Curiosidades

Mais de 140 patentes foram atribuídas a Steve Jobs depois de sua morte

Steve Jobs

A maioria dos inventores dificilmente consegue criar mais de 100 patentes em toda a sua vida. Já Steve Jobs possui centenas, e 141 delas foram registradas só depois de sua morte.

Jobs morreu em outubro de 2011 e já tinha 317 patentes registradas em seu nome, entre elas a do “Personal Computer”, a do “cubo de vidro” da loja da 5ª Avenida, em Nova York, e diversas relacionadas ao iPhone e iPad.

Mas apesar do enorme número de patentes atribuídas a ele, muitos se recusam a chamar Jobs de “inventor“, pois muitas delas são relativas a projetos e não a tecnologias. Além disso, várias vezes o nome dele só apareceu no registro da patente por causa de suas sugestões e visão de como o produto poderia ser. Ou seja, ele indicava o caminho a se seguir em um produto, não sendo ele exatamente o engenheiro que colocava suas ideias em prática.

É claro que a visão que Steve tinha das coisas era determinante para que os produtos saíssem como ele esperava. Era este toque especial que fazia os produtos da Apple serem diferentes do lugar comum.

Jobs sempre dizia que queria deixar uma marca no Universo que durasse mesmo depois de sua morte. Pelo jeito, ele conseguiu.

via Business Insider

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados