Notícias

Regras para fabricação de tablets no Brasil foram definidas no Diário Oficial de hoje

O Governo Federal definiu hoje as regras para a inclusão dos tablets (MICROCOMPUTADOR PORTÁTIL, SEM TECLADO, COM TELA SENSÍVEL AO TOQUE (“TOUCH SCREEN”) – “TABLET PC”) no Processo Produtivo Básico (PPB), que dá isenção de alguns impostos. Segundo elas, não bastará apenas montar os aparelhos, mas parte da produção terá que ser fabricada em território nacional.

Para tanto, foi estabelecido um calendário preciso para a implementação das exigências, definindo a porcentagem de produção nacional as peças deverão ter. São elas:

Placa-mãe

Placas de rede sem fio

Transmissores de telefonia celular (3G)

Baterias e carregadores

Memória NAND Flash

Isso quer dizer que, se a Apple quiser começar a fabricar iPads ainda este ano no Brasil, terá que ter pelo menos 50% da placa-mãe do tablet com fabricação aqui, para poder entrar na isenção de impostos. A partir de 2012 ela terá também que fabricar parte de baterias, carregadores e memória Flash, com a porcentagem aumentando conforme o passar os anos. O plano é que, em 2014, grande parte dos componentes seja fabricado em solo nacional.

Agora que as regras oficiais já estão definidas, resta saber se a Foxconn/Apple tem condições de cumprir com as especificações ainda este ano. Caso contrário, o começo da fabricação do tão esperado iPad nacional pode atrasar.

Dica do MarcOlle Brandão e do JanjaBoy

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • Ohhhh My Gosh!

  • Ana Clara

    que pena :/

  • Manfredo

    acho que a produção não começa em julho… :/

  • Luigi

    Era muito bom pra ser verdade.

    • Nathalia Stellato

      2

    • Nathalia Stellato

      2

      • andre

        4

        • Marcos oliveira

          5

  • PauloAndre

    Dificil vai ser concorrer com o custo da mão de obra asiática. Acho ótimo os componentes serem fabricados aqui, mas isso vai tornar o produto tão caro quanto o importado (com as taxas de importação).

  • Jordany

    Ta é melhor eu correr pra pegar o meu iPad 2 com os preços que estão hoje pq vai demorar pra eles ficarem mais baratos hahahaah!

    • JanjaBoy

      Agora resta saber onde tu vai achar. 😉

      • JanjaBoy

        Amém!

    • Michel

      Concordo! Vou fazer o mesmo.. hahaha

  • Renato

    Pelo que entendi essa PPB era para a redução de 36%, não? So a mantagem daria os 31%… com mais 13% do desconto do IPI, que é regido pela PPB… Não é isso… ou estou todo errado?

  • Diogenes

    Acho que era mais fácil eles falarem que não queriam a fabrica aqui no Brasil.
    Eu não sei quais componentes a Foxconn iria produzir aqui no Brasil, mas acho que o Governo Federal podia ter facilitado um pouco mais para que a Foxconn e a Apple se influenciassem mais para começar a produção aqui no Brasil…
    Brasil sempre Brasil… Sempre criando dificuldades onde não precisaria ter…
    Mas no final de tudo… eu AMO esse Brasil 😀

  • Jordany

    Galera que não ouviu a entrevista que o iLex deu a uma rádio a respeito do lançamento do iPad 2 no Brasil ta aeww o link: http://cmais.com.br/2605-alessandro-salvatori

    *Não sei se meu comentario vai ser postado*

  • Cristian

    É pessoal, não duvido que o iPad custará o mesmo de agora, mesmo sendo montado no Brasil, essa história de ter peças fabricadas aqui, haha, vai ferrar com os descontos ! Como o PauloAndre disse ali em cima: “Dificil vai ser concorrer com o custo da mão de obra asiática”…

  • Daniel

    Eu fico de cara com os comentários “poxa, que pena…”. Gente que só olha pro próprio umbigo é osso.
    Mas isso é culpa do nosso histórico político, que nos impede de enxergar algo de bom sendo feito, mesmo quando é escancarado na frente da nossa cara…

    • JanjaBoy

      É que o pessoal quer tudo na hora, no talo, rápido, ligeiro e veloz!
      Tem que dar tempo ao tempo.

    • Marcelo Oliveira

      Concordo Plenamente! Dessa vez o Governo fez a sua parte, ou seja, diminuiu os impostos pra incentivar a fabricação nacional e com isto gerar empregos e com isso reduzir o preço do equipamento vendido por aqui. Vamos com calma!!!

      • Marcos F

        Eu acho que o governo devia dar um prazo maior.

