Notícias

Don’t cry for me: começam a aparecer casos de encerramento de contas na App Store argentina

A notícia é preocupante, principalmente para centenas de brasileiros que utilizam a loja hermana para comprar legalmente jogos na App Store. O leitor Lucas Macedo nos relata que sua conta argentina, sem mais nem menos, foi cancelada.

Lucas sempre possuiu duas contas, uma americana (para o download de apps de graça) e outra argentina (para poder usar o cartão brasileiro). O problema começou quando ele tentou atualizar um dos aplicativos comprados. Ao entrar seus dados de conexão, uma mensagem apareceu dizendo que sua conta tinha sido desabilitada por “questões de segurança”.

Lucas enviou um email à Apple para pedir explicações, e foi quando recebeu a fatídica resposta:

Caro Lucas Macedo,
Sua conta foi desativada por usar um cartão de crédito que não é argentino. Isso viola as regras da App Store. Se você tiver qualquer questão, por favor visite o link abaixo.

Obrigado pela compreensão,

Apple

Com a conta encerrada, o usuário não pode mais se conectar à App Store, tornando impossível assim a atualização de aplicativos. Também traz problemas na hora de autorizar novos computadores para a transferência dos aplicativos que já possui para o iPhone/iPod touch.

Por enquanto, apenas um caso foi relatado. Não parece ser uma atitude em massa por parte da Apple, apenas um alerta do que pode acontecer.

Infelizmente sempre existiu este risco, no qual já havíamos alertado. Porém, poucos acreditavam que a Apple pudesse fazer alguma coisa contra seus consumidores, que só tentam arranjar uma maneira de comprar legalmente um produto não disponibilizado pela burocracia brasileira.

Na verdade, as dicas de criação de contas em outros países deveriam servir como um quebra-galho, mas infelizmente não é tratado assim por muitos usuários. Boa parte deles (e podemos comprovar isso através dos números de nosso aplicativo Wallpaper Calendário) simplesmente não possuem uma conta na loja brasileira, preferindo usar exclusivamente a App Store internacional, até mesmo para aplicativos gratuitos. Este é um erro que pode causar dores de cabeça no futuro, se a maçã resolver realmente fazer valer as regras que nos faz concordar na abertura de cada conta.

O ideal é ter uma conta principal brasileira e só usar as outras caso o aplicativo não esteja disponível nela. Assim as perdas futuras serão bem menores, caso existam.

O que fazer agora?

Bem, sem pânico. Se você é um dos que compra sempre na loja argentina, há algumas dicas para não comprometer os aplicativos que já adquiriu.

Transferência de país: você pode transferir sua conta argentina (e até mesmo a americana) para o Brasil, mudando o seu endereço. Assim você não corre o risco de perder o que já comprou, mas em compensação não poderá mais atualizar aplicativos que não estiverem disponíveis na loja brasileira. Pense bem nos prós e contras. Não é possível voltar para a conta americana sem registrar um cartão de crédito dos EUA. Somente com um cartão de crédito é possível trocar o país.

Conecte-se na sua conta, através o menu superior direito no iTunes.

Existe um botão, onde você pode realizar a troca de país (Change Country). Para isso, você é obrigado a fornecer um número de cartão de crédito internacional no Brasil, além do seu endereço verdadeiro.

Com isso, você não corre o risco de ter sua conta cancelada e perder tudo o que comprou.

Mas para os jogos, o problema continua. Se você quiser comprá-los, a única maneira é ainda apelar para as lojas internacionais. A sugestão é que você crie/mantenha uma conta extra em outro país (argentina ou EUA), mas apenas para comprar/baixar aplicativos não disponíveis na nossa loja.

Inclusive os gratuitos: se você é um que só usa a loja americana para aproveitar as ofertas que acontecem de tempos em tempos, saiba que se um dia você perder a conta, terá que baixá-los tudo de novo, inclusive os que não estarão mais de graça.

Procure sempre usar uma conta brasileira da App Store, até mesmo para baixar aplicativos gratuitos. Só apele para uma outra caso o app não esteja disponível no Brasil.

Tomando esses cuidados, você vai diminuir as chances de se incomodar no futuro.

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • vsa.mac

    Sacanagem da Apple

  • Thiago

    Só me faltava essa agora… Comprei alguns jogos na loja argentina…. 🙁

  • ih rapaz, vou me lascar nessa brincadeirinha :T Valeu pela dica pessoal, vou salvar o que der aqui!

  • Mamede

    To lascado, se bloquearem minha conta perco tudo que tenho no meu precioso.
    Minha conta brasileira nem uso mais.
    Tenho conta nas APPSTORE da Argentina,EUA,UK,Brasil.

  • Guilherme

    O problema novamente não deve ser a Apple, mas sim a burocracia exigida pela legislação brasileira.

    Uma pena.

  • rodrigo

    Ué, mas mesmo com a conta cancelada, creio que nós não perdemos tudo o que já compramos, uma vez que os aplicativos estão instalados em nosso iPhone e também salvos em nosso computador.

    • Em nenhuma parte do texto diz que se perde os aplicativos…
      Mas você não poderá mais transferí-los para outro computador, nem atualizá-los. Quando vier o OS 4, por exemplo, se não for compatível, já era…

      • rodrigo

        Mas em uma parte do texto que diz que corremos o risco de perdê-los…

        “O que fazer agora?

        Bem, sem pânico. Se você é um dos que compra sempre na loja argentina, há algumas dicas para não correr o risco de perder todos os aplicativos que já adquiriu.”

      • Putz, e não é que é… 😛

        Eu quis dizer no sentido do longo prazo, como especifiquei acima. Mas vou dar uma melhorada no texto, para não ter dupla interpretação. 😉

  • Leandro Moraes

    Espero que não seja o começo de uma grande caçada, eu comprei muitos jogos na app store Argentina.

  • Raphael

    Alguém ai tem canal pra adquirir cartão de crédito estrangeiro?

    • Dudrone

      uma dica: gift cards.

      uma sugestao: maximuscards.com

  • Dudrone

    sacanagem da apple nada, os usuarios que nao leem o “contrato” na hora de criar uma conta… todo mundo corre o risco, independente da coisa (nao so itunes, mas que tal xbox live/psn??)

    sacagem sim, desse pais podre que é o burocrasil… bando de burros estao deixando de arrecadar uma grana com a venda de jogos na app store brasileira…

    • Diego Souza

      Burocracia algumas vezes atrapalha sim, mas veja bem.

      Se a Apple deseja vender produtos e/ou serviços em determinado país ela DEVE se adequar a legislação daquele País. Assim como na China os iPhones são vendidos sem WiFi, aqui a Apple não comercializa os jogos por causa da legislação. Certo?

      Mas agora, de quem é a culpa? Bom nos EUA os jogos tem que passar por uma classificação etaria como no Brasil. Porém, por algum motivo os jogos não recebem a classificação Brasileira. Nesse caso, acredito (é uma opinião) seja culpa da Apple que não solicita a autorização para comercialização de jogos aqui no Brasil e consequentemente, sua devida classificação.

      Então, muito fácil dizer: PAÍS DE MERDA quando não se tem conhecimento das coisas. Aliás, vc sabia que um senador americano ganha mais de US$ 300 mil por mês? Sabe quanto que os nossos ganham de salários mais benefícios? R$ 120 mil. Não estou defendendo, não estou acusando. Só acho ridículo o povo Brasileiro ficar denegrindo a imagem do próprio país quando no resto do mundo e no próprio EUA acontece igual ou pior. Tem gente que comenta “ah, mas se fosse nos EUA não seria assim..” mentira! Nos EUA poderia ser é bem pior. Será que ninguém lembra que até o lançamento do 3GS lá a AT&T não havia liberado o MMS? E o pior, não ter escolha! Só ter UMA operadora oficial no país, enquanto temos QUATRO! Enfim, quando analisamos bem a fundo, os EUA não são tão melhores assim quanto o Brasil..

      • Ceceu Veron

        Lol Vc acha pouco 120 mil num pais onde o salario minimo nao chega a 500 ??? Faça-me o favor…

      • Marcos

        Concordo em genero, numero e grau…

      • Carioca

        Meu caro, o salário ANUAL de um senador americano é de U$ 174.000.

        Não sei de onde você tirou esses U$ 300.000 por mês mas a informação não procede.

  • Thunderwalker

    Se eu transferir minha conta da store Argentina pro Brasil vou perder todos os jogos que comprei lá? Ou as licenças deles passam pro Brasil também? (mesmo não tendo jogos na store brasileira)

  • neto

    Eu só compro mesmo na appstore brasileira. Na americana só utilizo os app que estão free ou promocode, nem cartão de crédito tenho cadastrado.

  • Diego Souza

    Pois é iLex, achei que todos faziam isso, mantinham a conta principal brasileira e uma secundária. Quando comprei meu iPhone corri e fiz direto minha conta na AppStore Brasileira. Só depois com o passar do tempo que percebi que não tinha como eu baixar alguns aplicativos, ai criei a Americana que até agora utlizei somente para baixar alguns jogos gratuitos e tem funcionado muito bem.

    Boa dica para o pessoal ficar ligado e só utilizar as demais contas quando for necessário.

    Espero que a Apple esteja trabalhando de alguma forma para trazer jogos para o Brasil. Afinal, muitos usuários adoram jogos e com certeza é uma dos grandes atrativos daqueles que principalmente optam pelos novos iPods Touch.

  • Maurício™

    só eu amo Gift Cards, aqui?

    • Depois que eu tive problemas de cartão de crédito com a minha conta da Xbox Live, nunca mais fiz esses esquemas de cartão de crédito e endereços falsos. Sou cliente preferencial do Maximuscards. 🙂

    • henriqueG

      Eu tbm hahahaha

  • Mateus’

    iLex, me explica uma coisa:
    Se eu mudar a minha localidade para o Brasil, eu vou perder os jogos que eu tenho (ou futuros updates para eles ?)

    Porque se sim, é muita sacanagem isso, já gastei mais de 50 dólares na loja argentina ¬¬
    Espero a resposta ^^

    • Otavio

      Pelo que eu li e pela pouca experiência que eu tenho parece que sim. Não tem como transferir para o Br e manter/atualizar os jogos.

      • Falso.
        Ao mudar o país e mantendo a mesma conta, nenhum aplicativo será apagado do computador nem do aparelho, pois o arquivo possui o DRM (trava digital) associado à conta e não ao país.
        O que acontece é que, o Wallpaper Calendário, por exemplo, vai continuar existindo na conta brasileira e por isso, se aparecer uma atualização, a conta é informada.
        Mas para o jogo dos Simpsons, por exemplo (que continua funcionando, pois a conta não mudou), a loja não poderá informar de nenhuma atualização, pois ele não existe na loja.

  • Otavio

    Tenho muita coisa da App Store Argentina, principalmente jogos.

    Se eu comprar gift card e utiliza-los na App Store EUA o risco será que diminui?

    Porque assim, o que posso fazer é transferir a minha conta da Argentina pros EUA e retirar meu cartão de crédito. O que você acha iLex? Daria certo? Pode ser uma saída?

    Ótima matéria

    Obrigado

    • Toda conta fora do seu país de residência é passível de exclusão.

    • Edu

      O risco é menor, já que a única maneira de checar os dados seria por IP. E como as pessoas viajam de um país para outro sem alterar suas contas, é inviável fazer alguma coisa contra quem usa gift card.

  • “você pode transferir sua conta argentina (e até mesmo a americana) para o Brasil, mudando o seu endereço. Assim você não corre o risco de perder o que já comprou, mas em compensação não poderá mais atualizar aplicativos que não estão disponíveis na loja brasileira.”

    Eu me pergunto se eu é que não me expressei direito ou vocês que pularam essa parte.
    Se realmente não ficou claro, por favor, me falem para que eu mude. 😉

  • Guilherme

    Parece que a Apple esta se inspirando na Microsoft…
    A MS Baniu diversos usuários de Xbox 360 por usarem consoles desbloqueados, o que viola o regulamento da Xbox Live… e parece que a Apple começou a fazer a mesma coisa com quem usa conta de outro pais… violando o regulamento…

    Desde que criei a minha conta, isso logo no inicio da app store, sempre foi americana pois não tinha brasileira e ainda era possivel se cadastrar sem ter cartão de crédito… só uso Gift Cards para poder comprar aplicativos…

    espero não ter esse tipo de problema também… já que não possuo cartão internacional…

    • Hummm… Estranha a informação, pois a App Store brasileira nasceu junto com a americana.
      Acho que você quis dizer iTunes Store, não?

      • Guilherme

        Pode ser… mas não tenho certeza… pois quando me cadastrei foi mais ou menos no final de 2007… acho que nessa época não tinha app store ainda, não sei…

        E depois disso só acessei minha conta novamente no ano passado quando comprei meu iPod Touch… e ai já estava com cadastro na app store e sem cartão de crédito cadastrado…

      • iPc

        Ate hoje é possivel criar contas nas appstores de outros paises sem cartões de credito 😉

  • Leonardo K

    Meu deus. Tenho mais de 1000 dólares em aplicativos comprados na loja Argentina.

  • quer sabe de uma coisa eu quero fazer um abaixo assinado criticando a Apple por nao deixa ter aplicativos bons na nossa loja e por que? e pedindo a ela para colocar
    Estou indo fazer isso e pessoal peso que fassam tambem quanto mais emails ela recebe mais pressão terá e cionsequentemente ela tera que por.
    Topam?

  • Marco Aurelio

    Como faço para ter duas contas e na hora de sincronizar os apps com outra conta os apps não serem excluidos?

  • qual é o email da Apple para eu enviar o email para ela, pode ser em portugues, de preferencia ou em ingles

  • Andre

    Mas não é tão desesperador assim, pelo oq eu entendi a apple pegou o cara pq ele usou um cartão brasileiro… Então se o pessoa tem uma conta só pra pegar os free apps acho difícil eles te excluirem a tua conta pq n vai ter registro de cartão. Só se eles começarem a verificar o IP de cada vez que agente baixa um app.

    Desculpa se eu estiver falando besteira…

  • iLex, a maioria dos meus apps comprei na conta argentina, muitos jogos inclusive. Alterando o endereço para o brasil eu não perco o app, mas não poderei mais atualizar nenhum, é isso mesmo?

    • nilson

      Ele ja explicou isso a uma pessoa a cima, vc nao perde o aplicativo mudando sua conta da argentina para o brasil, mas caso saia um atualizaçao deste aplicativo, vc nao vai poder, pq nao vai consta mais seu cadastro la… So ler da de algumas pessoas a cima.

  • Estou assustado :O

  • Marlon

    Que sujera :/

  • Rodrigo

    Jailbreak! unica solucao

  • Fabian

    Só eu estou achando muito estranho esse e-mail da Apple?

    “your account was deactivated by using a credit card ”

    by using? E pq diabos o link de mais informações e da loja inglesa? Quem é um Help sem citação algumas sobre os termos de uso ( muito menos “termos de conduta” citado no e-mail) da Apple Store.

    Mas hein?

  • bruno

    é a apple me forçando a voltar p o jailbreak….

  • bruno

    isso é burrice, eles vao dexar de ganhar dinheiro pq o cartao de credito n é do pais, pense nos lucros apple, so dessa vez!

    • Concordo com o Bruno e Fabian…e se não me engano, isso já aconteceu há mais de um mês…

  • GustavoJ

    A culpa é da falta de interesse da Apple pelo mercado brasileiro. A culpa não é do governo.

    O Brasil não é o único país do mundo que possui regras sobre classificação de jogos eletrônicos, assim como de programas de televisão, filmes, peças de teatro, etc. Existem diversos tratados e acordos internacionais de proteção às crianças e adolescentes, inclusive firmados pela Argentina, que, acredito, deve tb ter um sistema de classificação por idades.

    As operadoras vendem jogos para celular há anos no Brasil, é só entrar no portal ‘ timdiversao ‘, por exemplo. Existem jogos bastante atuais lá, o que desmente o argumento de que demora muito tempo para liberar o jogo para venda.

    A Apple e as operadoras devem ser processadas por enganar o consumidor, já que não informam que os jogos não estão disponíveis para os compradores do celular no Brasil. Tanto que acabei de copiar esse texto da página da apple BR:

    “Percorra os aplicativos na App Store por categoria: de JOGOS a negócios, educação a entretenimento, finanças a boa forma. Todos os dias chegam novos aplicativos criados por excelentes desenvolvedores.”

    http://www.apple.com/br/iphone/apps-for-iphone/ (logo abaixo de ‘ Comprar na App Store’ )

    • Diego Souza

      Ótimo Gustavo!

      Realmente concordo com você. Achei que fosse somente eu que pensasse que a falta de jogos em nossa AppStore fosse desinteresse da Apple.

  • Edguitarra

    A sacanagem é ter deixado comprar e agora sair podando todo mundo. No ato da compra a Apple não barrou, ou seja, ela permitiu a compra, pois tinha condiçoes de ter barrado mas não o fez. Agora sem mais nem menos sai cancelando contas, ou seja, o erro é dela e não nosso (tipo pegadinha do Faustão, comprou eu deixei mas agora não deixo mais, te peguei!). Inclusive é possível administrar contas no próprio aparelho (por que? se é proibido ter mais de uma conta). A Apple deve explicações, pois quem criou a App Store foi ela, então a responsabilidade de barrar ou não é dela, depois da comprar efetuada é direito adquirido do cliente, portanto este terá os mesmos direitos de qualquer outro.

  • Marcioss

    O problema é que o Brasileiro está acostumado com o jeitinho, acha que é sacanagem barrar a sacanagem dele.
    A Apple está certa e está errado quem faz sacanagem criando uma conta FALÇA pra se beneficiar de algo.

    • Eu até fiquei com vontade de dizer a você o que realmente está errado, mas já me disseram para me controlar e não ficar fazendo piadinhas… 😛

      • thigimenes

        Mas que dá uma cosseira no dedo, isso dá… rs

  • Alberto

    Qual a confiabilidade das informações do Lucas Macedo? É seu irmão?
    Vc viu?

    • Que confiabilidade que eu tenho nele? Sinceramente, a mesma que tenho em você.

      E não leve a mal, mas é verdade. Se você me reportar que aconteceu alguma coisa contigo relacionada a App Store, vou ouvir e investigar sobre o caso. Mandamos pergunta para a Apple, que para variar, não respondeu. Eu não tenho razões para não acreditar em um leitor, ainda mais o Lucas que é frequente aqui.

      Repare que a notícia publicada aqui não é “Parem tudo! Fujam da App Store argentina!”. Tanto que o artigo que ensina como fazer a conta continua lá.
      O que a matéria chama a atenção (como já se fez várias vezes aqui) é que o ideal é ter uma conta brasileira principal e usar as outras só como quebra-galho. Isso é dito desde 2008, mas é sempre bom repetir.

      Uma boa interpretação da notícia é importante, senão arrisca passar vergonha pública ao falar bobagem e duvidar da minha idoneidade ao achar que eu só publico coisas ditas por parentes meus. Pegou mal.

  • sacanagem é não ter jogos na AppStore brasileira, mas até aí é uma opção da Apple

    mas tá lá na “EULA” que é contra as regras ter conta em outros países, nós que temos contas em outras Stores que estamos errados

    • bruno

      alex, o que eu quero dizer é que se nós estávamos errados o tempo todo, deveríamos ter sido barrados no ato da compra e não meses, aliás, 1 ano depois. Nos passamos a ser vitimas, foi um ato burro da apple

  • GustavoJ

    Na loja de games da Vivo, um dos lançamentos é o EA Sports FIFA 2010. Percebam que há a classificação etária, como em todos os jogos que lá são vendidos:

    EA SPORTS FIFA 10
    SEJA UM PROFISSIONAL NO FIFA 10!Experimente os novos modos de jogo,jogue com times nacionais e agora com multiplayer via bluetooth (verifique a disponibilidade) -> Conteúdo Livre para todos os públicos.

  • Leandro

    Uma pergunta que pode parecer meio tola…

    O pessoal que está tendo a conta cancelada estava usando cartão de crédito internacional certo?

    O problema é o que o endereço de cobrança que você poe no registro da Apple Store não é na Argentina certo?

  • Diogo Freire

    Eu queria tirar uma dúvida iLex.
    Eu tenho uma conta americana, porém sem cartão de crédito nela. Porém o endereço dessa conta americana é de um amigo meu da Flórida (EUA). Então eu corro o risto de perder também essa conta?

    • bruno

      nao, o motivo do lucas supostamente ter perdido a conta foi o fato de usar um cartao que nao era argentino

  • Rafael Nogueira

    Comprei uns 10 jogos e até agora graças que não ocorreu nada.

    Mas vou ficar sem comprar por um tempo para ver se é um caso isolado ou se estão começando a trancar isso mesmo. Mas vai ficar complicado para nós brasileiros sem opção de compra da maioria dos melhores jogos.

  • GRM177

    Favor ignorar alguns erros da digitação apressada, mas aproveito para acrescentar como alguns amigos disseram, o maior erro é que o cartão uma vez sendo internacional deveria funcionar em todas as lojas. Absurdo. Absurdo. Absurdo.

  • Bruno Jr.

    “by using” é bizarro. Soa fake.

    • Abel

      Faz sentido…

      Sei que não provo nada com isso, mas passe o texto em português no Google Translate: ele traduz “por usar” para “by using”. Não, espera, eu mesmo faço e colo aqui:

      “Caro Lucas Macedo
      Your account has been deactivated by using a credit card that is not Argentine. This violates the rules of the App Store. If you have any questions, please visit the link below.

      Thanks for understanding,

      Apple”

      Parecido, né?

      • bruno

        pode ate ser certo na traduçao livre, mas minha mae é professora de ingles e disse que essa nao é a expressao comumente usada paranotificação oficiais, soa um poucoinformal, e ate mesmo errado, caipira

  • GRM177

    Da mesma forma que a MS força o usuário para a pirataria ao lançar Windows 7 no Brasil somente na versão full (enquanto na Amazon.Com tem versão upgrade por metade do preço), a Apple parece forçar, até sem perceber, mas não é possível que não notem, o consumidor para o JB, se isso se confirmar, não tenham dúvidas, JB na veia (e JB no pior sentido).

  • Gilberto

    A;guem pode me dizer se o Android Market tambem tem esse tipo de limitação???
    Se não..meu proximo mobile com certeza rodará android….

    • No Android é pior ainda. Ele só usa Google Checkout, que não está disponível no Brasil. Ou seja, não é só jogo, é tudo!

      • GRM177

        Olha, usei o Google Checkout sem problemas para comprar meu domínio, mesmo sem estar disponível aqui, apenas usei cartão internacional.

        Sugestão, os comentários moderados não-liberados poderiam ser deletados apenas para quem escreveu saber se postou algo contrário às regras, ao invés de ficar indefinidamente moderados.

  • Paulo

    Cara, que confusão… Afinal, se minha conta Argentina for cancelada, os jogos que eu comprei através dela SÃO OU NÃO SÃO apagados na próxima vez que eu sincronizar?

  • carlos daniel

    podem suspender conta na loja US ?
    eu comprei um gift card de um colega meu

  • Max

    O problema é que ao usar um cartão brasileiro acabamos por usar um endereço falso na Argentina. Aí é que mora o problema, quem não gosta dessa história é a operadora de cartão de crédito, e se bobear é a própria que notifica a Apple do ocorrido pedindo para tomar providências. Isso porque quando se faz uma compra na internet um dos fatores de segurança verificados pelo vendedor/operadora de cartão é o “billing address”, ou endereço de cobrança. Se for diferente, é considerado fraude. Portanto, a Apple pode perfeitamente fazer isso para se defender de uma possível ação das operadoras de cartão por fraude. Imaginem se algum zé ruela se arrependesse de comprar um App e pedisse para a operadora de cartão cancelar o débito por suspeita de fraude???? Pelo baixo preço do aplicativo a operadora cancelaria na hora (porque a maioria tem seguro contra fraudes) e cobraria da Apple o valor, e a mesma nem poderá se defender, pois o endereço utilizado na compra é falso!!!!

    Felizmente só comprei o Flight Control, portanto, vou transferir minha conta para os EUA, e utilizar gift card a partir de agora.

    • Guilherme

      Concordo com email acima, mas é bom ressaltar que se é possível várias maneiras de checar se a conta internacional é falsa ou não, pelo email (.br), pelo IP, pelos vários endereços iguais tomados por muita gente, etc. Então mesmo usando o Gift Card há o risco, claro que menor.
      Nestes casos, acho melhor seguir como a matéria disse: ter como principal a brasileira e deixar a internacional (sem cartão) para a categoria dos jogos, usando o gift.
      Seria interessante quem tem a loja americana colocar um endereço que não seja comum a outros que abriram, para não dar suspeita. Mas também um endereço válido real.

      • bruno

        o problema é que eu tenho 14 anos, so compro jogos! p que q eu quero, tipo, quikoffice…..appbox….tipo, p nada…TOFU

      • ArmagedonNGB

        Concordo com você sobre os meios de poder verificar, mas então que eles façam o bloqueio desde o começo, permitir que o brasileiro possa fazer isso depois banir ele porque o fez é a mesma coisa que deixar o portão de casa aberto e o cachorro sem uma coleira, aí depois brigar com o cachorro porque ele fugiu.

        Abraços.

  • Rômulo

    Minha dúvida é simples.
    Se eu mudar minha conta pro Brasil e depois mudar de idéia, posso voltar para Argentina.
    80% dos meus aplicativos são jogos. Tenho quase a coleção completa da Gamelofet, não posso perder.

    Obs: seria legal ter mais informações sobre o caso do Lucas EX: como aconteceu , qual atualização feita, última compra, qual banco, se teve problemas com o cartão etc

    • ArmagedonNGB

      Pode sim e pode até fazer só para comprar um jogo e depois voltar ela para Brasil, mas eu acho arriscado ficar dizendo pra Apple que de 10 em 10 dias ou de mês em mês você vai para a Argentina ou para o Brasil saca? – sei lá.

  • Moondark

    Parece fake pra mim…

    http://discussions.apple.com/thread.jspa?threadID=122370

    Essa mensagem de security reasons aparece quando há muitas tentativas falhas de logar com a sua Apple ID…
    Alias quando pessoas sao banidas da apple store, suas apple IDs continuam vivas, mas nao tem acesso ao itunes…

  • Bruno

    Pq meu comentario pra o burro do falça esta laranja no iphone?
    Medo

    • Porque você exagerou na agressividade e o comentário ficou na moderação. 😉

  • Pierre

    Amigos,

    Vou deixar meu depoimento, tenho contas no Brasil, Argentina e Estados Unidos, meu cartão é internacional, até o momento tenho usado a loja Argentina sem problemas. Em relação ao cadastro, eu preenchi com todos os meus dados do Brasil, a unica coisa que mudei foi o CEP, coloquei de Buenos Aires. Vou continuar usando, porque tem programas que não encontro no Brasil, se a Apple quisesse ser rigida ela poderia facilmente bloquear as contas, antes mesmo do uso. Vamos aguardar, só espero que a Apple não nos deixe preso na loja Brasileira.

  • GRM177

    Bom, pode parecer exagero ou teoria da conspiração, mas há um fato que pode não ser coincidência…

    Ontem a ‘presidenta’ argentina destituiu do cargo o presidente do BC, e hoje por medida de um tribunal federal ele voltou, enquanto isso tramita uma ação impedindo que ela use reservas do BC para pagar dívidas com o FMI e outros organismos, em resumo, voltou o medo de calote como ocorreu uns anos atrás e derrubou o sistema financeiro do país.

    Parece loucura, mas pode ter alguma relação com isso, talvez as administradoras tenham alertado a Apple ou coisa parecida no sentido de que poderiam suspender o sistema de pagamentos de cartões estrangeiros naquele território.

    Não muda o fato de que a Apple poderia ter simplesmente alterado o sistema de pagamento das contas para a opção ‘none’ (nenhuma), por sinal, é a minha sugestão para quem não quer migrar a conta inteira, nem perder atualização de jogos, acho que seria inviável eles cancelarem a conta uma vez que não há cartão associado, removi o meu hoje a tarde.

  • Alex iPilot

    Questão interessante. Não critico ninguém, cada faz o que achar correto.

    Mas é bom lembrar ou informar, se alguém não souber, que prestar informações falsas É CRIME de falsidade ideológica. Aí vem o pensamento: “Ah, mas não dá nada!” … Esse é o problema da certeza de impunidade no Brasil… Daí começamos a fazer pequenas concessões, aqui e ali. Aonde vai parar? Como podemos cobrar honestidade dos outros (daqueles políticos famosos, por exemplo) se nós mesmos falhamos e cometemos um “crimezinho” que esta ao nosso alcance?

    Por que a Apple não se submete à legislação brasileira, como todas as outras produtoras de jogos que vendem no Brasil? E para nós, será que vale mesmo a pena cometer um crime para deixar a Apple confortável, acomodada?

  • GRM177

    Alex, embora no meu caso jamais tenha sido na filosofia do ‘não dá nada’, mas antes uma forma de possuir o que o aparelho oferece, temos que analisar a coisa do ponto de vista material, e não apenas formal, isso é estranho para leigos, mas o direito evoluiu muito.

    Por exemplo, furto de um alfinete é furto do ponto de vista formal, no entanto, na linha atual do STF jamais seria visto como furto material, logo, é irrelevante, não é furto (alguém que porventura ficar curioso, vide teorias de Roxin).

    De mesmo modo, o tipo penal da falsidade determina que se deve alterar a verdade sobre fato relevante, uma vez que a própria companhia do cartão de crédito aceita o pagamento, e poderia não aceitar, pois o CEP da conta é da Argentina, a cidade é da Argentina, me parece forçado aceitar falsidade ideológica.

    Inclusive os impostos são cobrados via cartão.

    O que me parece sim um tanto mal explicado e mais complicado, é, por exemplo, uma vez que este país tem impostos, como que os produtos na app store local custam o mesmo das internacionais? Embora seja aceito cartão local, pelo que entendi explicado pela própria Apple, todas as lojas estão nos mesmo lugar, nos U.S., logo, se for se falar em crime, tenho minhas dúvidas se a situação que a Apple criou é legal, uma vez que vende por meio de cartões locais, mas ‘aparentemente’ parace não haver recolhimento de nenhum imposto (se houvesse o preço seria diferente)…

    Os únicos que talvez paguem algo são os desenvolvedores, uma vez que deve haver comprovação de recebimento dos valores, e ingressa na renda. Mas e o ICMS?

  • GRM177

    Há ainda, em tempos de Internet, a questão de que nenhum direito é absoluto (se fosse um criminoso não poderia ser preso em função de seu direito de ir e vir), nessa linha me parece que há o direito a privacidade, uma vez que você não prejudica ninguém. Caso contrário, milhões de brasileiros ao preencher um cadastro de email, criar uma conta no orkut etc., mesmo aqui ao comentar no blog sob pseudônimos estariam incorrendo em falsidade. Eu vejo mais como uma proteção à intimidade.

  • Gabriel

    Não seria bem mais facil, pegar um cartão de crédito internacional e usar na amaricana?

    • Diogo Freire

      Não aceita. Somente de bancos americanos.

  • Alex iPilot

    GRM177, bom saber que há evolução, embora não seja por isso que fazemos essas pequenas concessões. Aliás, Direito não é minha seara mas já me disseram que a classificação/controle de software aqui é bem moderna, exemplo para outros países.

    Há uma discussão na Associação Brasileira de Empresas de Software – ABES – sobre a incidência ou não de ICMS sobre esse tipo de software porque ele não é vendido, ele é licenciado, e outros detalhes… Mas o ISS deve ser recolhido para o município, sim…

    • GRM177

      Interessante essa questão sobre ser vendido ou licenciado, todo caso, considerando o país em que vivemos, uma coisa eu sei, a Apple não poderia fornecer algo para quem está aqui, receber por isso, e não estar sujeita a tributo, essa questão da propriedade imaterial é complexa, mas me parece que algum deslize ela comete (seja ICMS, que não é apenas sobre circulação, mas também sobre serviços) uma vez que transfere riqueza daqui para lá.

      Acerca das concessões de que você fala não é menos complicado. Embora alguns possam usar dados falsos para se benecifiar (aí sim, crime), muitas vezes eu omito dados por minha segurança, não saio fornecendo meus dados abertamente na Internet, e o meu direito constitucional à privacidade é quem permite na medida em que eu não tenho segurança total.Quem sabe quando os bancos e sites forem 100% seguros se possa falar em exigência de dados.

      Agora voltando ao assunto propriamente dito, está estranho isso, só um relato até agora, eu tinha meu cartão cadastrado ainda hoje e não aconteceu nada, por via das dúvidas retirei e irá permanecer assim, mas não tenho dúvidas que se fizeram isso mesmo foi má-fé deliberada e radical, eles poderiam simplesmente apagar os dados e habiliar como nenhuma opção de pagamento como eu fiz manualmente, uma falta de respeito absurda com quem comprou (por dois anos, no meu caso) e de uma hora para outra muda as regras (e a Apple vive fazendo isso).

      E digo isso pq eles mesmos aceitavam o pagamento, uma vez que em nenhuma outra app store era aceito cartão internacional, é evidente que foi opção deles.

  • Lucas

    Me desculpe, Ilex, mas me parece que alguém lançou um boato FAKE e você mordeu a isca.
    Todas essas provas me parecem muito estranhas. Vamos às evidências:

    1 – Por que diabos o usuário, depois de notificado do fechamento de sua conta, teria as opções “cancelar” e “tentar”? Para caso ele tenha digitado errado dados da conta como email e senha? Me parece muito improvável. Vocês ficariam maravilhados com o poder do Photoshop.

    2 – Esse suposto email da Apple possui erros ortográficos.
    Como já citado antes, “by using” não está correto. O certo seria “Your account…deactivated for using…”.
    Segundo, “that is not Argentine”??? Pera lá…ou é “that is not FROM Argentine.” ou é “that is not argentinian.”

    3 – Por que o link enviado no email é da loja européia? Não faria mais sentido se fosse da loja americana?

    4 – A Apple não assinaria simplesmente “Apple”, mas sim “Apple Inc. blá blá blá”.

    Acreditem no que quiserem, mas me parece claro que tudo isso não passa de uma brincadeirinha de mal gosto.

  • Fabiano

    A minha conta brasileira q gastei um monte nela
    aparece q minha senha esta errada e nao pra responder a questao e nem reenviar um e-mail pra um nova senha.

    Sacanagem isso.

  • Carlos Cola

    Mandou bem Lucas!!!

  • Alex iPilot

    Sobre a questão de ser fake ou não, na minha opinião:

    – Até que se COMPROVE o contrário, deve-se dar crédito ao que uma pessoa diz;

    – O título diz que “começam a aparecer casos” mas no texto o iLex menciona ser um caso único. Então só há um?

    – “By using” esta correto. Tenho visto com MUITA frequência sendo falado e escrito na Inglaterra e na Escocia, a locução “by” infinitivo com “ing”;

    – Eu lembro que no caso dos iPhones franceses que mudavam de cor, explodiam, vazavam, esfarelavam, etc, o fato haver poucos relatos foi motivo forte para termos taxado como fake. E agora? Fomos injustos?

    • ArmagedonNGB

      Pelo contrário, não pode é se dar crédito antes de provar que é verdade, porque antes você se jogaria de um penhasco para depois ver que foi uma péssima idéia?

      Já que a conta está banida, diz pra ele passar o usuário e a senha para todo mundo ver a mensagem aparecer na tela do iPhone / iPod Touch, aí sim eu acredito, no mais os erros gritantes, links nada a ver com a loja argentina só levam a crer que é fake, isso aí dá pra fazer no Photoshop com as duas mãos amarradas nas costas e um pé atrás da cabeça, nem precisa o Photoshop até com o Fireworks faz fácil.

      Não vou ficar atirando a pedra não, mas também não serei quem seguirá o messias, nessas horas eu prefiro é não acreditar, até mesmo porque acreditar ou não, não fará diferença nenhuma não é? – a cagada já está feita e se tomar ban, JB no bicho e a Apple que se dane.

      Abraços …

      • Ok, então continue baixando TUDO pela loja argentina. Isso vai provar o quanto você está certo.

  • GRM177

    Lucas, possivelmente todos pensaram na possibilidade de fake imagino (ao menos eu), o rolo é que dadas dimensões do possível prejuízo em se ignorar isso, por ora, me parece sensato levar um pouco a sério.

    Não só pelas suas razões, mas uma outra, principalmente, me fazem pensar que não haveria sentido na medida, uma vez que a própria Apple é quem aceita os cartões internacionais excepcionalmente nessa loja.

    Na americana não funciona, nas europeias muito menos.

    E só um caso até agora, mais os erros que você levantou, é estranho, mas como dito, se por acaso fosse verdade o prejuízo seria imenso (só eu perderia mais de U$ 50-100) em apps, talvez por isso o alerta.

  • GRM177

    Uma coisa que me incomoda é a pergunta: – a fonte (quem relatou e/ou sofreu a medida) é confiável?

  • Lucas

    Caro, Ilex..não estou sugerindo á todos que ignorem as dicas dadas. Eu, por exemplo, tenho conta na Argentina mas baixo por lá apenas aplicativos que não estão disponíveis na loja brasileira.

    Agora não podemos ignorar que os evidências são dúbias e que tudo isso parece não passar de um boato!

  • Vamos aos FATOS:

    – a Apple pode e tem direito legal de cancelar contas de brasileiros feitas na Argentina? Tem.
    – se ela fizer isso, todos os envolvidos poderão ficar impedidos de atualizar os aplicativos que compraram nela? Sim.
    – isso vale também para a conta americana? Sim.
    – há muita gente que só tem conta internacional e nem usa a loja brasileira? Sim.
    – se por acaso, o caso citado no texto se comprovar falso, muda alguma coisa nos fatos citados acima? NÃO.

    Há a possibilidade do tal email da Apple ser falso? Sim, mas isso não muda em nada o teor do artigo. Eu só me pergunto, porque essa necessidade de caça as bruxas, se pouco importa para o texto se a declaração do leitor é falsa ou não?

    Se eu disser que pode sim ser falsa, isso acalmará o ódio no coração de vocês?
    Quem quer ajudar o Blog a realmente melhorar a qualidade das informações apresentadas, pode mandar email, como indica os termos de uso. Podemos discutir livre e abertamente sobre tudo isso.
    Mas se o objetivo for só se expor aqui, aí a meu ver, muda o foco e aí cai para a categoria “off-topic”.

    Esta discussão tende a confundir os leitores menos experientes e anula todos os bons conselhos (alguém discorda que são bons?) que foram dados aqui. Por isso os comentários, decididamente, não são o melhor lugar para discutir isso. 😉

    • ArmagedonNGB

      Acho que você entendeu errado iLex não é caça as bruxas é justamente porque tem gente menos experiente que se apavora com uma coisa dessa, vai trocar para loja brasileira, não vai criar uma argentina com medo de perder os R$5,00 que gastou no jogo lá saca?

      As questões que você levantou agora são ótimas e válidas, é que hoje a internet é inundada com fakes que vão de apavorantes à excitantes que acabam sempre com um fim, decepção no final, eu somente quero sem sacanagem nenhuma preservar o seu você e o seu blog (como tantos outros que fazem um bom trabalho) de poder acabar com uma face de tablóide em virtude de alguém que manda alguma informação à esmo para você sem um caso concreto.

      Não me entenda mal, as dicas são ótimas, cabe as pessoas julgar se são necessárias para elas ou não e você vem sempre fazendo um bom trabalho nesse sentido e merece esse reconhecimento, aí que entra que eu acho que é uma &^$# sacanagem se alguém lhe passar uma informação falsa que às vezes pode gerar resultados desagradáveis, como foi esse caso.

      Um grande abraço e desculpa qualquer coisa, afinal o blog é seu, mas como tem utilidade pública acho que o povo e as pessoas que lhe passam informações tem o dever justamente de preserva-lo.

    • GRM177

      Eu penso que faz alguma diferença, sim, se for falso.

      Isso porque, como dito, a própria Apple permitiu essa brecha, e instala um certo pânico (deve ter tido gente migrando conta e perdendo atualização dos games depois de ler isso ontem, eu mesmo quase fiz, mas percebi que há uma alternativa, simplesmente remover o cartão da conta e deixar sem opção de pagamento).

      A legitimidade de vetar dados incorretos implica em não ter aceito desde o primeiro momento.

      A quem discordar basta me explicar por que todas as outras stores não aceitam cartões internacionais, apenas a argentina, coincidencia? All right, earter bunny is coming soon.

      Acho também que o blog fez bem em divulgar (falei isso acima já), pode até ser falso, mas não é inverossímel, de fato a Apple tem o direito de fazer o que bem entende, o que eu discordo é que o consumidor não é obrigado a aceitar como se fosse um boneco nas mãos dessa empresa (embora eles tentem a toda hora, como tantas outras também).

      E a aparente contradição é que muitas vezes a posição do blog parece ser a de recomendar essa alternativa da app argentina, não de tolerar, mas agora com esse ‘boato’ parece ter mudado de posição, quase defendendo o direito da Apple em cancelar. Seria apenas interessante saber o grau de veracidade disso, está parecendo fake mesmo.

      Claro que talvez o fórum ou email fosse o melhor lugar para debate mesmo.

      Minha humilde sugestão é que os textos, artigos, deveriam ter uma postura mais crítica (não no sentido de criticar por criticar, mas de questionar), não é porque a Apple tem direito de fazer algo que está correta, direito ela tem de deixar tethering indisponível, de permitir transformar apps pagos em buy-in obrigando a recompra, de se vender para as operadoras e usar o consumidor como bem entender.

      O problema é quando o consumidor acha tudo isso aceitável. Exemplo? Cancelem as contas com dados incorretos, mas um email de alerta e um prazo de alguns dias seria muito mais adequado (e educado), uma vez que até os governos costumam dar prazos para readequação de regras em uma determinada situação irregular.

  • Gustavo

    Isso aconteceu comigo também. Mas, não sei como, continuo atualizando normalmente os aplicativos.

  • alexandre

    Essa coisa de querer usar coisas que não temos direito já me colocou em outro patamar de pensamento e atitude. E funciona assim: Não dá, não dá! Tipo como no comercial da Oi. “Posso usar meu bônus… Não!”. E é assim, não é não e pronto. Regra são regras. E por esse motivo de não poder comprar nada que eu queira (Jogos) na Apple com uma conta Brasileira que eu vendí meu iPhone 3G. Faz falta? Faz. Mesmo assim eu venho diariamente no blog e acompanho mesmo sem ter mais o aparelho. Eu não quero ficar fazendo gambiarras e ainda pagando por isso. Qual a diferença de ir contras as regras e fazer um jailbreak no aparelho e pegar os ipa´s piratas no torrent? No meu ponto de vista nenhum. Eu gosto das coisas certas. Esperei o aparelho chegar na VIVO. Depois que ví que esse tipo de contrato atrapalhava meu uso, eu resolví vender e me libertar desse tipo de regra. Dia desses eu fiquei super com vontade de comprar um PSP Go. Até criei uma conta PSN Brasileira. E como comprar jogos? Eu não tenho catão internacional. Não tem nas lojas um cartão que correponde o dólar. Você encontra em lojas espertos vendendo um cartão de US$ 20,00 por 85,00. Não quero isso. Quero chegar na loja e ter disponível algo que tenha valor de custo benefício. Que o jogo esteja em português do Brasil e não de Portugal. Até porque se conseguem fazer com o idioma de um país pequeno, por que não poderia fazer com o nosso? Então se a empresa não quer de forma justa e LEGAL iniciar uma relação de compra e venda comigo, não adianta fazer mundos e fundos para apenas sentir-se bem e poder mostrar aos outros o que tenho. Uma solução muita bacana que ví recentemente foi o Zeebo, pensado em quem é pobre, não tem cartão e não sabe inglês. Assim como muitos americanos que não sabem outro idioma e não tem cartão de crédito. A situação é a mesma em qualquer país. O respeito e o bom negócio justo para ambas as partes.

  • Rendeu uma discussão boa isso aqui, ein.. =/

  • zina

    se for verdade, fica ate parecendo que a apple não quer BRASILEIROS comprando iphone. se não temos jogos, e não podemos comprar com nossos cartões em lugar nehum.. tá ruim

  • está na hora do governo começar a aceitar outros sistemas de classificação de conteúdo (chamar de “classificação indicativa” é pedir pra chamar de “censura”) que não o seu próprio (por mais que o seu próprio já seja reconhecido há muito tempo) em vez de simplesmente barrá-los.

  • paulo pinheiro

    nao funciona mais esse lance de conta nos EUa, eu tinha uma ha mais de 1 ano e como meu cartao de credito venceu e tive de alterar a numeracao, ao fazer a mudanca, o sistema da apple informa que o cartao nao eh compativel com os EUA, isto porque cada pais tem uma sequencia numerica nos cartoes. se alguem consegue manter uma conta nos EUA, favor informar como?

    Anbracos,

    Paulinho

  • Alex iPilot

    Mas então é o governo brasileiro que tem que se dobrar à Apple???

    Todo mundo vende jogo aqui e só a Apple é que não pode cumprir a lei brasileira???

    Que eu sabia, a Apple não foi “barrada”. Ela nem tentou cumprir a lei.

    Bom domingo a todos! Como diz a música do Dicró:

    “É domingo de sol!
    Adivinha pra aonde nós vamos,
    Aluguei um caminhão,
    Vou levar a família para a praia de Ramos!”

    • é que a Apple tem o seu próprio sistema de classificação de apps (diferente até do sistema do ESRB – Conselho para a Classificação de Softwares de Entretenimento – responsável pela classificação de videogames nos EUA), e o governo brasileiro só aceita o seu próprio. quando um jogo sai na App Store, para ser vendido por aqui, ele teria que, primeiro, receber uma classificação do governo, o que seria inviável, já que não apenas seria uma segunda “peneira” (depois da peneira da Apple, obviamente), como também demoraria para sair só no Brasil, por causa da burocracia local.
      já para filmes e programas de TV, a iTunes Store usa o sistema de classificação local para cada conteúdo (se você for nas configurações de controle parental do iTunes, vai ver os sistemas disponíveis)

      • bruno

        problema dela se ela classifica os app com as proprias leis.
        a empresa esta no brasil e se quiser distribuir jogos tera de cumprir a NOSSA lei, ninguem tem que se curvar p ela, ela que se ajoelhe pra gente.
        é absurda a forma como voces acham a apple superior a seu proprio governo! pelo amor de deus.

        deixem de ser fanboys e caiam na real, se a apple quisesse cumpriria a lei e disponibilizaria jogos para a gente, mas nos nao fazemos diferença!

        nao é a toa que o iphone e um fracasso aqui, os ipods e os macs sao carissimos (nao é so culpa do governo nao), nossa store on line é um lixo….e com a slate vai ser pior……..cara e fracassada (por aqui)

    • Bruno: Se você acessar a página do Ministério da Justiça, vai ver que “2,1 mil jogos eletrônicos já foram classificados” desde 2001. Ou seja, em 9 anos. Coincidentemente, esse é aproximadamente o número de jogos atualmente na App Store. 20 novos jogos são lançados todos os dias. Se a Apple fosse liberar a seção de jogos da App Store, todos esses jogos teriam de ser classificados, enviando ao Ministério, para avaliação, “fotos, vídeos ou até mesmo jogos demonstrativos, com uma ou mais fases do jogo” (veja a página). Você realmente acredita que isso é viável? Além da obrigatoriedade da classificação, apareceu mais outra esses dias: foi aprovada uma lei, de autoria de um senador do PMDB de Rondônia, que criminaliza a comercialização e distribuição de jogos considerados ofensivos “aos costumes e tradições brasileiros” (note como isso é vago). Se alguém se dobrou, foi a Apple quem se dobrou ao governo brasileiro.

      Agora vamos esquecer completamente que existe iPhone, Apple, App Store, ou seja lá o que for: você realmente acha que essas leis fazem sentido em um país no qual traficantes derrubam helicópteros da polícia na vida real, não no GTA (que, aliás, é proibido no Brasil)? Essa lei foi estabelecida em 2002: será que realmente não havia nada mais importante para legislar na época? O Brasil é mesmo essa utopia na qual a preocupação mais séria são os “joguinhos violentos”? Será que estamos realmente cuidando das nossas criancinhas melhor que os norte-americanos, europeus e japoneses? Faz sentido manter toda uma estrutura e pagar, com o dinheiro dos nossos impostos, pessoas para avaliar “fotos, vídeos, ou até mesmo jogos demonstrativos”, quando, também por causa de leis como essa, não existe mercado formal de jogos no Brasil, e a criançada compra DVDs de PS2 na banquinha por 4 reais (por 10 reais leva 3)?

  • Natália

    É impressionante como o governo brasileiro atrasa o Brasil. Entre esta tal de classificação indicativa e a Anatel, o Brasil não avança nunca.

    • a Anatel não chega a ser um problema, o problema é a burocracia da Anatel para aprovar o aparelho.
      quanto ao sistema de classificação de conteúdo, o governo não esperava que lojas online de software baixável (como a App Store) fossem tão bem-sucedidas, e exigiu que quaisquer jogos eletrônicos vendidos aqui (principalmente em lojas físicas) só pudessem ser vendidos depois de classificados. pelo governo, obviamente. a App Store tem o seu próprio sistema de classificação para apps (diferente de todos os outros sistemas usados ao redor do mundo), e em países onde o governo regula o seu sistema de classificação, o sistema da Apple é aceito. o Brasil é um dos poucos países onde isso não acontece.

  • RafaelVaccarin

    Além do Lucas Macedo mais alguém teve sua conta cancelado pela Apple ???

  • GRM177

    Natália, o governo atrasa por mil motivos, mas não por esse, era só o que faltava um governo soberano (ao menos em tese) se moldar aos padrões de uma empresa, a empresa que se molde, se tiver interesse.

    É uma vergonha que o Brasil com uma população (acredito eu) maior que todos os outros países de língua portuguesa não tenha tradução própria nas store e nos apps (quando muito tem português lusitano, que mesmo depois da reforma tem suas peculiaridades), jogos então, acho que não tenho um único em português.

    No fundo, boa parte do que o Alexandre disse acima é que está certo, o brasileiro deveria ter brios e não comprar nada (mas não só iPhone, não comprar nada mesmo) até que dessem a devida atenção ao nosso mercado. E garanto que dariam, mas é óbvio que o consumidor local aceitando migalhas e ficando feliz, eles não tem pq mudar.

    • se ninguém quiser, aí que quem vende o produto vai desistir desse mercado, pelo simples fato da demanda não existir.

      • bruno

        o governo se importa se a empresa sair?
        lula quer mais e vender positivo minha filha!…….
        cada uma

  • Robervaldson

    O mais engraçado é que o Lucas Macedo e o Ilex devem estar achando um sucesso o fato de que tá todo mundo desesperado como boato fake deles.

    hahahaha

  • dogma

    O _probrema_ é que as leis TENTAM proteger o comércio interno `para incentivar a produção local e proteger as indústrias nacionais’. Isso é do tempo da DITAMOLE. E nem funfa mais na economia atual.

    A mesma lei que tenta _proteger_ a economia local da economia global ACABA NOS ISOLANDO, criando o efeito CUBA.

    Esses _leis’ antigas pracárai deviam ser revisadas. Pega o fone do Iphone e vê o cabo, está escrito: ‘china’ . Porque não foi fabricado nos USA? Globalização econômica. Coisa que o Governo brasileiro non vê.

    Vê o Japão, levou bomba (literalmente) e se reestruturou do quase_zero, até dona de casa fala inglês. Eu resumo o Japão como uma rocha pequena no meio do oceano e um dos maiores da economia mundial. Aqui no Brasil é enorme, água doce, terra fértil, não tem furacão (nem tanto), não terremoto, não tem godzilla e a tamo aí desse jeito. 😛

    Governo só sabe criar impostos, cargos e atrasar o país. Salário de Político devia ser 1 salário mínimo e pronto. Quero ver quem ia ficar. Só quem quisesse ver o país andar de fato.

  • Gilberto

    Quer saber?vou continuar a usar a argentina.Se a apple cancelar…como dizia meu pai ..OIAQUE!!!deixa pra lá..vou ter que me adaptar a app stotre brasileira(q é uma bosta).Não vou morrer com o iPhone…posso ter outra marca…sei lá?..no futuro vem um monte de coisa/celular bacana,tables etc…
    Só uma coisa…a Argentina(e outros paises da america do sul)aceita nossos cartões por causa do MERCOSUL.Por isso paises da europa,america do norte não aceitam.

  • Gilberto

    Ah e tem outra coisa esquisita…Será que a apple é capaz de checar qual pais emitiu o cartão de tanta gente assim?Falo isso pq eu usei na conta americana o propio endereço da apple em Cupertino com número,CEP e tudo.Na da Argentina usei um endereço de uma loja apple em Bueno Aires….
    Tem mais…ja comprei muita aplicação/game em outras lojas como handango pra um palm que tinha.Eu usava cartao brasileiro internacional….nunca tive o menor problema.Pq só na Apple???

  • Gilberto

    Pensando bem…talvez o MERCOSUL mude tudo….é um acordo que derruba as restrições comercias dos paises membros….Não sei se apple pode se intrometer nisso….É assim….meu cartãao pode comprar qualquer coisa no Chile,Argentina,Uruguai,Paraguai,etc….QUALQUE COISA.É como se em termos comerciais todos esses paises fossem um só….fica a idéia!

  • Serginho

    ao invés de mudar para o Brasil, caso queira transferir antes de perdê-la, não poderia mudar para a americana? sem o cartão de crédito?

  • Raul

    Imaginem os efeitos dessa informação e quem teria interesse nelas?

    Desenvolvedores de jogos e aplicativos?

    Só lembrando que quanta maior uma mentira maior é o número de pessoas que acreditam nela.

  • RMF

    Sobre o amigo que postou sobre regras, se todas estivessem certíssimas todos os bandidos estariam na cadeia e a ditadura ainfa estaria por aí! – democracia é o nome que rege nossa república federativa, nada de ” dê ao povo o que é do povo e para César o que é de César” aqui eu tenho o mesmo direito de César, bem como temos direito constitucional de arrancar o político que faz cagada senado e o povo ainda toma borrachuda nas costas ( pensando bem a ditadura se foi mesmo?) porque com o Collor foi rapodinho pra arrancar fora, porque ele congelou a poupança de um bando lucrando com expeculação de câmbio, estoque e alta inflação, sinceramente não sou daqueles que quero que o giverno passe a vida cagando na minha cabeça, mas sou bem honesto, nunca super faturei nada, nunca fiz uso de laranjas, não sonego imposto e ganho meu dinheiro honestamente e compro o que eu quiser onde eu quiser, se estiver com a porta aberta e aceitar meu dinheiro eu compro, se não quer que feche a porta na minha cara desde o começo,

  • Lecox7

    Mas eu tenho uma conta na store americana, e naum tenho nenhum app pago, msm assim tem chance de cancelarem minha conta?

  • GustavoJ

    Vejam só a loja da Gameloft NO BRASIL:

    http://br.gameloft.com/

    Vende jogos pra tudo quanto é tipo de celular, menos o nosso amado iphone…

  • Rômulo

    iLex.

    Achei muito válido ter uma conta brasileira também, nunca tinha passado pela minha cabeça isso.
    Bem posso ter as 2 contas criadas e ao mesmo tempo ter aplicativos de ambas no iphone.
    A idéia é passar minha conta atual para o Brasil e criar outra Argentina.

  • Rodrigo

    Infelizmente, nosso país(inho) sempre atrapalha o progresso com sua BUROCRACIA.

    Gostaria muito de comprar muitos jogos na App Store, mas o brasil não ajuda.

    Solução?

    JAILBREAK

    Só assim pra baixar e rodar os jogos no meu iPhone.

    Mas volto a esclarecer. Se algum dia existir a sessão jogos na App Store Brazuca, comprarei todos os jogos “genéricos” que tenho instalado.

  • Carlos wanderlan

    Acabei de me ferrar. Perdi minha conta na app store… Não tem jeito de tê-lá de volta? Mesmo para mudar o país para Brasil?

  • Rodrigo

    engraçado, Travaram a minha do Brasil ! As Americana e Argentina estão funcionando normalmente…por enquanto…mandei um e-mail para o suporte e estou aguardando a resposta.

  • Daniel Zamora

    Interessante… acabei de constatar que minha conta argentina teve o cartão apagado. Agora consta “No credit card on file” e, como é lógico, dificilmente poderei cadastrar outro cartão com endereço brasileiro.

    Não posso mais comprar, mas também não terei problemas com atualizações.

  • rodrigo

    Eu tinha uma id americana. Utilizava gift cards sem problemas. Acontece que eles bloquearam minha conta mesmo assim.
    Não conseguem explicar o que ocorreu e já tem mais de 2 semanas. O suporte no Brasil é horroroso e disse que não pode fazer nada.