Notícias

Apple passa a fabricar o iPhone 6s na Índia, para reduzir custos

Acredite ou não, mas o iPhone é considerado um smartphone caro no mundo todo, não só no Brasil. Claro que em nosso país é preciso desembolsar um valor nominal bem maior (grande parte graças aos impostos), mas até nos Estados Unidos, onde custa metade do que aqui, os nativos consideram o preço alto para os padrões de lá.

Índia passa a ser o novo lugar fora da China em que a Apple escolheu para produzir modelos mais antigos, com custos menores.


Nem sempre o último modelo lançado é acessível para a população de países em desenvolvimento (e nós sabemos muito bem disso), o que faz modelos mais antigos se transformarem em uma maneira de trazer mais gente para o ecossistema do iPhone. Quanto mais usuários, mais aplicativos são vendidos, além de todos os serviços que a Apple oferece, que têm crescido bastante nos últimos resultados fiscais.

O iPhone SE foi uma tentativa de oferecer um modelo mais econômico para mercados em desenvolvimento. Porém, parece que as telas com menos de 4.7 polegadas não estão mais atraindo tantos interessados assim, com a busca cada vez maior por tamanhos grandes.

Segundo o site The Economic Times, a maçã começou recentemente a fabricar o iPhone 6s na Índia. Desde o ano passado eles já vinham produzindo o iPhone SE, e agora o modelo de 2015 se junta à linha de produção.

Assim como fez no Brasil em 2011, o objetivo da Apple é escapar das crescentes taxas de importação aplicadas pelo governo indiano, que hoje são de 20%. O mercado da Índia é enorme e a empresa de Tim Cook não quer perder consumidores por causa do preço alto. A solução é oferecer modelos mais antigos, com preços não influenciados por impostos.

No Brasil, se a fábrica local não serviu para reduzir drasticamente os preços, pelo menos alguns deles não dispararam com o aumento do dólar, como foi o caso do iPhone 5c que por um certo tempo podia ser encontrado por valores na faixa de R$1.300. Hoje, não há nenhum modelo de iPhone sendo vendido por menos de R$1.799. A não ser em algumas ofertas mais agressivas, em que se pode encontrar por tempo limitado um iPhone SE por R$ 1.498,50 se pagar no boleto.

Via
The Verge
Leia mais sobre:

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar