Apple WatchResenhas

Experimentando o Apple Watch: primeiras impressões

Texto de Ivan Foschiera (Canjica)

Após meses de espera e de uma pré-venda pra lá de emocionante, era finalmente chegada a hora de ficar cara a cara com o tão esperado smartwatch da Maçã, o Apple Watch. Como não poderia deixar de ser, a experiência foi muito além das expectativas.

Exemplo de organização

Agendar um horário para o Try On (experimentação do aparelho na loja) do Apple Watch pelo site da Apple foi bem mais fácil do que eu esperava, pois havia vários horários disponíveis para o primeiro dia. Logo que cheguei na loja, reparei na quantidade de seguranças, pelo menos o triplo do normal. Dirigi-me a um atendente qualquer disponível que confirmou meu nome e horário na lista e me direcionou para a mesa-vitrine onde ficavam todas as variações dos modelos (inclusive do Edition).

Watch Display geral

Ali, olhando ao vivo, foi inevitável perceber a primazia na qualidade de construção, totalmente além do habitual dos outros fabricantes, como de costume. Eles já são muito bonitos nas fotos, mas só vendo pessoalmente para se ter noção da precisão com a qual eles são feitos e o equilíbrio entre as diferentes combinações de caixa e pulseira. Enfim, o padrão Apple que já conhecemos no seu melhor momento.

Watch Display Edition

Alguns minutos depois, um outro atendente se apresentou, confirmou meu nome e partimos para a mesa de prova. Ele então abriu uma gaveta com os principais modelos, de 38mm e 42mm. Já com minha lista dos favoritos em mãos, começamos com o qual eu havia comprado. Notem que não é possível sincronizar os relógios da loja com o seu celular, e que os relógios do try on rodam um loop automático. Em uma outra parte da loja, tem os relógios presos à mesa, onde aí sim é possível mexer neles à vontade.

Apple Watch Sport

A primeira coisa que notei foi sua leveza, sendo muito semelhante ao Pebble (eu possuo um), mas graças às curvas suaves, ele parece menor (mesmo tendo uma tela maior), é mais discreto e muito mais moderno.

O acabamento anodizado fosco, tanto o de cor Prata quanto o Cinza Espacial, são os mesmos já usados em outros produtos e ficaram excelentes no relógio. Passam uma sensação de qualidade e deixam o toque muito agradável.

Watch Sport

Apple Watch

Seria o modelo mais “social” do relógio. Claramente mais pesado que o modelo Sport, pode ser um ponto positivo para aqueles que usam relógios com caixa de aço (que não é o meu caso) e já estão acostumados. O acabamento é brilhante polido, semelhante ao iPod Classic.

Watch

Tamanho: 38mm vs. 42mm

Estava receoso sobre o tamanho, achando que 42mm seria grande demais. Logo que coloquei no pulso percebi ter feito a escolha certa, tanto que nem provei o de 38mm. Ele é muito menor do que aparenta nas fotos e isso era comentado por todos que estavam provando. Via de regra, acredito que 42mm seja o tamanho ideal para a maioria dos homens, sendo o de 38mm mais para as mulheres ou para quem tem o braço mais fino.

38mm x 42mm

Vidro de Íon X vs. Cristal Safira

Colocadas lado a lado, as duas telas não demonstram diferença aparente. Ambas são igualmente muito nítidas e com brilho de sobra. Na verdade a diferença entre elas se resume a resistência a impactos (Íon X) versus resistência à riscos (Safira).

O software e a interface

A princípio, confesso que fiquei um pouco perdido com toque forte, toque fraco, coroa digital e tudo mais. Mas em poucos minutos a adaptação foi natural e parecia que eu já tinha tido um Apple Watch antes, lugar comum nos produtos da Apple.

As animações são fluídas e suaves, tal qual as do iPhone, e para rolar as páginas, comecei com o dedo e no fim já estava usando a coroa digital com maestria (ela é muito mais precisa do que eu imaginava). Realmente o dedo tampando a tela tira a dinâmica de se ler um texto mais longo, o que acaba fazendo você partir pra coroa sem perceber. Ela também ajuda muito no zoom das fotos, do mapa, rolagem das listas, etc. Ela ainda te leva para a tela principal (botão Home) e chama o assistente vocal Siri (que também pode ser ativado pelo comando “E aí Siri” quando a tela está ligada).

Senti alguns poucos engasgos e alguns toques não foram reconhecidos, mas acredito que isso seja aprimorado facilmente por uma simples atualização de software. Infelizmente, a função Telefone não estava disponível, mas por alguns sons que ele reproduziu me pareceu ser quase tão alto quanto o alto-falante do iPhone.

O feedback tátil

A sensação do feedback tátil é bem diferente do sistema convencional de vibrar, com efeitos diferentes conforme o tipo de notificação, realmente só sentindo para entender. É muito mais silencioso também. Por padrão ele é bem sutil, mas é possível ajustar a sua intensidade, o que é bom para quem gosta de usar o relógio mais folgado no pulso.

As pulseiras

– Esportiva

Essa pulseira é um show a parte: macia e confortável, tem um encaixe na parte de trás que esconde a sobra para dentro, sendo o tipo de detalhe que faz da Apple referência em design de produtos. Lembrando que essa pulseira na cor branca é a favorita do Tim Cook…

Watch Sport silicone

Watch Sport pulseira

– Link (Elos)

Tem um acabamento que lembra o acetinado. Pulseiras de elos são um problema para alguns (como eu) por conta de pelos do braço que são impiedosamente arrancados, mas surpreendentemente nenhum pelo foi removido no transcorrer da experiência, talvez por conta dos links se encaixarem uns nos outros com precisão impar. Não achei muito pratico o tal fechamento borboleta, exigiu um certo malabarismo pra fechar os dois lados, mas depois de fechada tudo fica simétrico.

Watch

– Estilo Milanês

Esperava que ela fosse um pouco mais grossa, mas isso não tirou a beleza do sistema. É confortável, e como a de elos, tem a construção absurdamente precisa e “regulagem infinita”. Ela tem um ímã poderosíssimo, que requer certa persistência para desgrudar e abrir. Fiquei pensando no que ela faria com a tarja magnética de um cartão de crédito que passasse por perto…

Watch Pulseira MilanêsWatch Pulseira Milanês

– Couro com fecho magnético

Por não ser nem resistente a água, nem testei pulseiras de couro. Minha esposa provou e a achou macia e confortável, deixando uma opção para quem quer um estilo mais arrojado, mas não gosta de pulseiras de metal. Bem como a estilo Milanês, ela também tem regulagem infinita. Notei que o ímã não é tão forte quanto o do estilo Milanês, provavelmente por ter o couro entre o metal e ele.

Watch Pulseira Couro

Vídeo: try on

O porquê da minha escolha

Foi puramente racional. Pelo fato de todos os 3 modelos terem o mesmíssimo hardware, e por saber que eles estarão defasados em 2 ou 3 anos, a escolha óbvia era o mais barato. A dúvida teria ficado pela cor, mas acabei indo de preto com pulseira preta por ser mais discreto e neutro. O fato da tela ser mais resistente à quebras também ajudou a definir a escolha.

Watch Pebble

Não estavam disponíveis no try on: Os Apple Watch Edition (que apesar de estarem na vitrine, precisam de um outro tipo de agendamento, disponível somente em poucas lojas, nenhuma no Colorado), pulseira de couro clássica, pulseira de couro com fecho moderno e a caixa preta de aço.

Conclusão

Como um atual usuário do Pebble, o Apple Watch é tudo o que eu queria e mais um pouco. Mal posso esperar para o dia 24 chegar…

Conteúdo original © Blog do iPhone

Tags
Mostrar mais

Um leitor do Blog

Este artigo foi uma gentil colaboração de um de nossos leitores. Quer contribuir também com o BDI? Escreva pra gente. ;)

Artigos Relacionados

  • Ricardo Cavalli Schmitt

    Queria um Pebble, mas só de pensar que ele será taxado quando chegar… já me faz cair os butiá do bolso.

    • Fgo Fgo

      Trouxe o meu de fora. E olha que ainda achei caro. Mas estou curtindo. Só não gostei do tamanho. O lado bom é que bandido vai olhar e pensar que é daqueles relógios de “10 real”.

      • Ricardo Cavalli Schmitt

        Foda essa taxa. Meu conhecido comprou um relógio normal por 42 dólares. Foi taxado e teve que pagar 95 reais. PENSA! Além de pagar o valor do produto, mais uma taxa salgada para retirar.. É um absurdo. Fico imaginando a taxa do Pebble que custa 99 dólares…

      • Greicy kelly

        Qual vc pegou o de 42mm ou 32mm? Estou em dúvida em qual pego … sou mulher

  • Canjica, foi disparadamente o melhor hands on que li na net sobre o assunto. Parabéns! Me deliciei com cada palavra, excelente texto também. Não sabia que a tela de safira apesar de ser resistente a riscos era mais propensa a quebrar com impacto. A pulseira milanesa é sensacionalmente bonita. E as suas impressões foram muito elucidativas pra quem tinha dúvida sobre comprar o modelo de entrada, tanto no acabamento do relógio, quanto sobre a qualidade da pulseira esportiva.

    Qual face você usa no Pebble? A bateria do meu Pebble recém comprado começou a durar apenas um dia e a tela apareceu hoje com umas manchas de pressão, quando não está iluminada… Por essas razões eu gosto da Apple, é difícil ter essas surpresas.

    • Raphaell Barros

      Krikaoli, eu tive um problema com meu Pebble, recorri à empresa e me mandaram outro novo na caixa lacrado, inclusive com um cabo novo para recarga, gratuitamente. Quem sabe vc também consiga um novo. Tente fazer o que fiz.
      Pelo próprio app do Pebble fui em “Support”, “Contact Support” e descrevi meu problema junto com o texto que já havia sido criado pelo app com um relatório de meu Pebble. Me retornaram pedindo alguns dados para provar a autenticidade do meu contato e do meu problema, como uma foto da parte traseira do Pebble , uma foto frontal com ele sobre um papel escrito o número do caso que haviam criado para no suporte e outros dados.
      No dia seguinte, me responderam dizendo que me enviariam um novo e pedindo meu dados de entrega que em 5 dias úteis me mandariam um código de rastreio e que só não se comprometeríam a pagar taxas que meu país cobrasse.
      Sendo assim, 28 dias depois, fui aos Correios e tive que pagar, com a cotação atual do Dólar, R$ 206,00 de impostos.
      Só me assustei com os impostos, porém considerei que a empresa resolveu meu problema muito bem e de forma bem simples (visto que nem tive que enviar meu Pebble defeituoso para analisarem).
      Espero que tenha a mesma experiência que eu tive, caso resolva recorrer ao suporte da Pebble.

      • Renaldo Freire

        Também tive um problema com meu Pebble, contatei o suporte e eles me enviaram um novo. Falta apenas o correio entregar… Mas o pós-venda do Pebble foi muito atencioso comigo.

      • Obrigado demais pelo relato. É uma lástima você tenha sido praticamente confiscado pelo Estado, num RMA. Eu já passei por algo semelhante, só que no meu caso a Receita viu a declaração de U$ 1,00 da fabricante e considerou que era tentativa de fraude e ainda me impuseram 100% de multa. Graças a você eu vou avaliar o que fazer, pois pagar 200 reais em retorno de produto por garantia é mais que salgado, é pimenta malagueta.

        • Renaldo Freire

          Verdade. Quando eles me mandaram outro Pebble eu comentei sobre os impostos que podiam ser cobrados. Eles disseram que enviavam o produto descrevendo que se tratava de uma troca “Replacement Unit”. Então não pode ser cobrado imposto novamente, principalmente porque já paguei na primeira compra.

          Acredito que passou sem tributos. Há dois meses foi enviado e até agora não chegou. Culpa do lixo dos correios.

      • Fgo Fgo

        Meu Deus. Pagou de imposto quase o preço do relógio. O meu está com uma semana de uso e de boas. Tomara que não dê problemas, porque esse valor que você pagou é um roubo legalizado.

      • Rafaelmiy

        Tenho problemas com meu pebble também, mas nada muito crítico, me parece ser um mal contato na placa, ao meu ver só acontece em dias ou ambientes quentes, em que aparecem umas linhas horizontais muito parecido com meu antigo gameboy pocket quando a fita não encaixava direito. Mas não cheguei a recorrer ao suporte, já tenho ele há uns 2 anos já e nunca tinha tido problema com ele.
        Na época quando comprei eu adquiri no kickstarter, comprei o meu pebble e o do meu irmão juntos, lembro que fiquei aguardando chegar em casa mas já aceitando q iria a ser taxado, mas um belo dia chegou um pacote em casa e quando abri eram os dois pebbles que haviam chegado em casa sem nenhuma taxa da maldita receita. Acredito que seja sorte, porque as vezes compro algumas capinhas e são taxadas, e as vezes compro coisas maiores ou eletrônicas como o pebble e não são taxadas.

    • Canjica

      Obrigado Krikaoli e aos demais por gostarem do relato. Fiz com muita satisfação pois sempre quis acompanhar de perto esses lançamentos e não pude, o mínimo que eu poderia fazer era tentar passar um pouco dessa experiência aos meus colegas aficcionados por tecnologia.

      O Raphaell Barros e o Renaldo Freire falaram tudo, pós venda do Pebble hoje é excelente (já foi péssimo mas hoje é 10), nem precisa mandar o relógio estragado. Mas infelizmente como o Raphaell mesmo pôde constatar, e logo o Renaldo também vai, a receita ta sentada esperando pra te taxar, mesmo se tratando de uma reposição, o que é lamentável…

  • Celso F. Araujo

    Babando de inveja e antecipação aqui… 🙂

  • Tami Otani

    Ótimo review! Quanto mais coisa do Apple Watch eu vejo, mais curiosa eu fico! Mas ainda falta /aquela coisa/ que vai me fazer ficar inquieta até conseguir um. Sinceramente, ainda não vejo necessidade de um na minha vida… Dei graça aos deuses de não precisar mais usar relógio de pulso qnd aconteceu a popularização dos celulares.

  • Adriano Bolzani

    Parabéns pela matéria !!
    Excelente texto!!

  • Anderson Campos

    Eu quero!!!!

  • Francis

    Excelente post, gostei muito! Ficou aquela vontade de comprar um, tão logo ele chegue por aqui.!!

  • Jonatas Pereira

    Ótima matéria.
    Que coisa horrível esse relógio da esquerda kkkkkkkkk

  • Nilson J Arruda Moreira Jr.

    Uma duvida… para ir para o Home você deve apertar o botão ou é naquele mesmo sistema de alcançabilidade do iPhone 6, que você não precisa apertar, só dois suaves leves toques do botão e ele faz o trabalho. E outra… será que ele não vai esquentar muito no seu pulso? rs imaginem só durante algum tempo de utilização seu braço pegando fogo… valeu!!!

    • Felipe

      Acho difícil de alguém nos eua te dizer isso, a questão é se esquenta aqui, no nosso clima. Todos meus aparelhos (PC, iPad, iPhone, videogame, TV, tudo) esquentam no verão.

    • Canjica

      Precisa apertar mesmo, ele não é sensível ao toque como o TouchID (pelo menos até agora ninguém falou nada sobre isso). Sobre a temperatura, realmente só usando pra ver, espero que não, mas… Acho que se for pra esquentar, vai ser na ligação telefônica. Se não me engano, drena a bateria em 3 horas.

  • Ivan Foschiera (Canjica), que face é essa do seu pebble?? muito legal

    • Canjica

      Ela é um mod da face do Smartwatch+, tem no aplicativo Pebble Faces e foi uma das únicas que eu achei que mostrava a bateria do celular sem precisa de jailbreak. Procura por FlipStatus, é a primeira. Lembrando que precisa do aplicativo Smartwatch+ pra funcionar.

  • vsalmeida

    Excelente artigo e fotos!

    Também sou usuário do Pebble desde a primeira campanha no Kickstater e gostei muito da foto que compara o tamanho dos dois (ainda não tinha visto nenhuma assim). Tinha curiosidade em saber a diferença, até para ter uma idéia do tamanho do Apple Watch.

    Os smartwatches realmente vieram para ficar. Sou usuário de relógios desde os “Casio’s com calculadora” e sempre acreditei na idéia de que um gadget tem que fazer o máximo que puder, já que carregamos ele por toda parte.

    O Pebble era, sem dúvida a melhor opção para quem tinha iphone até o lançamento do Apple Watch. Mesmo sendo um produto de 3 anos atrás, ele evoluiu bastante em relação ao software. Ainda hoje, acredito ser a melhor relação custo X benefício do mercado.

    Fazendo uma análise funcional (sem considerar o design que é um ponto muito forte do Apple Watch) o Pebble hoje me auxilia (muito) nos seguintes pontos:

    – No transporte público e na rua: evita de eu ter que tirar o telefone do bolso para as operações triviais, como controlar a música em reprodução, notificações, etc;
    – Incentivo para esporte/movimento: já que o monitoramento da atividade física nos leva a superação diária;
    – Em casa: evita de eu ter que andar com o telefone para todo lado apenas para receber notificações.

    O que sinto falta no Pebble:
    – Uma forma rápida de responder a uma notificação (seja ela mensagem, calendário, etc)
    – Maior integração do relógio com o iphone (alterar um podcast que estou ouvindo, mudar de podcast para música etc)
    – Maior integração com outros apps do iphone e que são desenvolvidos por terceiros.
    – Melhor monitoração das atividades físicas.

    Meu entendimento é que o Apple Watch vem como uma evolução já que sua integração é muito superior com o iphone. Além disso, ele é melhor no quesito apresentação de informações, com os “complications”. Isso é essencial. E o Pebble peca um pouco neste quesito. É necessário apertar alguns botões para ver algumas informações.

    Há alguns pontos que ele poderia ser melhor, como por exemplo a bateria, ou o fato de não ser a prova d’água. Mas não lembro de precisar do Pebble em uma piscina. Talvez para quem faz natação isso seja importante. Quanto à bateria, já tenho o costume de colocar para carregar todos os meus gadgets todas as noites, então estes pontos não serão um problema.

    O que me preocupa mesmo é o fato de a tela não ficar ligada o tempo todo. Isso sim fará falta. E já vi algumas críticas em relação a este ponto. Espero que ele melhore com atualizações de software.

    Outro ponto é o preço. Acredito que o modelo básico chegará pelo valor do ipad de entrada, já que possuem preço semelhante nos EUA.

    Enfim, não vejo a hora do Apple Watch chegar ao Brasil para ver se vale a pena.

    Obrigado por me ajudar a diminuir um pouco a ansiedade aqui 🙂

    • Rafael Oliveira

      Você viu o Pebble Time? Acho que ele resolve algumas de suas críticas. Também tenho um Pebble Kickstarter, e fechei o Time. Quero ver o Watch de perto, sentir como funciona…

      • vsalmeida

        Vi, inclusive segurei um Pebble Time Steel até o último segundo. Mas acabei desistindo porque se considerarmos o valor com impostos fica próximo ao valor do Apple Watch. Aí resolvi arriscar e esperar. Mas ele realmente é uma evolução em relação ao primeiro Pebble. Principalmente nestes pontos de bateria, a prova d’água etc. Mas ainda assim acho que em termos de integração com o iPhone o Apple Watch será imbatível, naturalmente.

        • Rafael Oliveira

          Eu acabei fechando no Time Steel, mas sei que também vou comprar o Watch. Acho também que o Pebble novo vai dar pra “usar por aí” com mais tranquilidade que o Watch.

          • vsalmeida

            Legal! acho que o PTS é uma ótima opção para quem usa Iphone. Principalmente se considerarmos os pontos que ele é superior, como o fato de ser a prova d’água e a bateria, além da tela ligada o tempo todo. O design dele também melhorou muito. Mas como eu tinha que optar por um, resolvi esperar o Apple Watch. Tenho colegas que optaram pelo Pebble Time e não querem o Apple Watch. Então é uma questão mais pessoal. No seu caso, o melhor dos mundos: ter os dois! Tenho certeza que vai fazer bom proveito!

  • Felipe

    Não senti uma imparcialidade muito grande no texto, mas já que falou da qualidade e que ficou confuso ao mexer, quero compartilhar quando eu mexi em um moto 360 em um stand da Motorola em um shopping do rio. Eu fiquei perdido também, não sabia pra onde eu tinha que tocar ou arrastar a tela, mas depois acostuma, acho que é natural, algo novo, que nunca vimos antes. Sobre o acabamento, achei o do moto 360 muito bom também,primeira qualidade, não posso comparar com o Apple watch pq nunca vi um.
    Mas… Continuo achando o Apple watch feio 😛

    • Canjica

      Sempre que pinta algo novo eu vou na Best Buy dar uma conferida, e já fucei em praticamente todos os principais smartwatches, o moto 360, o lg, asus, microsoft, ematic, neptune, todos os da samsung e te digo, não trabalho para a apple, não sou acionista e ainda uso um Pebble há anos: Acredite, a qualidade de construção do hardware em si (não vou entrar no mérito do software) é muito superior, vais ter oportunidade de ver com teus próprios olhos e vais concordar comigo. Agora se acha ele feio ou bonito, não tem como discutir preferencia pessoal…

  • Review péssimo!
    Só me fez desejar ainda mais um relógio que não poderei comprar tão cedo.

    :'(

    • Ricardo Pinto

      hahahah, genial seu comentário!
      Esperando aqui no Paraguai ansioso. Já tem pré-venda em algumas lojas como a Cell-eletronics com o mais barato custando 1500 reais.

  • Renaldo Freire

    Atualmente uso um Pebble Watch. Estou na dúvida entre o Pebble Time ou o Apple Watch. O design do Apple Watch se comparado ao Time da Pebble, dá uma surra no quesito beleza, isso é notável. Mas eu sinto que a Pebble segue a linha mais “relógio” no mercado. Vejo várias empresas querendo transformar smartwacths em smartphones! A ideia de ver fotos no relógio é muito surreal. Bateria que em alguns modelos não chegam a durar nem um dia inteiro. E a monitoração do sono, como fica? O fato do touch predominar em várias funções também me preocupa. Vi vários vídeos de utilização onde as pessoas tentam tocar em tal lugar da tela, e simplesmente não funciona. No Pebble Time eu terei botões físicos, uma bateria mais duradoura, notas de áudio e uma tela contendo cores, mas sendo discreta como um relógio deveria ser.

    Então Canjica, parabéns pelo relato do Try On, foi muito preciso. Espero que compartilhe a sua experiência de uso do Apple Watch conosco. O fato de você ser um atual usuário de um Pebble irá ajudar bastante na minha escolha, apesar de já está com a decisão bem encaminhada para um lado.

  • estevam

    Toda imagem que eu vejo desse relógio estão estas faces circulares no relógio quadrado, não gostei muito disso. Existe nele alguma face de relógio que acompanhe toda a tela quadrada dele (sem ser aquelas digitais)?
    Desse modo parece um relógio que no seu íntimo queria que o corpo fosse circular o.O

  • Obrigado!!

  • Bárbara Lima

    Leio o blog diariamente há um tempo. E sempre tem postagens interessantes, mas essa foi a primeira que fez deixar um comentário. Parabéns! Ótimo texto, 100% mais vontade de ter um Apple Watch. 🙂

  • Messon

    Eu estava pensando em comprar o watch pelo vidro de safira. Pensei que era mais resistente a impactos. O vidro do sport é melhor?

    • Canjica

      Messon, não é uma questão de melhor ou pior e sim de diferentes propriedades. A safira é quase impossível de riscar por ter uma dureza maior, e pelo mesmo motivo é mais fácil de quebrar com um impacto. O vidro é mais leve e mais resistente a impactos por ser mais “macio”, mas se risca com mais facilidade.

      • Messon

        Obrigado Canjica. Estou indo em junho para orlando, como faço pra reserva. Ja procurei em todo o site mas só encontrei para eles mandarem pro meu hotel.

        • Canjica

          Por enquanto realmente a única forma de comprar um é fazendo o pre order e mandando entregar em um endereço, não tem como pegar na loja. Fala com o teu hotel, alguns aceitam receber encomendas antes do hospede fazer checkin.

  • Gerinho Faustino

    Diante dessas primeiras impressões, o Apple Watch vai vender que nem água.

  • Fgo Fgo

    Belíssimo review. Minha única e grande ressalva é a bateria. Depois posta algo sobre isso, por gentileza.

    • Canjica

      Fgo, já tem algumas celebridades e sites especializados que ganharam um apple watch antes do lançamento para testar, e segundo eles dura um dia inteiro de uso moderado a intenso, a maioria chegando ao modo de conservação de energia no fim do dia. Talvez essa marca melhore um pouco com atualizações do software, mas nada de extraordinário. Vejo isso como um problema não do apple watch em si, mas da tecnologia de baterias disponível hoje no mercado. O pebble resolveu isso se abstendo de certas funcões, a apple foi pelo caminho da grande maioria de mais recursos e menos autonomia… Durando um dia pra mim vai funcionar pois não durmo com relógio no pulso, agora vai ser triste ter que se privar dele no fim daqueles dias mais longos…

  • Rodrigo Alineri

    Tenho observado a algum tempo o que acontece com o mercado antes de qualquer anúncio que a Apple fará de um novo gadget.

    Ao surgirem os primeiros rumores e registros de patentes de um novo dispositivo ou recurso, alguns meses depois algum fabricante vomita no mercado (leia-se Samsung) algo semelhante e todo mundo acha que eles saíram na frente lançando primeiro. A Motorola fez um bom trabalho com o Moto 360, mas ele ao meu ver só tem defeito: o Android Wear.

    A Apple sabe que farão isso e continua trabalhando e aperfeiçoando tudo em seus mínimos detalhes para lançar o melhor produto, a melhor experiência, sempre.

    Como tudo que a Apple faz, o Watch é fruto da preocupação incessante com os detalhes e fará dele um grande sucesso e com certeza sua vida será longa, ao contrário dos outros que foram “paridos” da noite para o dia e se achavam na vanguarda.

  • Gerinho Faustino

    Mais uma vez a Apple revolucionando o mercado.

  • Lipe.·.

    Eu nao compraria a pulseira emborrachada
    É tipo o iphone 5c… tem altissima qualidade, mas destoa perto de um 5s
    Mas óbvio minha opiniao pessoal apenas

  • Allan Guimarães

    Tenho uma dúvida, se você perde seu celular ou tablet tem como blouquear pelo iCloud, mas será que se por Ventura quem tiver seu Apple Watch roubada vai contar com esse tipo de “proteção” ? Pelo menos aqui no RJ não ta fácil…

    Abraços

    • Canjica

      Então, tecnicamente o relógio conta com um bloqueio que se ativa assim que tira ele do pulso. Rastrear eu sei que não vai dar, mas talvez ele se torne invalido tipo o iphone que fica trancado na ativação do iCloud, sabe? Quem sabe desanima a bandidagem…

      • Elton Fabricio

        Não desanima, porque o que está acontecendo agora é a venda das peças de um iPhone roubado, ou seja… os Watches serão roubados mesmo assim, desmanchados e vendidos às assistências técnicas fuleiras. Semana passada levei o iPhone da minha namorada pra trocar o display em uma dessas e perguntei por curiosidade quanto custa trocar o display do iPhone 6+…. sabe quanto? R$2.000,00. =O
        Agora, quanto será que vai custar a troca de um display de Safira do Watch? Provavelmente uma pequena fortuna, logo… existe “mercado” pra isso, infelizmente.

  • Juliano Nieckel

    É o melhor smartwatch até agora, mas ainda falta uma coisa (pra mim): bateria.

  • Cassio Delmanto

    vai ser um produto típico daquelas pessoas que vão pro exterior e trazem, porque no Brasil vai ser uma pequena fortuna… mesmo o modelo mais barato… e numa época em que cada vez menos pessoas usam relógio de pulso, não sei se isso vai pegar não… povo não gasta nem pra comprar um Champion de duzentão… imagina um desses por R$ 2.5 mil… hahahahaha… uma pena, pois sou fanático por relógios…

  • Cássio Teixeira

    Ótimo texto! Queria ver como é feita a troca de pulseiras. A pulseira fica presa à caixa por imãs?

    • vsalmeida

      Não, ela tem um pequeno botão na parte traseira, que vc aperta e desliza para um dos lados. É um sistema bem prático, mas não é compatível com pulseiras de relógios comuns. Mas acho que não vai demorar muito para sair as “alternativas”.

  • Rob Simões 

    O Apple Watch é absurdamente lindo e bem construído, uma obra prima, além do sistema operacional e das novas formas de interação criadas pela Apple, incomparáveis com o lixo criado pela concorrência. Não vejo a hora de ter o meu. Já esse Pebble é uma das coisas mais horrendas que já vi em minha vida. Nem aqueles relógios de plástico de camelô dos anos 80 eram tão feios. Não usaria um troço desses nem que me pagassem.

  • Neilton Neves

    Matou minha duvida quando comparou lado a lado com o pebble! Tava nessa dúvida entre 38 e 42!

  • Caio Ferreira

    Toda a minha preocupação era sobre a tela do Sport, mas agora já me sinto mais confortavel em compra-lo, só falta levantar os US$ 399,00… Falando nisso, tem alguem interessado num iPad Air 32gb Branco Wi-Fi ai ?

  • Elton Fabricio

    Vou comprar o Sport com a pulseira branca. Só estou na expectativa pra saber quanto vai custar aqui no BR.

  • Paulo Valim

    Depois dá pra comprar outra pulseira separado e personalizar?

    • Canjica

      Se forem as pulseiras específicas para ele, dá sim.

  • Juliano

    O review focou mais na questão da aparência e conforto de uso. se o objetivo é aimplesmente ter um relógio, o review acrescentou bastante. Se a intenção é comprar esse relógio por suas características smart, o review não foi produtivo. Por enquanto não vejo a vantagem de comprar um smartwatch só porque é bonito, confortável.

    • Canjica

      Juliano, as funções do apple watch já foram exaustivamente discutidas em centenas de sites e blogs pela internet e não se difere muito dos concorrentes já lançados (a não ser pela execução dos conceitos, claro). Nestes outros artigos do próprio blogdoiphone tem alguns vídeos que podem ilustrar melhor as capacidades “smart” do watch:

      http://blogdoiphone.com/2015/04/apple-divulga-videos-de-demonstracao-do-watch/

      http://blogdoiphone.com/2015/04/apple-atualiza-sua-pagina-com-novos-videos-de-demonstracao-do-watch/

      Se você tiver alguma dúvida com questão a funcionalidade e software, é só perguntar.

    • Juliano, não poderia ser de outra maneira, pois o relógio ainda nem foi lançado. Os de demonstração da loja nem dá para colocar no pulso e parear com o próprio iPhone.

      Quando pegarmos ele e usarmos por alguns dias, testando-o de diversas formas, aí sim teremos condições de fazer um review mais completo do aparelho. Antes disso, só se você conhecer alguém lá na Apple para nos emprestar um Watch. 😉

  • Eduardo Edu

    Acho que a palavra “primazia” foi mau empregada no terceiro parágrafo…

    • Canjica

      Eduardo, usei a palavra primazia como sinônimo de competência, excelência, superioridade, sublimidade, primor, perfeição. Poderia ser mais claro do porquê achar isso?

      • Eduardo Edu

        Procurasse isso no Google? Procure por sapiência também. De qualquer forma esta palavra é muito mais empregada quando usada na inovação de um conceito. Mesmo assim meu mestrado é em outra atividade. E o seu?

        • Gustavo Rezende

          Primazia quer dizer superioridade, excelência, competência, primeiro lugar. Todos sinônimos que se encaixam no texto e traduzem a ideia do autor.
          E no caso do “mau empregada”, além de faltar o hífen deveria ser “mal” com “L” por ser o oposto de “bem” (bem-empregada).

          • CarlinhosDOWN

            Sem falar no “procurasse”…

          • Eduardo Edu

            Parabéns Gustavo, deves ser o melhor naquilo que faz.

        • CarlinhosDOWN

          Vomitou prepotência, perdeu a razão.

          Tem gente medíocre que acha que basta fazer qualquer doutoradozinho de merda para se sentirem superiores e pisarem nas pessoas. Mas isso é só uma casca, porque lá no fundo elas mesmos sabem que continuam sendo a bosta que sempre foram.

          Este parece ser claramente o seu caso, dotô Edu.

          • Eduardo Edu

            Meu mestrado em universidade federal deve ser um mestradozinho mesmo. Eu mesmo devo ser muito medíocre por possuir um.

            • CarlinhosDOWN

              Você poderá até fazer doutorado, PhD e o escambal. Se continuar agindo como um babaca prepotente, será sempre o bosta que é hoje. Fique com esse ensinamento pra sua vida, nem vou cobrar por ele.

        • Juliana Giacomozzi Foschiera

          Vou aconselhar meu amigo Steve Jobs a terminar sua universidade. E o nosso caro Bill Gates. Pra que eles tenham o mesmo sucesso que o nosso amigo anônimo. Este conterrâneo, que faz muito bom uso das palavras.

  • timotéo lambert garcia

    Estou querendo um, mas gostaria de ver ao vivo antes. Será que consigo comprar na hora? Ou para uma entrega de alguns dias apenas?

  • Gustavo Rezende

    Depois que li que o Watch seria mais resistente à agua do que a própria Apple admite, acho que só faltava mesmo o GPS, tanto para track em atividades físicas sem depender do celular quanto para rastreamento em caso de perda ou roubo. Por mais que ele fique inutilizado se for roubado isto não me aliviaria tanto quanto o encontrar com o rastreamento. Creio que não foi adicionado nesta versão pela questão da duração da bateria mesmo. Tentarei esperar pela próxima versão. RsÓtimo texto, parabéns!

  • Sandra Giacomozzi

    É uma pena que no Brasil pra se usar um relógio deste só dentro de um carro blindado, e olhe lá! rs…! Parabéns pelo texto!

  • Laryssa Gow

    Estava pensando em comprar em um site do exterior que entrega aqui , quanto será a taxa que a alfandega vai cobrar? Alguem foi taxado ? Gostaria de saber aqui se alguem tem alguma dica ou passou por isso , gostaria de saber a taxa alfandegaria do apple watch sport em reais aqui