NotíciasOpinião

Quer saber como acontece o problema de recepção das antenas? Então teste você mesmo

Muitos estão impressionados com as notícias que estão correndo o mundo sobre a recepção das antenas do iPhone 4, que trariam um defeito de projeto que faria perder o sinal da operadora ao tocar a mão na junção entre as duas antenas laterais (leia mais detalhes em “O que são aquelas fendas na carcaça do novo iPhone 4?“). Alguns até brincam, dizendo que “o engenheiro que deveria ter testado isso antes preferiu se embebedar em um bar“… 😛

Quem se deixa levar por esse frenesi todo, passa a acreditar que esse é um problema sério e que todos os novos modelos são assim. Nós aqui testamos e fomos chamados de tendenciosos por afirmar que não conseguimos reproduzir o problema. Até mesmo o conhecido jornalista de tecnologia do New York Times, David Pogue, citou: “No Twitter, a maioria dos meus seguidores parece indicar que é um problema que simplesmente não existe para eles“.

Então vamos conferir um dos vídeos que está circulando pela internet, do site italiano Melamorsicata. Mesmo se você não entender a língua, vale a pena ver o teste que eles fizeram:

Puderam perceber? Isso mesmo, é um iPhone 3GS!

É importante reparar que, com um modelo do ano passado, é possível reproduzir a mesma queda de sinal divulgado, mas a ligação não cai, mesmo com as barrinhas do sinal diminuindo. O problema na verdade sempre existiu, mas nunca se fez tanto alarde como agora. Por que será?

A Apple divulgou ontem uma nota oficial, dizendo:

Segurar qualquer celular irá resultar em alguma atenuação no desempenho de sua antena, com alguns lugares sendo pior do que outros, dependendo da colocação delas. Este é um fato da vida para cada telefone celular. Se você já experimentou isso em seu iPhone 4, evite pegá-lo no canto inferior esquerdo de uma forma que abranja ambos os lados da faixa preta na banda de metal, ou simplesmente use uma das várias capinhas disponíveis.

Confesso que eu também achei estranho, de início, uma empresa ditar o modo como eu devo segurar meu telefone para que ele funcione. Um suposto email (sim, suposto, pois pode ser falso, quem vai saber?) de Steve Jobs teria dito a mesma coisa, sugerindo evitar segurar com a mão esquerda. Mas se colocarmos em um contexto maior, isso pode não ser tão absurdo assim.

Pelo que parece, todo o celular realmente perde poder de recepção ao contato com a mão, mas nenhuma fabricante assumiu isso até hoje. O fenômeno só ficou popular agora, com toda a popularização do celular mais badalado dos últimos tempos. Por que ninguém falou nada no ano passado, quando o 3GS apresentava o mesmo problema? E os atuais proprietários deste modelo, quantos tiveram problemas de quedas de ligação ou problemas de recepção? (não vale aqueles ocasionados pela rede das operadoras brasileiras, ok?). 😉

O que se tenta aqui não é defender cegamente a Apple, até porque, se há problemas, eles devem ser expostos. Porém, me incomoda assumir uma informação como verdade sem primeiro analisá-la profundamente. E o fato é que muita, mas muita gente não está tendo este problema com o novo iPhone. Ele pode existir? Pode, assim como alguns brasileiros compram o aparelho com a tecla Início dura ou emperrada. Ou seja, como eu disse no outro artigo, a tendência é que sejam casos isolados e não um erro de projeto do aparelho.

Mas se alguns estão realmente passando por estes problemas, a razão pode ser das mais variadas. Uma delas é a própria energia estática da pessoa, que varia de indivíduo a indivíduo. Eu mesmo já vi o caso de uma amiga que teve dificuldades de usar a tela multitoque do meu iPhone, pois os movimentos simplesmente não aconteciam, ou aconteciam com dificuldade, precisando tocar três ou quatro vezes em um botão na tela para funcionar.

Isso explicaria o fato de que com alguns o problema acontece e com outros não. Se você quer saber se você sofre disso, não precisa nem esperar a chegada do iPhone 4: basta experimentar, como mostrado no início desta matéria, com um iPhone mais antigo. Ou, quem sabe, até mesmo com outra marca. 😉

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados