Curiosidades

Confira os vídeos-guia em português do Apple Music

Assim que foi implementado, o Apple Music causou confusão em muita gente. Misturou músicas dos usuários com a gigante biblioteca do iTunes, mudou completamente a interface e muitos acabaram ficando perdidos no meio de tanta mudança. Por isso, a Apple resolveu criar tutoriais em vídeo para ensinar alguns passos básicos de como gerenciar sua biblioteca pessoal e conciliá-la com a do serviço.

Mas estes vídeos estavam apenas em inglês. Agora, eles estão disponíveis também na página brasileira, dublados em nossa língua. Não temos certeza desde quando esta tradução foi feita, mas o fato é que está mais fácil para brasileiros (e também para usuários em outros países que falam o português) entenderem melhor como funciona o serviço de músicas da maçã.

Veja um dos filmes:

Para visualizar os outros, basta acessar esta página.

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • Para muitos, música é tratado como religião. Hehehe, imagina o estresse que não foi. Demorou, Apple.

  • Igor Volanski

    O pandora ainda é imbatível!

    • Spotify é sem dúvidas o melhor. Google music também é bem bacana, e agora que eu tenho YouTube Red elenvem de graça. Eu gosto dos top charts deles melhor que o do spotify.

      Apple Music é meio blah.

      • Gabriel Brites

        Eu ainda prefiro o Deezer, acho mais inteligente

  • Marcelo Julião

    Tenho uma dúvida… Eu assino tanto o Apple Music, como o iTunes Match, e ontem me deparei com a seguinte situação.

    Baixei uma música pelo Apple Music, mas não consegui colocá-la no meu iPod nano quadradinho, pois como ele é um dispositivo offline, não aceita músicas baixadas pelo Apple Music, pois não tem como autenticar. Faça um teste e verá que as músicas baixadas com o Apple Music só podem ser inseridas em iPhones, iPads e iPod Touches com acesso a internet para autenticar a legalidade.

    Até ai tudo bem, a pergunta vem agora: O iTunes Match serve justamente pra isso, para “legalizar” músicas não compradas, possibilitando que ela seja autenticada e totalmente sua e possa ser usada como quiser.

    Se eu pago também o iTines Match, obrigatoriamente esta música que eu baixei com o Apple Music, não deveria ser liberada para ser utilizada no iPod nano ou gravada em um CD ou pendrive, como todas as outras da minha biblioteca?

    Não faz o menor sentido eu não ter de verdade a m;usina, uma vez que eu pago também o iTunes Match…! A Apple está comendo esta bola! Como fazemos para ter uma posição oficial dela em relação a esta questão? Vocês do Blogdoiphone poderiam entrar em contato com a Apple e fazer este questionamento?

    Grato!

    • Rodrigo Flausino

      O iTunes Match não faz isso, ele, na verdade, serve para “legalizar” os seus arquivos .mp3. Quando vc comprar um CD ou baixar um, o match vai disponibiliza-lo na nuvem. Já o Apple Music te da acesso ao acervo com DRM, proteção. Por isso vc não consegue ouvir no iPod. As musicas do Apple Music nunca serão suas, parou de pagar, tchau musicas. Vc pode ter o Apple Music sem o match e vice e versa. Um não tem relação com o outro. Acervo ilimitado de musicas = Apple Music. Disponibilizar os seus arquivos .mp3 na nuvem = iTunes Match. Espero ter ajudado

    • Rob Simões 

      Não faz o menor sentido assinar o Apple Music e o iTunes Match, cujo objetivo não é o de “legalizar” músicas como muitos falam. O objetivo do iTunes Match e disponibilizar na nuvem todas as músicas que você adquiriu legalmente, sejam de CDs ripados ou outras lojas.

      Só que o Apple Music faz também a MESMA coisa, por isso cancelei meu iTunes Match quando assinei o Apple Music. Aliás, sempre ficou claro desde o início que o AM não funciona nos iPods, com exceção do touch. Se você quer músicas no iPod nano, você deve compra-las na iTunes Store, pois no iPod nano você só pode colocar músicas que são suas, e as músicas do AM não são suas, elas são “alugadas”.

  • Juliano Galon

    Ajuda: em 2012 comprei pelo iTunes o álbum em comemoração a abertura das olimpíadas de Londres chamado Isles of Wonder, uma coletânea com música de vários artistas.
    Atualmente não tenho mais acesso às todas as músicas, nem no iTunes nem no App Música.

    Alguém sabe como fazer para recuperar as demais músicas?

    • Danilo

      Ja passei por isso com um Toque que comprei.
      Comprei um toque pela Itunes Store,não fiz backup porque achei que ficava em nuvem igual na Appstore,resumindo,Perdi.

    • Rodrigo Flausino

      Talvez se vc entrar na sua conta e ir em compradas, elas podem aparecer lá. Aí vc baixa novamente, mas só se for na mesma conta e no mesmo país de quando vc comprou o álbum

  • Desculpa Apple, estou usando o Spotify e estou sendo mais feliz… Eu encontro playlists de amigos e eles encontram e me seguem com muito mais facilidade, aliás a simplicidade é a alma do negócio, e pra mim isso está falando mais alto que ecossistema e suposta qualidade de som, ou curadoria humana. Curto ver o que os meus amigos estão escutando e ouvir também, a interação e opções são mais ricas e simples também. A Apple tinha que ter comprado o Spotify e não a Beats.

  • Jonas

    Não tirou minhas duvidas. Porque , quando eu conecto o iPhone no iTunes do pc , o app Apple Music apaga as musicas offline do app e eu tenho que baixar tudo de novo. E porque , as musicas que comprei e não tem no Apple Music , apagam juntas ou ficam com os nomes transparentes , sem ter como ouvir.

  • Sei que não tem nada a ver com o post, mas alguém aqui que for usuário de iPhone 4s podem me dizer como a bateria está se saindo no iOS 9.1? Ela dura pelo menos 5 horas de uso intensivo? Pois estou pensando em trocar meu Lumia 535 por um mas tenho medo da bateria pois me falaram que dura muito pouco.

    • Fabio Ricardo Bulgaron

      Antes o problema fosse só a bateria! Meu 4S ficou inutilizável com o 9.1. Fiz o downgrade. Mas acho que a bateria não vai durar 5 horas com uso intensivo.

  • Rob Simões 

    Já pra mim bastou dois dias de Apple Music para cancelar o Spotify. Tenho uma imensa biblioteca de músicas, muitas delas não existem nem no Spotify nem no Apple Music, mas o Apple Music coloca todas elas na nuvem, para ouvir por streaming ou offline, e as coloca junto com as músicas do próprio acervo do AM que eu adicionei. No Spotify não tem nada disso. No AM controlo facilmente as músicas pelo meu Apple Watch. Integração matadora. Playlists INFINITAMENTE superiores às do Spotify, qualidade de áudio superior e ocupando menos espaço, design muito mais bonito e diversificado, variando de acordo com as capas dos álbuns. E o 3D Touch? Usar o Apple Music com o 3D Touch é OUTRO MUNDO. Rádios muito melhores que não repetem tanto. Centenas de videoclipes (coisa que também não existe no Spotify). E também a integração com a Siri, sim, pois não há preço em estar dirigindo, virar o pulso e pedir para a Siri tocar as melhores músicas de 1979 e na hora ela criar uma playlist com as melhores músicas daquele ano, sem precisar tocar em nenhum botão.

    Me desculpe, mas ainda bem que a Apple comprou a Beats.

    • kkk Rob, eu não estou nem um pouco surpreso com a sua resposta. Você diz isso, mas a grande maioria das pessoas sente mais facilidade de usar o Spotify e não o contrário… Sofisticação não é simplicidade. Sem dúvida o Apple Music tem algumas vantagens, e que são prioritárias para você. Entretanto, pra mim não existe nada mais matador que as pessoas conectadas e sentindo o prazer de interagir com algo interessante e intuitivo, e nessas coisas o Apple Music é um epic fail. E se tem um jargão que o Steve gostava era o seguinte: “simples assim”, o Apple Music foge disso… Mas curto demais as suas opiniões e tenho certeza que o Ping recebeu opiniões bem positivas antes de ser extinto de vez… Acho que o melhor serviço, eleito pela maioria, já está sendo decidido pelos consumidores… e pelo que eu vejo na rua, e de longe, te garanto, não é o Apple Music. Lamento que com coisas tão boas ele não vingue…

      • Rob Simões 

        O Ping sempre foi um lixo completo, desde seu anúncio até sua extinção. Nunca vi ninguém falar bem daquilo, coisa do “deus” Jobs, que errava muito também.

        Quanto ao Apple Music, não bastaria ser simples. Tem que funcionar, e desculpe, mas o Spotify não funciona pra mim simplesmente porque ele não tem os recursos que eu quero. São fatos, e não há como negar esses fatos.

        – No iOS dá para baixar músicas em background no Spotify? Não, tem que deixar o app aberto e com a tela ligada, senão ele pára (e a contrário do que muitos dizem, tem como o desenvolvedor fazer isso sim, diferente de outras plataformas, mas tem).

        – Tem centenas de videoclipes dos mais variados artistas no Spotify? Não tem.

        – Existe uma loja de músicas integrada para eu comprar o que não exista na biblioteca do Spotify? Não, tem. No Apple Music tem, se chama iTunes Store.

        – O Spotify coloca até 100.000 músicas de minha biblioteca na núvem, para eu ouvir de todos os meus dispositivos, via streaming ou off-line? Não, o Spotify não faz nada disso. O máximo que ele faz é o que o iTunes já fazia há mais de 10 anos, sincronizando músicas que você joga no app deles de computador com o iPhone, ocupando espaço no aparelho.

        – E falando em espaço no aparelho, qual é a quantidade de músicas que o Apple Music permite ter offline no seu device? Pois é, não tem limite. Já no Spotify existe um limite ridículo de 3.333 músicas.

        – O Spotify tem integração com a Siri? Não, nem é culpa dele, mas não tem, e isso pra mim é MATADOR.

        – Tem integração com o Apple Watch? Não tem. Aliás, nem se deram ao trabalho de criar um app para o Apple Watch, nem para servir de controle remoto. E devido à demora para se adaptar às telas dos iPhones 6 e 6 Plus (que eu tive que implorar todo dia pra eles), nem sei quando isso vai chegar;

        – Dá pra usar na Apple TV? De jeito nenhum. Já o Apple Music na nova Apple TV é DESLUMBRANTE.

        Isso sem falar em todas as coisas onde já falei que o Apple Music é superior, curadoria humana, playlists muito melhores, sugestões que acertam em 99,9% das vezes (sim, o Spotify me recomenda pagode e funk, e isso nunca me aconteceu no Apple Music, pois eu eliminei esses ritmos na configuração inicial, que o Spotify também não tem), interface superior, rádios.

        O Apple Music também tem o Connect onde muito material exclusivo e inédito é postado ali pelos artistas. E isso também não tem no Spotify, nem em qualquer outro. E é sim muito legal.

        A única coisa em que o Spotify é superior é na parte social, pois ele permite que se busque playlists de usuários (coisa que a Apple nunca vai deixar pois ela gosta de controlar tudo) e veja o que os amigos estão curtindo. E só.

        E você acha que eu vou trocar tudo o que falei acima por esse único recurso? É ruim heim. Mesmo porque nunca fiz questão de nada disso. Tinha no Spotify e não usava.

        A única coisa que gosto de fazer é criar minhas playlists e compartilhar com amigos, ou assinar playlists que amigos compartilham comigo, mas isso eu posso fazer facilmente no Apple Music também,

        Outra coisa, o Apple Music com pouco mais de três meses já possuía 15 milhões de usuários, 6,5 milhões de usuários pagantes. Isso equivale a um terço da base de assinantes pagos do Spotify que já tem 10 anos, e compreende SOMENTE usuários de iOS. Se eu fosse o CEO do Spotify, me preocuparia, e muito, pois números como esses estão longe de ser um epic fail como alguns querem sugerir.

    • Caio Ferreira

      Concordo, utilizava o Spotify tambem antes do Apple music mas agora com toda a integração e facilidade em achar musicas novas que ele entrega não consigo voltar mais tambem, e tambem da pra compartilhar playlists com amigos. a Porcaria é não poder utilizar as musicas nos iPods, mas isso o Spotify não faz tambem rss

  • Rob Simões 

    Não entendo essa dificuldade toda. Quando assinei o Apple Music no dia do lançamento aprendi a usar em cinco minutos, e gostei muito. Extremamente fácil.

  • Concordo com tudo o que você falou! Também to super satisfeito com o AM.