Notícias

O dia fatídico chegou: Steve Jobs renuncia oficialmente ao posto de CEO da Apple

Este anúncio era esperado há tempos, desde que Steve Jobs comunicou que sairia de licença médica no início do ano, sem data para voltar (leia mais em “Steve Jobs entra de licença médica e se afasta da Apple por tempo indeterminado“). Em seu lugar, assume Tim Cook, que era o Chefe de Operações, enquanto ele ocupará a posição de Presidente do Conselho.

Parecia óbvio que isso aconteceria mais cedo ou mais tarde. O fato dele sair do comando, mas ficar supervisionando tudo de perto sempre foi uma espécie de processo de transição. Steve Jobs está doente e precisa de tempo para cuidar de sua saúde. Se sua saída acontecesse de uma hora para outra, o choque seria muito maior, com a credibilidade da empresa sofrendo um golpe bem mais forte. Mas todos já viram que a Apple já consegue caminhar sozinha sem a supervisão direta de seu fundador, tanto que chegou a ser a empresa mais valiosa do mundo em agosto.

Claro, Steve Jobs faz muita diferença em uma empresa e a longo prazo, ninguém pode afirmar o que será da Apple. Porém, é de se acreditar que Jobs já ajudou a companhia a armar um plano para os próximos anos, no estilo já conhecido dele: investimento maciço em pesquisa e desenvolvimento de novos dispositivos. Além disso, a estrutura já está formada, com iPhone, iPad e Mac como carros chefes, seguidos de outros produtos.

A Apple está em um excelente momento e não pode deixar escapá-lo. Para este anúncio estar sendo feito agora, é porque excelentes produtos estão sendo preparados para serem lançados até o final do ano (e de preferência antes da conferência dos resultados fiscais, em outubro).

Por isso, fiquem preparados que vem coisa boa por aí. Ah, e se você tiver algum dinheiro sobrando, invista em ações da Apple. Elas irão desvalorizar agora, com a notícia, mas subirão rapidamente no futuro, não tenham dúvidas disso. 😉

ATUALIZAÇÃO (20h54):

Eis a íntegra da carta de Steve Jobs sobre as mudanças na diretoria da Apple:

Ao Conselho de Administração da Apple e à Comunidade Apple:

Eu sempre disse que se chegasse o dia em que eu não pudesse mais cumprir meus deveres e expectativas como CEO da Apple, eu seria o primeiro a informar vocês. Infelizmente, esse dia chegou.

Tenho a honra de renunciar ao cargo de CEO da Apple. Eu gostaria de servir, se o Conselho julgar conveniente, como Presidente do Conselho, diretor e funcionário da Apple.

Quanto ao meu sucessor, eu recomendo firmemente que executemos nosso plano de sucessão, nomeando Tim Cook como CEO da Apple.

Acredito que dias mais brilhantes e inovadores da Apple estão por vir. E estou ansioso para assistir e contribuir para seu sucesso em uma nova função.

Eu fiz alguns dos meus melhores amigos da minha vida na Apple, e eu agradeço a todos pelos vários anos que consegui trabalhar junto com vocês.

Steve

Leia mais sobre:

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar