Aplicativos

Nubank começa a disponibilizar função de débito para seus clientes

Cada vez mais nossa vida financeira se concentra em nossos celulares. E o Nubank foi um dos primeiros no Brasil a fazer tudo por aplicativo, desde a abertura de conta até o gerenciamento do cartão em tempo real.

E nesta terça-feira (11) a fintech dá um passo à frente, lançando a modalidade de débito para o seu cartão.





O Nubank começou em 2013 oferecendo cartão de crédito e depois evoluiu para uma conta de pagamentos (a Nuconta), em que o cliente pode colocar dinheiro que rende automaticamente com taxas similares à Selic. A função de débito era uma das maiores solicitações dos usuários, que até então só podiam retirar o dinheiro da conta através de transferências bancárias (TED). Agora, será possível realizar saques em caixas eletrônicos da rede Banco24horas. Mas atenção: cada saque destes terá o custo de R$6,50 para o usuário.

A função débito Nubank por enquanto está sendo testada com alguns clientes, mas a empresa promete liberar para todos no decorrer de 2019.

“Em um primeiro momento, vamos testar o débito apenas com alguns clientes que já possuem o cartão e a NuConta e, aos poucos, vamos expandir para todos.”

Outro ponto importante é que o débito só é aceito em compras presenciais. Por enquanto, não está liberada para compras internacionais ou online.

O Nubank recebeu recentemente o aval do Banco Central para funcionar como instituição financeira. Com isso, a empresa não precisa mais depender de outras instituições intermediárias, podendo ampliar ainda mais seus serviços. Eles podem, por exemplo, passar a oferecer crédito pessoal aos clientes.

Este ano, a chinesa Tencent (dona do WeChat, da Supercell, da Epic Games, do PUBG e de diversas outras companhias famosas) investiu US$180 milhões no Nubank e ficou assim com 5% da empresa brasileira, que agora é considerada a maior fintech da América Latina.

Outro forte clamor, principalmente de proprietários de iPhone, é que o Nubank passe a ser compatível com o Apple Pay. A empresa, quando perguntada, sempre diz que no momento “está focada em outros projetos”. Quem sabe agora, com todas estas novidades, não cresce a esperança de um dia o roxinho funcionar no iPhone?

Leia mais sobre:

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar