito por um produto meia boca com é o caso do Apple Watch.

            Sou usuário de produtos Apple há quase 10 anos (MacBook, iPhone, iPad) no meu trabalho, porque considero produtos de altíssima qualidade, mas nunca sequer passou pela minha cabeça ser o primeiro da fila para comprar o próximo lançamento da vez.

          • Eduardo Yasuda

            Pra mim não é a mesma coisa comprar uma televisão 4k que custa 20 mil nas Casas Bahia e comprar a mesma televisão numa loja da Fast Shop.
            Mesma comparação podemos
            Fazer de comprar um carro na concessionária da BMW e querer o mesmo atendimento só porque está comprando o melhor carro na concessionária da GM…
            O achismo leva a muitas formas de pensar, a verdade é que se você quer um bom atendimento, não deve esperar isso nesses tipos de loja, esse é o raciocínio.
            Pra eles, seremos sempre consumidores em massa, nunca exclusivos.

        • Tem razão na sua linha, mas é que o atendimento para o relógio, na loja do shopping em Houston, estava realmente abaixo do padrão, não apenas comparando com uma relojoaria. Até fiquei alguns instantes conversando com um outro vendedor, em outra área da loja sobre o novo Mac 15 polegadas e ele foi bem solícito.

    • Luis gustavo

      Eu tive atendimento ótimo como sempre foi, só demorou para conseguir reservar, mas mesmo antes foi atendimento premium, vendedores atenciosos, o unico problema que tive é mesmo a falta de estoque, não tinha pulseira preta, ai tive que ir em outra loja de orlando. mas fora isso certinho

    • Olil Ssah

      Na minha opniao voce esta completamente certo. Ontem estive na loja da Apple perto da Union Aquare aqui em San Francisco, e tinha uma pessoa olhando um Apple watch e fazendo diversas perguntas. O vendedor as respondia, mas muito brevemente, o consumidor estava visivelmente frustrado com o atendimento.

      • Anderson Camões

        Eu deveria ter tirado foto para ilustrar melhor a péssima experiência. Parecia uma feira livre, sem nenhum demérito para com elas, apenas o foco é outro.
        Bancada lotada, explicação zero, o produto não está nada sendo bem vendido.
        Por exemplo, ao se aproximar da bancada do iPhone, ou do MacBook, logo se aproxima um vendedor e se oferece a demonstrar o produto, explicar as vantagens, como se usa, etc, despertando o desejo pela compra. Meu iPhone 6 plug estava na dúvida se valia a pena e foi isto que aconteceu.
        Agora a experiência do Watch foi completamente diferente. Talvez, para quem já esteja decidido, querendo só ver algumas opções, tudo bem. Agora para quem está na dúvida, sei não. Acho que isto precisa ser revisto rapidamente.

    • “Hello Fulano,

      Thank you for taking the time to provide feedback about your visit to the Apple Store, Houston Galleria. We would like to have a member of our store management team contact you to discuss your visit in further detail so that we can provide better service in the future. If you are willing to discuss the matter with us, please provide a United States phone number where you can be reached and the best time of day to reach you, and someone will contact you within 48 hours.

      We thank you again for taking the time to provide your feedback. It is because of valued customers like you that we are able to improve our service continually. We hope you will provide us with an opportunity to delight you at the Apple Store, Houston Galleria.

      Thank you,
      Derrick McNeil

      Manager

      Apple Store, Houston Galleria”

  • Renan Chinelatto

    Sera que já esta sendo vendido em lojas fisicas (CANADA) sem precisar fazer a reserva pelo site?

  • Fabio Rego

    Comprei o modelo Sport de 42mm (U$ 400) e estou usando a dois dias… Conclusão: Decepcionado! Acho que criei uma expectativa muito grande em relação as funcionalidades e na verdade o relógio não entrega tudo isso. Vou esperar por novas atualizações e novos apps para ver se melhora. Enquanto isso ele não esta me servindo para muita coisa além de impressionar os amigos.

    • José Mauro

      Infelizmente Fabio, enquanto ele depender do iPhone para tudo, tb não vejo nenhuma vantagem…
      Pelo menos um GPS para poder ter autonomia para dar uma corrida somente com ele. Levar Iphone para correr, não rola. É muito incômodo, fora o risco de roubo….

    • poxa, eu já passei a situação contrária: achei que não usaria tanto e estou muito feliz com q ele.

    • Vinicius Andrade

      Fiquei uma semana com o meu e vendi, a única funcionalidade que vale a pena é a medição de atividade física, fora isso é dispensável. Torço pela evolução!

    • redmounts

      Acho que se for usar por usar, não vai ter muita função mesmo. Pelo que li em reportagens no exterior, a maior parte que se sente satisfeita com o Watch são os que fazem uso do iPhone para negócio e entretenimento. Mas vamos dar tempo ao tempo, quando o primeiro iPhone foi lançado foi a mesma história. Muita gente não via a necessidade de ter um telefone com uma tela sem teclados. E deu no que deu.

    • Rainer Burgie

      Creio que realmente será a demanda de apps devenvolvidos para ele que deixará tudo mais prático na palma da mão. Aproveitando: Fabio você precisou marcar horário para verificar e testar o relogio? E provavelmente você comprou fora do Brasil, quando retornou para o Brazil o mesmo entra na cota ou é considerado um produto pessoal?

      • Fabio Rego

        Bom dia Rainer! Comprei na Apple Store do centro de Chicago, não precisei agendar, todos os modelos estavam disponíveis para venda direta sem agendamento. Também não tinha fila e nem todo aquele alvoroço que li nos sites especializados na internet.
        Não sei te responder se ele entra na cota, eu voltei com ele no pulso e como não fui parado não tive que dar explicações.

  • Herbert Coppola

    O principal fator que me fez desanimar totalmente da compra deste Watch foi a demora. Chegará para nós brasileiros no segundo semestre do ano, onde provavelmente no início de 2016 será lançado uma segunda versão do relógio com todas as melhorias que não estão presentes na versão atual. Entre não valorizar o meu dinheiro e esperar, fico na segunda opção. 🙂

  • Cláudio Castro

    Olhando os comentários, lembro a quem comprou que agora q saiu o Watch OS 2 a coisa deve melhorar bastante, pois será possível rodar apps independentes do iPhone.

  • Fabio Correa

    Não estamos perdendo nada!
    Muito oba oba por um produto que agregou praticamente nada. Zero de inovação.
    Quem sabe a segunda geração traga algo realmente novo e inovador.

  • Igor Silva Barros

    eu não tinha esperanças de comprar um apple watch, depois que vi o de um amigo, desanimei mais ainda, isso sem pensar no preço.

  • Henrique Barros

    Acho que a surpresa aqui no brasil será muito amarga.