  • Roberto

    Ainda bem que consegui comprar um iPad2 no dia do lançamento pq realmente vai demorar pra baixar o preço por aqui…

  • Picarus

    Isso torna ainda mais dificil a produçao do iPad aqui no Brasil, a Apple não fabrica os componentes, ela compra de outras empresas, Telas de LG, memorias da Samsung e etc….

    Sendo assim ela tera que emcontar novo fornecedores que produzam essas peças por aqui, esbarrando em mais dificuldades por causa de preço mais elevado e qualidade inferior isso e claro se alguma dessas peças ja for fabricada por aqui.

  • O Brasil nao quer tirar a reta não hauihau querem é ganhar dinheiro ainda dos nossos custos ;/ uma pena!!

  • Guilherme

    Interessante, po rum lado demorara mais para a compramos tablets com a tão sonhada isenção de impostos, por outro começa a se desenvolver no cenário industrial brasileiro um certa independencia de fabricas, pelo menos algo bom saiu desse governo. (Tomara que a inflação não acabe com o sonho de preços justos no Brasil)
    Aprovo essas medidas do governo que pela primeira vez, não quer so montar um fabrica que so monta, mas tambem quer montar a que produz.
    Vamos esperar e ver se isso vai ser positivo como eu acho, ou vai sair pela culatra devido a cara mão de obra brasileira frente a asiática.

  • Leandro

    É, tá mais fácil comprar de fora mesmo. Mas não acho que essas exigências sejam barristas, talvez até já se tenha conversado sobre isso por trás das cortinas, talvez seja mais barrista para entrada de outras que já queiram se instalar aqui. Pode até atrasar, mas eu não acredito que isso impeça vinda das empresas.

    E pelo contrário, não acredito que a mão de obra seja fator preponderante para não vinda, pq a isenção de impostos é bastante considerável, talvez seja como um cara falou em uma reportagem que não lembro do nome dele, nem onde ví (assim, a credibilidade vai a 0 =( ), que pode baixar muito os impostos, mas as reduções de preço vão em ordens menores, metade ou menos do valor percentual da diminuição dos impostos.

    Enfim, resta-nos aguardar.

  • Marcus

    Essas regras são ótimas, pois obrigam as empresas a trazerem tecnologia para o país, e não só pegar a mão de obra aqui. Mas tem o outro lado, temos que ver quanto as empresas estão dispostas a pagar para se instalar aqui, pois a mão de obra chinesa ainda é mais barata.

    Tomara que a Apple pense com carinho no nosso país, e realmente se instale por aqui.
    Por via das duvidas eu já garanti o meu iPad 2 com o preço atual mesmo, quem sabe o 3 eu não consiga comprar com isenção de impostos!

  • leandro

    Ainda bem que eu tem o meu!!!!

    • paulo

      Eu também, hehehe.

  • Augusto

    é, vou ter que comprar o meu nos EUA mesmo…

  • Monty

    Peraí, me parece claro que a Apple/Foxconn cumprirá estes requisitos!
    A lei foi feita pela Apple, para a Apple. A presidenta gerenta competenta esteve com o CEO da Foxconn não foi a toa.

    • Monty

      E, sinceramente, qual a dificuldade de fabricar componentes aqui?

      Para fabricar precisa de uma planta, matéria prima, equipamentos e gente. Constrói-se a planta, importa-se o equipamento, compra-se a matéria prima e contrata-se e treina-se gente.

      Fica parecendo que é o fim do mundo fabricar algo… Em algum lugar (pior que o Brasil) tem alguém fabricando, pode ser feito tranquilamente aqui.

      • Thy

        Então pq a apple compra componentes de outras empresas? O vidro é feito por aquela fabrica japonesa, como o blog noticiou aqui. A camera tudo leva a crer que sera sony. As memorias samsung o processador e a placa mãe em teoria são apple mesmo (mas são fabricados pela foxxcom mesmo???) isso mostra que comprar tais componentes é mais barato do que montar uma linha de montagem do zero.

        • Monty

          A Apple compra de outras empresas provavelmente porque o custo é menor do que ela produzir para ela mesma: o fornecedor da câmera provavelmente faz milhões delas para vários outras empresas também, o que baixa o custo. O mesmo para a bateria, e outros componentes.
          Como analogia tosca, seria o mesmo que uma grande construtora querer fabricar seu cimento. Não vale a pena, melhor comprar do que fabrica para todas as outras. Montadora de automóveis é a mesma coisa.

          • Thy

            Exato o que mostra que dificilmente a apple seguirá o coronograma já que deixaria seus produtos ainda mais caros…

      • Overlord

        Dificuldades?
        Bom, a primeira é custo, amigo.

        Montar um produto tem um custo infinitamente menor do que fabricar cada pecinha dele.

        E maquinário, gente especializada, matéria-prima e tudo mais demanda dinheiro… muito dinheiro.

        • Monty

          Overlord, custo não é exatamente um problema, se o negócio for viável. Monte um excelente plano de negócios de algo que custe muito dinheiro, que não terá dificuldades de encontrar quem o financie.
          Se maquinário, gente e matéria prima fosse problema, não teríamos indústrias no Brasil. Isso é solução.

          Até concordo que há diversos empecilhos para fabricarmos os componentes aqui, meu comentário acima foi uma provocação, mas definitivamente custo não é um deles. Foxconn, por exemplo, está disposta a investir R$ 20 bilhões aqui.

          • Overlord

            Só uma observação sobre a tua resposta: os 20 bilhões da Foxconn são para uma MONTADORA.

            Agora, fabricar cada componente exige muito, mas muito mais dinheiro.
            Se fosse barato, a própria Apple produziria todos os componentes do iPhone e iPad… e olha que ela até teria “bala na agulha” para tal ação.

            Não é à toa que ela depende de múltiplos fornecedores. E mesmo assim, ainda sofre quando algum fornecedor tem problemas de produção.

  • Victor

    acho que não vai rolar ipad nacional não. só vai ter tablet nacional mequetrefe.

  • Rogério

    Alguem tem alguma novidade sobre o jailbreak para o ipad 2?????

    Valeu

    • leandro

      Saindo nesta segunda o iOS 5.0 acho dificil sair tão rápido

  • Victor

    em tempo, viram ontem a reportagem no jornal nacional mostrando a quantidade de muamba entrando via ciudad del este – foz do iguaçu e que a polícia não consegue segurar?

    creio que uma política de importação menos restritiva iria trazer muita gente para a legalidade, aumentando a arrecadação. e isso diminuiria ainda a corrupção de agentes públicos em área de fronteira…

    não consigo crer que a política de importação do mundo inteiro estaria errada e só brasileira correta.

    • Thy

      Falou tudo!

    • Marcos F

      Concordo 100%

  • marcos

    Duvido que a Apple vai aceitar essas condições, a materia prima no Brasil é muito mais cara que na China, adeus sonho de iprodutos mais baratos no Brasil.

  • Maciel

    Na minha opinião essa foi a resposta oficial do governo para a entrada da Foxconn/Apple no Brasil.
    Nas reuniões entre o governo brasileiro e a alta cúpula das empresas acima citadas, estas condições foram apresentadas a eles. Ja estava tudo acertado, faltava a confirmação do que foi conversado anteriormente por parte do governo brasileiro. Do contrário não teriam divulgado investimentos tão volumosos para o Brasil.

    Agora é questão de tempo para a produção nacional dos tablets, quanto ao custo de produção das partes dos produtos é somente uma questão de demanda, quanto mais produzirmos menor o custo. Claro que em no primeiro ou até no segundo ano de produçao local, talvez não tenhamos o melhor custo de fabricação das memorias, baterias, placas-mães etc, pois a demanda ainda seria pequena, mas temos que lembrar que a estratégia da Foxconn/Apple é atender a demanda da região ( america do sul, america latina ) com a possível fábrica do Brasil e não apenas nosso país. Ai o jogo começa a melhorar.

  • edu

    Gente… é a claro q a Foxconn/Apple foi quem passou essas informações p/ eles publicarem.
    Os caras do governo federal são mais perdidos q o corretor ortografico do iphone… rrrssss

    • Monty

      Exatamente, Edu! Muita gente aqui precisa googlar “lobby”. 😉

    • Haroldo Werneck

      Realmente, o corretor ortográfico do IPhone é uma vergonha! O pior é que não vejo nenhuma ação para melhorar o corretor. E, na comparação, o corretor do Andróide é muito bom. Falta a Apple realmente enxergar o Brasil como um país diferente dos demais de língua portuguesa.

      • Marcus Malacarne

        Olha, eu achava o corretor ortográfico do iOS relativamente bom, alguns pequenos erros, mas nada muito grave. Mas teve uma atualização (nao tenho certeza, acho que foi a 4.3) que fez ele piorar muito, pelo menos em português, sugerindo palavras absurdas.
        E nas atualizações seguintes, nada foi feito para melhorar. Vergonhoso…

  • Wellington Lemos

    por um lado é otimo essas exigencias, geraçao de trabalho para os brasileiros e capacitaçao.
    ate que enfim pensaram de maneira correta, pode atrazar, mas que sejam bem feitos

  • leandro

    Vi hoje que tem na fast shop do shopping Burboun em Sampa Perdizes

  • O negócio é dificultar né… não é a toa que as coisas não saem depois….

    O conceito é bom, afinal, não só criariam fábricas de montagem, mas de produção (muito mais empregos e investimentos) seriam boas pro país, mas só são mais empecilhos para uma já difícil negociação com as grandes empresas, que tem muito mais facilidades em outros países, como china, japão, etc…

  • TiãoGavião

    Tó gostando de ver..
    Brasil ditando as regras, muito certo!! Quer ganhar dinheiro aqui, tem que usar nossa mão de obra e deixar tecnologia!!
    Parabéns Brasil, 🙂

  • Daniel

    Duvido muito que a Apple/Foxconn nao sabiam destas exigências… afinal, o lobby todo começou por “culpa” delas… ou estou errado?

  • Andre

    Claro que a Apple sabia, afinal um representante dela e da Foxcomm estiveram no Brasil e conversaram com a Dilma!!! Com certeza já foi tudo previamente negociado…

  • adrianozap

    Po Janja. Indica a matéria e ainda faz comentarios. Rs. Vai virar editor do BDI. RS

    • JanjaBoy

      Hahahahahahahaha…..
      Na próxima eu não comento nada. 🙂

  • Leandro

    Por razão de o iPad 2 ainda não ter jailbreak e ser muito caro comprei o iPad 1 com preço super reduzido. Pretendo comprar o 2 mas espero a redução de impostos. Enfim estou contente com meu iPad 1 e como se sabe novidade sai caro.

  • Leandro

    Será que teremos o iPad 3 ainda neste ano? Creio que não por que a Apple lançou o 2 após 11 meses do iPad 1. É esperar pra ver se fabricado no Brasil o preço reduza, mas tb acho que não vai baixar muito não.

  • Acho q a Apple vai desistir..

  • Leandro Melo

    Essa regra do PPB se não me engano é para uma redução ainda maior de impostos, já o enquadramento anterior que foi feito do tablet como computador já vai proporcionar uma redução de valor sim.

    Não é todo equipamento que possui o PPB, ou seja, a Apple pode optar ou não para isso, porem o trabalho do governo é deixar preparado a legislação caso aconteça.

    Vejam que a Apple não produz placa mãe, logo compra de alguem (Ex.: Intel) que tambem deve ter um PPB, desta forma os 50% da placa que a Apple precisa provavelmente tem um percentual ainda menor de peças nacionais já que o terceiro diz que é nacional e como tem o incentivo dos 50% na verdade pode cair 25% real.

    Outro detalhe a considerar, um componente como a placa mae ou a bateria pode ser montada no Brasil por um terceiro e vendida para a Apple (Foxconn) e será considerada 100% nacional mesmo que os componentes sejam todos do exterior, porem a montagem é nacional, isso é considerado um processo de industrialização.

    Vejam a exemplo os carros, muitos são considerados nacionais, porem todas as peças são do exterior, mas o chassi fazem aqui.

  • carlin

    A questão é que ela pode simplesmente começar a montar os iPads aqui sem se encaixar na isenção dos impostos.
    Depois da explosão da fábrica da foxcon na china acho que isso não seja tão difícil. Já que irá aumentar sua produção para suprir outros mercados.

  • Leonardo

    TO FELIZ, VAMOS TER AGORA O IPOSITIVO TABLET.. KKKKKKKKKK
    IPAD JA ERA..

  • Alvaro Venino

    É a primeira vez que vejo numa matéria aqui todo mundo com o mesmo pensamento. Todos conhecem o governo do país que moram.

  • William

    tava bom demais pra ser verdade… por isso grandes fábricas deixam de se instalar aqui e vão para outros países, pois as exigências chegam a serem ridículas. Sendo assim, compensa mais para as fábricas não se instalarem aqui e os brasileiros continuarem importando os produtos deles fabricados em solo estrangeiro.

    Uma lástima!

  • Allan

    xi já ferrou tudo. iPad mais barato virou um sonho

  • Allan

    Não se esqueçam da frase do presidente da china… “O Brasil não é um país sério” , portanto podem ter dado pra trás com a apple… Vide o andamendo das obras para a copa do mundo….

    • É verdade. De Gaulle foi o melhor presidente que a China já teve! 😛

      • Allan

        opssss… França… mas iLex, vc não sabia que os tatatataravós dele eram chineses?? o.O hahahahahaha
        …. é que eu estava com a Foxconn na cabeça… Sorry, Failllll. 🙂

  • Lga

    Não vai ter iPad e nenhum outro tablet no Brasil com redução de impostos. Não fabricamos nenhum componente aqui. Estes prazos deveriam ser muuuuito mais dilatados. A alternativa pra comprar mais barato vai continuar sendo o aeroporto…

  • Leandro

    Será que a presidenta Dilma lê o blog do iPhone ? Afinal ela tem um iPad. Ou tb tem iPhone?

  • Jordany

    A galera ta sendo muuito pessimista! Minhaa gente temos pensar que o Brasil ta mudando e mudando pra melhor! Se a populaçao continuar com esse pensamento ai é que não anda mesmo!

    #PensamentoPositivoJah!

    • Alvaro Venino

      Seu perfil é fake! Você é a DILMA! Hehehehehe…

      • Jordany

        kkkkkkkkkkkkkkkkkk Não, não sou fake uashuashushuahsu

        Mas é que a galera pensa muito negativo =/

        Vamo pra frente BRASIL! 😀

  • Ricardo Linhares

    Irão desistir deste País com impostos malucos….

  • Diego Diniz

    Muito boa essa medida para geracao de empregos, mesmo que demore mais a fabricacao no Brasil.

  • Mário J

    E eu que ainda tentei “sonhar” com um iPad 2 16 por 1,299 até o final do ano 😛
    jeito vai ser gastar mesmo e comprar quando vir o segundo, terceiro lote p/ o BR ….

  • Umbigo

    Olha, o mais importante é que eles fizeram, se não fosse assim nada seria desse jeito, mas de um jeito ou de outro isso se resolve.

  • Rafael

    Atitude mais do que correta do Governo Brasileiro!
    Tá na hora de as pessoas analisarem com mais profundidade esse cenário!

    Apple/Foxconn não podem só chegar e achar que o mundo/mercado é deles… aqui não é terra de ninguém, ao contrário do que a grande maioria (inclusive brasileiros) acha!

    Atitude mais do que louvável, que visa a tecnologia e não somente a montagem!

  • Eu só acredito que vai rolar fabricação de tablets no Brasil se eu ver, pq por enquanto tá só na conversa, e do jeito que o Brasil é, vai continuar só na conversa mesmo.

  • O Brasil tem tecnologia e empresas que possam suprir essas exigências. Temos fábricas de placas-mãe e HD no nosso país. O Brasil de hoje não é mais o Brasil do século XX, evoluímos muito economicamente, e temos tecnologia para produzir os componentes em nosso solo. É questão de tempo apenas. Com certeza todo esse cronograma foi discutido antes com a FOXCONN. Os impostos já foram reduzidos, agora é com eles.

  • Moska

    Sem sombra de dúvida fico orgulhoso de ver o Brasil pondo a cara pra bater!!!!
    É disso que a gente precisa, imposições para que nosso país sem estrutura nenhuma de tecnologia possa estar começando a engatinhar em demanda de pesquisa e produção de produtos de maior valor agregado. Claro que competir com os asiáticos esta muito difícil pra qualquer país, mas estas serão as regras do Brasil agora, pelo menos para este caso.
    É bem possível que a Apple reveja suas estratégias, mas acredito que não irá embora devido à estabilidade que o país vêm atingindo (espero que a Dilma e seu governo não coloquem tudo a perder), força do mercado interno e local estratégico (America Latina). Meu único porem, apesar de entender que a idéia de nacionalização de produto seria a 1° ordem, a idéia de Memórias Flash e Baterias criará uma barreira enorme para estas empresas estrangeiras, pois estes recursos a exemplo da Apple, não fabrica estes componentes e sim compra deste mundo Globalizado em que vivemos hoje. E ai, será que existirá flexibilidade nestas novas regras? Ex: O mundo todo compra baterias de Lítio da China, e por quê? Simplesmente porque eles possuem de 80% a 90% de todas as jazidas de lítio no planeta!

    Sou fã da Maça desde meu 1° 3G, e estou no aguardo de preços melhores para o iPad, mas ainda assim apesar de toda minha ansiedade e com o aparecimento desta oportunidade social, sou obrigado a colocar em minha ordem de valores o melhor para o bem comum (sem hipocrisia), e neste momento é o de apoiar as novas iniciativas que estão surgido ai!

  • Se depender da Foxcom esses incentivos não compensam pois na China os custos são menores, mesmo sem os tais incentivos… resumindo só em 2013 vamos ver essas reduções nos preços para os consumidores.

  • Junior Manoel

    Oh País fdp!

    Ao invés de atrair investidores para o Brasil eles afastam.