Curiosidades

Beta do iOS 8.4 sugere qual será o preço do Apple Music no Brasil

Desde que a Apple anunciou o seu novo serviço de assinatura de músicas, o Apple Music, muito se discutiu sobre o preço que seria praticado aqui no Brasil. Agora, o beta do iOS 8.4 mostra algumas telas que poderiam sugerir que o preço será o mesmo que nos Estados Unidos.

Por que estamos usando a palavra “sugerir“? Porque ainda não consideramos que isto seja uma confirmação, ainda mais sendo uma tela de uma versão beta que não deveria ainda aparecer.

Apple Music

Mas as chances do preço ser este mesmo são grandes, e se forem confirmados, poderá ser pesado para o bolso dos brasileiros. Atualmente o serviço de streaming mais popular no país é o Spotify, que cobra R$14,90 por mês para ter acesso a toda a sua biblioteca de músicas, além de integração com diversos aplicativos. Se a Apple cobrar US$9,99, isto significaria um valor final superior a R$30, mais que o dobro que o concorrente. É bem verdade que o repertório musical da Apple é maior, mas para muitos isto não justificaria pagar o dobro.

Há alguns dias, o vazamento de um contrato trouxe a esperança de termos preços diferenciados no Brasil. Fazia todo o sentido e parecia promissor, com a Apple sendo bem competitiva em nosso mercado. Mas até agora as evidências mais fortes negam este preço menor.

Só nos resta esperar até o dia 30 de junho, dia em que o Apple Music entrará no ar oficialmente.

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • Jefferson Soares

    Meio salgado. Espero que valha a pena.

    • Damyhonn Paulino

      Poxa.. e eu queria tanto o Apple Music pra poder acessar a biblioteca de música pelo som do carro. Atualmente toda vez q quero ouvir pelo Google Play Music tenho que ir na biblioteca do app e no player do carro só posso avançar ou retroceder a música que está tocando.
      Com o Apple Music eu poderia pedir pra Siri tocar Animals do Pink Floyd sem precisar apertar nenhuma tecla.
      Mas por R$ 33,00 fica complicado.. =/

      • Jefferson Soares

        Eu nem penso em usar o  Music no carro, porque com essas operadoras que temos aqui em SP é mais fácil ouvir o que está armazenado mesmo.

        Quando estou no carro eu deixo o BT do iPhone ligado, assim posso acessar minhas músicas tranquilamente.

        P.S.: Pink Floyd é nota 10!

        • Damyhonn Paulino

          Sim, mas eu falo em ouvir as músicas que baixei previamente em casa pra ouvir no modo off-line.. heheh

          Eu também sempre deixo o Bluetooth ligado no carro, mas por causa do telefone. Ouvir música pelo Bluetooth perde qualidade. E investi uma boa grana em um som de qualidade pro carango, não vou desperdiçar qualidade na fonte sonora assim.. ehheheh

          PS.: nota 10 mesmo.. kkk

          • Jefferson Soares

            Confesso que sou muito exigente em relação à qualidade das músicas e não percebi essa perda ao ouvir no carro via Bluetooth.

            Quando quero perceber os detalhes mesmo, eu ouço músicas através de bons fones de ouvido, pois no carro existem muitos ruídos provenientes do trânsito.

            • Damyhonn Paulino

              Eu sou bem exigente também. Por isso coloquei bons kits 2 vias e um sub da Hertz com amplificador Kenwood japonês e cabos KnuKonceptz em um player de responsa..
              Mesmo assim, confesso que em cidade é realmente difícil de perceber.
              Só que em minhas longas viagens eu não sei se é algo psicológico, mas eu sinto a diferença. Mas independente de ser uma diferença notável ou não, só o fato concreto de se perder qualidade pelo BT em comparação ao cabo já me faz torcer o nariz pra essa opção.. heheh

          • Victor Ribeiro

            Na minha casa temos 2 carros, ambos com player com bluetooth de fábrica. O carro da VW perde qualidade ao reproduzir o som pelo bt, comparado ao usb, já o Fiat não perde qualidade em relação ao usb. Acredito que tenha haver com a versão do bluetooth.

            • Damyhonn Paulino

              Apesar dos avanços nas versões mais recentes do bluetooth e o suporte de alguns devices ao aptX e ao a2DP, ainda assim o áudio transmitido pelo bluetooth sofre compressão. Então jamais será a mesma qualidade da transmissão a cabo.

            • Victor Ribeiro

              Entendi. Então no som da Fiat essa compressão deve ser feita de uma forma diferente, pois não percebi perca de qualidade.

            • Damyhonn Paulino

              Talvez a versão seja mais recente, ou ele use o a2DP..

  • Jefferson Soares

    Ontem apareceu para mim e depois não apareceu mais.

  • Nessas horas a gente tem que ter uma família unida, senão fica impossível algumas coisas na vida.

  • Arley Martins

    Mais de 30 reais por mês, sinceramente to fora…

  • Uelinton Andrade

    Com um preço desse, prefiro com ficar com spotify mesmo!

    • Celso F. Araujo

      Mais um, e só experimentarei o período gratuito.

  • Jayme Prado

    Por esse preço não vai rolar Apple, vou usar só os 3 meses grátis msm.

  • Fábio

    Lendo a maioria das matérias sobre os preços da Apple no Basil fico imaginando como deve ser bom ser rico e poder pagar qualquer preço despreocupadamente. Bom para aqueles que trabalharam (ou roubaram) o bastante para poder gastar sem medo de ser feliz.

    • Thiago Silvério

      No caso dos que roubaram e gastam o que subtrairam dos outros, resta a conta com a consciência.

      Pra quem tem bons e honestos rendimentos, que aproveite.

    • Rodrigo Oliveira

      EU acho q a maioria dos Ricos, são ricos pq sabem controlar o dinheiro.. e com opcoes de 15 reais.. jamais pagariam 30

      • Fábio

        Quem é rico de verdade( milionários e bilionários) chegaram lá pq conseguem administrar o dinheiro sim. Porém o valor que eles administram é bem maior do que 15 reais, 30 reais. Isso pra eles são os 2 reais do cafezinho da esquina. Nao acho que se preocupem com isso de forma alguma kkkk

        • hecnpo

          Está enganado.

  • Jota R

    Enquanto isso a Google oferece GRÁTIS espaço pra você guardar na nuvem 50 mil músicas e e ainda escutar via stream.

    Vamos ver se os fanboys vão sustentar mais essa da Apple.

    • Deixando de lado o fato de que você entra em um blog cujo tema é explicitamente IOS para insultar os visitantes gratuitamente:

      Você está completamente equivocado, comparando 2 serviços absolutamente diferentes. No Apple Music, assim como no Spotify, Rdio, entre outros, você está pagando LEGALMENTE pelas músicas que tá escutando. Isso é pra lá de justo; obviamente as músicas foram produzidas por artistas e profissionais que MERECEM receber pelo seu trabalho. O Google oferece um espaço na nuvem para armazenar suas músicas, seja lá qual seja a origem dessas músicas. Ele não tem contrato com gravadoras e não está oferecendo as músicas. É COMPLETAMENTE diferente.

      • Evertonhxc

        O iTunes Match faz a mesma coisa que você falou.

        • Jota R

          Pena que pra variar, é um “roubo”.

      • Wesley Nunes de Souza

        Se vc não sabe, existe um serviço que chama Google Play Music, que oferece LEGALMENTE as musicas assim como o Apple music, mas detalhe, por 12 reais por mes 🙂

        • Em nenhum momento eu defendi o valor praticado pela Apple. Também acho absurdamente caro, continuo com o Spotify. Também conheço o Google Play Music. No entanto, o Jota R comparou 2 serviços distintos, um do Google que é gratuito e outro da Apple que custa US$10, mas que não têm nada a ver um com o outro.

          • Damyhonn Paulino

            Tem sim, cara.. o Google Play Music além de ser streaming como o Spotify também permite você colocar suas músicas na nuvem como o iTunes Match.

            • O Apple Music fará a mesma coisa.

              Mas o ponto continua o mesmo: o Google Play Music não é gratuito, então o “ataque” do Jota além de gratuito foi falacioso.

      • Jota R

        1 – Ser fanboy é insulto? Se sim, desculpe. Eu sou fanboy do Flamengo e do Batman, vocês são fanboys de uma empresa, eu realmente não quis ofender.

        2 – Procure se informar mais sobre o Google Play Music. Abraços.

        • Vamos lá.

          1 – A palavra “fanboy” surgiu sim de forma pejorativa, e continua sendo usada para tal fim. “Fanboy” é diferente de simplesmente “fã”, no entendimento geral;

          2 – Agora você cita o Google Play Music, que é um serviço pago. Na comparação inicial, você falou de outro serviço do Google, GRATUITO, que nada tem a ver com o Apple Music. Não distorça as coisas a fim de desqualificar o que falei. 😉

          • Luiz Assis

            Deve ser samsungfã girl

      • caiqe

        eu acredito qe a comparação dele seria em relação ao itunes match, pelo menos é a qe faz mais sentido, e ser for isso mesmo eu concordo com o cara, se for esse preço para o brasil deveria pelo menos vim com o itunes match liberado para os assinantes

        • Tarlan Brunet

          e virá, a diferença é que a Apple vai manter o iTunes Match à parte para quem não assinar o apple music.

          • caiqe

            entao se eu assinar o apple music vou ter o itunes match liberado para poder salvar musicas sem precisar pagar os 24 US anual do match? eu procurei em varios lugar e nao vi isso

            • Tarlan Brunet

              sim. se prestar atenção na descrição no site da Apple eles deixam isso bem claro:

              “Quando você assina o Apple Music, a sua biblioteca de músicas vai para o iCloud. Primeiro nós identificamos as faixas da sua coleção e comparamos com as da biblioteca do Apple Music. Se tivermos músicas iguais, colocamos no seu iCloud em todos os seus dispositivos. As músicas que não estão no Apple Music são enviadas para a nuvem usando o iTunes do seu Mac ou PC. E como tudo fica armazenado no iCloud, suas músicas não ocupam espaço nos seus dispositivos.”

              Ou seja, a descrição perfeita do iTunes Match.

            • Rob Simões 

              Sim. O Apple Music fará exatamente o que o iTunes Match já faz. A biblioteca do Apple Music será mesclada à sua biblioteca pessoal. O que pra mim será grande vantagem, pois o que não tiver no catálogo deles, e eu não tiver na minha biblioteca, ainda poderei comprar na iTunes Store.

      • Patric M. Lima

        Na verdade o Google Play oferece streaming de músicas que não estejam na sua biblioteca, assim como o Spotfy.

    • Mauro

      Cara, um conselho, não adianta tentar tornar mais racional os usuários picados pela Maçã, mesmo que a Apple lance cocô enrolado em papel alumínio, a galera vai ter belíssimos argumentos para dizer que aquilo vale R$3.999,00. E ainda completa dizendo que a maça pensa nos usuários brasileiros por parcelar em suaves 24 prestações.

      • Não adianta tentar tornar racional o que não é, simples assim.

        Eu não defendo tudo o que a Apple faz, por questões óbvias. Quando o faço, trago argumentos para a discussão, afinal só assim um debate pode ser construtivo. O seu comentário se baseia em nada com coisa nenhuma, novamente só ataca gratuitamente. Você sabe a origem do valor de um aparelho da Apple no Brasil? Tem argumentos pra justificar sua perda de tempo em escrever algo sem construtividade nenhuma aqui? Sou todo ouvidos.

        • Mauro

          Tá cara, parabéns !!!

          • Provando o meu ponto. 🙂

            • Victor Zavecz

              É fácil demais discutir com esses idiotas…

              Qualquer discussão que precise de um pouco de embasamento e raciocínio afugenta gente dessa laia.

            • Até porque parece claro que eles não usam Apple.
              E se não usam Apple mas mesmo assim procuram um blog sobre iPhone, tudo não passa apenas de recalque.
              Eles deveriam ao menos disfarçar um pouco a frustração deles. 🙂

  • Fernando Tauscheck

    Pra mim apareceu todo zoado. Parte em inglês e parte com as strings de referencia.
    Meu telefone está em português e com uma conta brasileira.

  • Lucas Ruas

    Estou serelepe pimpão com o meu Spotify free. Tchau, Apple Music.

    • Michel Peron

      Serelepe pimpão

  • Isso é o valor padrão, que custa nos EUA. Se houver diferença, aparece na versão final.

    • Lucas Borges

      Diferenças já aparecem nos betas de outros países como euro no UK e moeda local na Índia.

  • Haroldo Lucena Jr.

    vou ficar com o spotify mesmo, desculpa apple music.

  • Rafael Tavares

    Vou aguardar pra ver esse Apple Music.

  • Diego Salomé

    Onde consigo esse spotify a R$14,90 que o que eu tenho aqui já está uns R$20,00 a alguns meses.

    • Tarlan Brunet

      no site nacional. provavelmente você deve estar sendo cobrado em dolar.

      • Diego Salomé

        Huuum, vou ter que ver isso então. Vou tentar trocar.

        • Tente cancelar o serviço Premium e contratar usando o site. Dentro do app o serviço de assinatura é feito através das in-app purchases, então o valor é em dólar. 😉

    • Luiz Guilherme

      Aproveita, quem está assinando spotify agora está pagando só R$ 1,99 durante 3 meses.

  • Acho que a Apple vai precisar apanhar muito da concorrência pra acordar.

    Não acredito que ela tenha coragem de praticar estes preços. Eu acho o valor do Spotify justo. Queria pagar R$ 9,90 por mês, mas ok. R$ 14,90 ainda acho justo.

    Mas R$ 30,00?!
    Outra coisa ridícula é o iCloud. 5GB free Dona Apple?
    No OneDrive tenho 30GB!
    No GoogleDrive tenho 15GB!
    Fora o Flickr que me dá 1TB!!

    Fora que estes serviços funcionam muiiiito melhor que o iCloud no sentido de compartilhamento de informação. Claro que o iCloud ganha quando usado para manter sincronia entre dispositivos Apple, mas para o trabalho mesmo, perde de longe.

    Apple!!! Wake up!

    • Andrsonsp

      Vdd amigo, so quem é mal informado paga pelo serviço de nuvens da Apple

    • Amilcar do Amaral

      R$ 32,00 com IOF ….

    • Jota R

      A Apple faz isso porque tem uma legião de pessoas que paga. O dia que começarem a não pagar, ela mudar rapidinho.

    • Anderson Diniz

      Você acha mesmo que ela precisa acordar? Um MONTE de gente compra ou paga assinaturas deles, eles não precisam baixar os preços porque as pessoas pagam.

      • Sim, este é o problema.
        A Apple cresce a cada ano, ou seja, a fórmula está funcionando. É um sonho infantil (meu, claro) esperar um dia preços mais competitivos por parte da Apple.

        • Eduardo

          Eu já perdi as contas de quantas vezes eu li esse exato debate, sempre se chega as mesmas conclusões, as discussões sobre isso são enormes, e em diversas quantidades, os mesmos estigmas dos usuários são levantados, e mesmo assim, os mesmos continuam com as mesmas atitudes. O negócio é deixar pra lá.

    • Victor Zavecz

      Eu entendo sua indignação, mas não seria melhor guardá-la até a divulgação oficial dos preços?

      Também não concordo com os 30 reais, mas acho sua reação (e, principalmente, essa publicação do iLex) um pouco precipitada.

      O valor final pode até ser esse mesmo, mas também pode não ser!

      Enfim, que chegue logo 30 de junho.

      • Victor, na verdade minha indignação é menor com serviço de música da Apple (que não comprarei por estar super satisfeito com o Spotify) e mais com o serviço de armazenamento na nuvem, que é muito fraco e mesmo assim não evolui.

        Vamos esperar como você diz, não apenas o dia 30, mas parece que neste ano teremos boas novidades (estou ligado nas novidades do novo OSX).

  • Michel Peron

    E aí Siri… Me lembre de cancelar o Apple Music daqui 89 dias. ¯_(ツ)_/¯

    • Eu ri!

    • Salun Marvin

      kkkkkkkkkkkkk

  • Andrsonsp

    Pior que vai ter muitos idiotas que vão assinar o pacote mesmo com esse valor absurdo.

    • Lucas Borges

      Por isso continuam cobrando…

    • duvido muito.

    • Victor Zavecz

      Julgar as pessoas como idiotas apenas por terem preferências diferentes das suas te faz sentir melhor?

      Tá Serto.

  • Jairo Castro

    Se for esse preço aqui no Brasil, quem usa o Spotify não vai migrar nunca!!!

  • Danilo

    Antes eu era do tipo que pensava “ah ninguém vai querer ” mesmo tendo um monte de gente falando que não vai pagar e não sei o que podem ter certeza que assim que lançar e as ações de marketing começarem….a história muda.
    Aí os mesmos que estão dizendo que não vão pagar estarão aqui dando motivos para explicar o porque vale a pena pagar.

  • Lucas Gouveia

    Sem contar que no Spotify eu posso ouvir musicas na qualidade 320kbps e no Tidal que também chega ao Brasil no final do mês a 1411kbps. A Apple parou no tempo utilizando os vergonhosos 256kbps.

    • Rob Simões 

      Não fale sobre o que desconhece. O Spotify usa o MP3 a 320 Kbps. A Apple usa AAC a 256 Kbps. Quem parou no tempo foi o Spotify usando um codec antigo e ultrapassado como o MP3.

      O AAC 256 Kbps que a Apple usa possui qualidade de áudio levemente superior a um MP3 320 Kbps, e ainda ocupa o mesmo espaço. Portanto, ponto pra Apple.

      Quanto ao Tidal, ele realmente oferece qualidade superior, só que custa 20 dólares, e essa qualidade toda não adianta nada com os fones de ouvido e smartphones que a maioria usa.

  • Fabricio Rocha 

    A Apple que se cuide, hoje, o TIDAL começou a dar as caras discretamente em nosso território. O site já está em português e cobrando R$14,90 para 30 milhões de musicas e 75 mil vídeos em alta resolução. Eu gosto dos serviços, mas os valores praticados no Brasil infelizmente é um absurdo.

  • E o Tidal eim? flopo mesmo kkkkk

  • Andrsonsp

    Vou continuar baixando minhas musicas para o iTunes e sincronizando pro meu iPhone LOL

    • Jefferson Soares

      Me too.

  • Geraldo Dal Berto Jr.

    Faz pouco tempo vi em um site gringo (não recordo qual) uma tabela das gravadoras para esse serviço de streaming (o valor que a gravadora cobra do spotify, por exemplo). O valor para a América Latina era bem mais baixo que para Europa e EUA. Espero que a Apple siga esta tabela, senão o serviço nasce morto no BR.

  • Alan Patrik

    Nunca comprarei, continuarei com Spotify.

  • Hades666

    Aqui não apareceu essa janela, 🙁 Todavia, como não uso e acho um abuso, nem me preocupo.

  • Tarlan Brunet

    Tomara que essa sugestão não se concretize. Seria muito mais lógico eles cobrarem 6 ou 5 doletas se realmente quiserem competir, principalmente quando abrirem as portas ao Android. Acho difícil alguém pagar 33 quando poderia pagar 15 ou 12 pela “mesma” coisa, já que supostamente a diferença do catalogo será de 7 Milhões de músicas. Mesmo assim não duvido nada que ostentadores pagarão, já que infelizmente tudo da Apple aqui vira artigo de luxo. 🙁

    • Acho realmente difícil que um serviço que traz exatamente a mesma funcionalidade de um mais barato vire motivo de ostentação. A menos que o Apple Music traga realmente algo de diferente que justifique o valor. Por enquanto, tirando uma integração com a Siri (que não acho que seja o suficiente), nada justifica.

      • Rob Simões 

        No meu caso justifica cancelar o Spotify e ficar com o Apple Music. A integração com a Siri é algo que eu quero muito. A biblioteca do Apple Music já nasce maior do que a concorrência e tem tudo para aumentar mais ainda. E ainda estará mesclada à minha grande biblioteca pessoal. E a música que não tiver nem em um nem em outro ainda poderei comprar na iTunes Store e estará totalmente integrada a todo o meu acervo. Tudo sincronizado em todos os meus dispositivos, inclusive na Apple TV. E ainda poderei dividir o plano família com alguns parentes e sairá mais barato que o Spotify,

        • Realmente a questão do ecossistema fala muito alto. Tudo meu é Apple, então seria muito bom ter o Apple Music.

        • Bons argumentos!

        • Tarlan Brunet

          De fato, tirando o fator ecossistema para usuários da Apple, ele se torna um “mero” serviço de streaming, principalmente para droid users. Aqui no Brasil a galera tem preconceito por si só pela Apple, e um Spotify que custa o dobro é algo no mínimo dispensável.

      • Tarlan Brunet

        Por esse valor, a única diferença que poderia oferecer seria o catalogo completo do iTunes ou no mínimo streaming em lossless, como o Tidal.

  • Victor Santana

    A Apple deve ter noção dos valores cobrados pelas concorrentes em diversos lugares do mundo. Seria muito imbecil ela cobrar US$ 9,99 em todo o canto sabendo que outros streamings se adequaram a realidade econômica de onde funcionam. Se ela quiser competir, o primeiro passo a dar seria esse sem sombra de dúvidas.

    • João Russo

      “Adequar à realidade econômica de um país” e “Apple” são duas coisas que não combinam.

  • Fabio Gomes

    Se o serviço for realmente bom, não me oponho a esse suposto preço. Sou um grande consumidor de música, de épocas em que já gastei mais do que isso em um único CD, sendo que comprava pelo menos três por mês. Pagar cerca de R$30 por mês pra ter acesso ao que eu quiser ainda me parece vantagem.

    • Rob Simões 

      Idem. Assinarei de qualquer jeito, mas ainda espero que seja mais baixo o preço.

  • José Sena

    ilex por favor me esclareça uma pequena dúvida.
    Com a chegada do Apple Music a Apple por um acaso estaria pensando em bloquear a possibilidade de sincronização de suas músicas do iTunes no computador? Ou não isso seria um serviço adcional ao app Músicas?
    Tenho essa dúvida pq não simpatizo muito com esse tipo de serviço pois prefiro eu mesmo adcionar as músicas ate pq onde eu trabalho não tenho acesso a internet o tempo todo.

    • Tarlan Brunet

      Lógico que é só mais uma opção. Não se preocupe. kkk

    • José, você vai continuar podendo escutar as suas músicas normalmente e sincronizá-las pelo iTunes. O Apple Music é só um serviço adicional e opcional. 😉

  • Luiz Victor

    Vou ficar com os 3 meses de graça mesmo.

  • McKoe

    Repertório da Apple é maior? Aonde posso consultar tal informação?

    • Costa2012

      Pois é, também fiquei com essa dúvida. Até porque, no dia do anúncio, um cara do Gizmodo americano (traduzido no brasileiro) disse o seguinte:
      “O Apple Music também terá mais de 30 milhões de músicas, com um catálogo provavelmente bem parecido com o do Spotify. Mas não espere que tudo no iTunes esteja no catálogo do Apple Music — não espere que a discografia do Beatles seja disponibilizada lá, por exemplo.”
      Sempre tem aquelas questões de direitos autorais e talvez nem todos os artistas/gravadoras que vendem suas músicas no iTunes concordem em disponibilizá-las para streaming.
      O fato é que vamos ter que esperar o lançamento pra saber…

    • edfmoraes

      Já falaram que o catálogo do Apple Music não vai ser o mesmo que do iTunes. Não sei se o catálogo é maior não. De onde veio essa informação?

  • Celso Pimentel

    Tenho um Iphone, gosto do aparelho e já estou acostumado com as operações e comandos.
    Agora, não é porque a Apple vai lançar um sistema de música caro, que sou obrigado a comprar.
    Quem gostar e achar que deve pagar, que seja feliz também… cada um na sua.
    Quem não está contente na festa diz que vai sair pra comprar cigarro e não volta mais.

  • Rafael Farina

    O problema não é (só) a Apple. O pior mesmo é o fato do real estar desvalorizado, tudo em dólar tá caro.
    Cobrar em real é uma solução, mas a Apple se basearia no valor do dólar de hoje ou de meses atrás?
    Cobrar um menor valor em dólar é outra solução, mas ela deve pensar que algumas pessoas de outros países podem mudar o país da conta pra cá pra pagar menos, nunca se sabe.
    Cobrar semelhante (em dólar) aos outros serviços disponíveis aqui é uma solução, mas isso demandaria que os preços fossem constantemente mudados, ainda mais no cenário atual. E mudança de preço em assinaturas (não sei se seria o caso) cancela a mesma, assim como aconteceu quando a iThing ficou um mês gratuita e voltou a cobrar. Ou seja, a cada mudança você teria que se inscrever novamente, e isso é meio chato.
    A decisão é mercadológica, e ela pode ser inteligente ou não.

  • Eduardo

    Super caro !!

  • Rilton Junior

    O que espanta não é o preço que a Apple sempre cobra no Brasil, o que espanta mesmo é alguns sempre terem argumentos para justificar uma empresa cobrar mais que o dobro para oferecer o mesmíssimo serviço, vamos com calma.

  • Matheus

    Queria saber porque estou bloqueado no fórum? Tive que criar outro usuário… Sacanagem!

    • Por favor, nos diga qual é esse outro usuário para bloquearmos também! 🙂

  • Júlio Nevez

    Spotify tá me atendendo bem… por um preço razoável… Eu ví na tabela que o preço para a América latina poderia ser, no mínimo de US$ 2,89… aí sim seria vantagem.

  • Caio Ferreira

    O Familiar vale a pena mas o individual, se for isso mesmo sem chance…

  • negsintheair

    Se for esse preço acho muito caro, por mais que o serviço seja ótimo. Talvez eu não seja o público-alvo da Apple. Sou ainda um pouco da velha guarda, de querer ter a música comigo. Com esse valor consigo comprar uns 7 músicas por mês. O Evernote por exemplo pratica preços diferenciados aqui no Brasil e se Apple fizer isso, creio vai conseguir pegar uma fatia maior.

  • Damyhonn Paulino

    É.. por este preço infelizmente continuarei com o Google Play Music.

  • Rafael Raposo

    Pelo preço, o Spotify continua sendo a melhor opção

  • Diego Mota

    Por $4,99 eu acho justo e migraria do Spotify.

  • Tadeu Vianna 

    Taí uma coisa que não pagaria. No Brasil temos péssimo sinal de internet para celular, além dos limites impostos para quantidade de dados. Somando isso, este valor (ainda que sugerido) está surreal. Tenho 46GB só de música no meu iPhone e vou continuar usando no modo off-line.