Notícias

BDI Investiga: Vivo já faz pré-venda do iPhone 4 no programa de pontos para clientes PÓS

A informação chegou ainda ontem a noite e hoje investigamos, confirmando-a: a Vivo já está pré-vendendo o iPhone 4 no seu programa de pontos, com prazo de entrega para 7 dias úteis. Isso nos pegou de surpresa, visto que nossas fontes afirmavam que somente a Claro teria autorização da Apple para fazer isso.

Mais uma vez a Vivo dará prioridade a sua base de clientes. Alguns deles (não todos) receberam uma mala-direta que revelava um número exclusivo para a pré-compra do iPhone 4: *8016. Através dele, clientes PÓS da operadora podem usar seus pontos para já comprar o seu iPhone, mesmo não tendo recebido o email (mas isso você não precisa dizer à atendente 😉 ). Não tem lista de espera, nem reserva e não precisa ser VIP: a compra já é feita na hora, com entrega em 7 dias.

Mas há limitações. A quantidade mínima de pontos necessários é de 15.000 e o preço varia de acordo com o plano e a quantidade destes pontos. O leitor Daniel Weslley, por exemplo, tinha 40.000 pontos e conseguiu comprar o seu iPhone 4 de 16GB por R$1.449,00. O modelo de 32GB custaria R$1.749,00 nas mesmas condições. Segundo informações, para quem tem mais de 300.000, o aparelho sai de graça.

Nós ligamos mais cedo para o número e confirmamos as informações. Ele é exclusivo para a compra do iPhone 4 e é somente para clientes PÓS com mais de 15.000 pontos. Tentamos simular um cliente de outra operadora que queria adquirir o aparelho, mas a atendente se recusou a nos vender.

Com a notícia, muitos poderão garantir o seu antes do dia 17, que promete ser tumultuado como todos os anos. Se você tem pontos com a operadora e quer muito um iPhone 4, esta é sua oportunidade: *8016. 😉

A dica foi dada pelo nosso leitor Daniel Weslley, que ontem conseguiu garantir o seu por telefone.

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados