Notícias

Preços altos fazem canadenses boicotar o iPhone

Na semana passada, a operadora Rogers (que possui o monopólio da rede GSM no Canadá) divulgou seus preços para o iPhone 3G, o que gerou enorme revolta entre os consumidores daquele país por causa dos altos valores apresentados e da duração mínima do contrato (absurdos 3 anos).

A indignação foi tanta que os canadenses fizeram uma página de protesto, com um abaixo-assinado que já conta com mais de 40.000 assinaturas. O objetivo é chamar a atenção da Apple para tomar providências sobre isso. 

Hoje correu a notícia de que a Apple reduziu o fornecimento de aparelhos 3G para o Canadá. Para alguns sites de notícias, isso seria uma punição à Rogers pela sua política de vendas. Nós do Blog do iPhone não pensamos dessa maneira.

Primeiro porque a quantidade está reduzida no mundo todo. A britânica O2, por exemplo, já anunciou que os consumidores só poderão comprar 1 aparelho por pessoa nas primeiras semanas.

Segundo, é uma questão de logística: se a quantidade de unidades está escassa no mundo inteiro e está previsto um boicote no Canadá, é mais do que lógico que a Apple prefira destinar uma parte da remessa desse país à outros mercados, não é mesmo?

Terceiro, a Apple (infelizmente) não pode interferir nos preços das operadoras, que têm a autonomia de estabelecer os valores de acordo com a situação do mercado em cada país.

Mas manifestos do gênero podem ser um grande instrumento de pressão popular, pois é uma propaganda negativa para a empresa. A Rogers vai ter muito trabalho para conseguir reconquistar a simpatia de seus consumidores depois de tudo isso.

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados