NotíciasOpinião

Senado aprova medida que aumentará ainda mais o preço do iPhone no Brasil

O iPhone não é o único smartphone caro no Brasil. Se formos ver os últimos lançamentos das grandes marcas, veremos preços similares nos modelos mais avançados. Há quem insista em negar que nossa cruel política de impostos seja a principal responsável pelos preços absurdos, mas o fato é que eles irão subir ainda mais. O Senado aprovou esta semana mais um aumento de impostos para importados, o que inclui produtos eletrônicos fabricados no exterior, como o iPhone 5s, 6 e 6 Plus.

A medida já tinha sido aprovada pela Câmara dos Deputados e precisa ainda passar pela análise da Presidente da República. Pelo texto aprovado, a alíquota do PIS-Pasep para a entrada de bens importados no país passa de 1,65% para 2,1%, e a da Cofins aumenta de 7,6% para 9,65%. O Poder Executivo justifica dizendo que a medida tem como objetivo aumentar a arrecadação e proteger a indústria nacional.

Mas infelizmente, já temos altos impostos há anos e isso não parece ter ajudado muito a indústria nacional. A nossa ineficiente infraestrutura e a escassez de mão-de-obra qualificada (culpa da Educação que sofre com cada vez menos investimentos do Governo) parece não permitir que a indústria nacional consiga produzir produtos com uma qualidade ao menos parecida com a de produtos importados. E mesmo para empresas nacionais, os impostos são pesados o suficiente para dificultar o crescimento.

E o pior de tudo isso é não ver este aumento de arrecadação de impostos surtindo algum efeito prático na nossa vida cotidiana. Pagamos mais, mas não vemos este dinheiro voltar em benefícios, como geralmente acontece em países mais sérios. Aí, fica difícil.

Leia mais sobre:

Ale Salvatori

Applemaníaco desde 1995, quando precisou aprender a usar um Mac em uma semana para conseguir um emprego em uma agência de publicidade. Acha que a Apple não é mais a mesma depois da saída do Gil Amelio.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar