Notícias

iPhone 4 ainda vende como nunca, mesmo 10 meses depois de seu lançamento

Concorrência? Que concorrência? Hoje a Apple divulgou o resultado do seu último trimestre fiscal (jan/fev/mar) e o grande destaque disparado foi o iPhone, que bateu todos os recordes, chegando à cifra de quase 19 milhões de unidades vendidas nos primeiros meses de 2011.

Mesmo passando quase um ano de seu lançamento e com vários concorrentes se auto-proclamando killers, o celular da Apple continua sendo um sucesso estrondoso de vendas, com um aumento de 15%. E podia vender mais se os estoques fossem mais regulares (principalmente no Brasil).

Quanto ao iPad, as vendas do trimestre ficaram em 4,89 milhões, o que tem certa lógica se considerarmos que o período considerado contou só até o dia 26 de março, 15 dias após o lançamento do iPad 2 nos EUA e 1 dia após o lançamento internacional. Ou seja, muita gente deixou de comprar iPad em janeiro e fevereiro esperando o novo produto. A segunda geração, aliás, está sendo vendida cada unidade que sai da fábrica, o que quer dizer que as vendas estão dentro das estimativas da empresa.

As vendas de iPods, porém, tiveram uma grande queda em relação ao período de natal.

Na conferência, os diretores confirmaram o que era óbvio (apesar de alguns sites considerarem como um rumor possível): ninguém deve esperar um novo modelo de iPad para 2011. Também não devemos esperar por um modelo de iPhone com rede 4G (LTE) para breve.

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados