Apple WatchVídeos

Apple divulga os três primeiros comerciais do Apple Watch

Cobertura NordwegChegou o grande dia de lançamento do Apple Watch e por isso, a empresa começou a divulgar nesta madrugada três novos comerciais para seu novo produto, reforçando o seu uso no dia-a-dia. É interessante notar que ela mostra diversos momentos em que o relógio pode naturalmente interagir com a nossa vida. Confira abaixo:

Rise

Us

Up

Nordweg Cobertura Watch

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • Ajustes

    Lindos comerciais, transmitem intensamente o conceito de “a criação mais pessoal” da Apple!

  • Thiago

    Tudo tão lindo! Apple sendo Apple! <3

  • Roney Cezário

    Como sempre perfeito, adoro as trilhas sonoras!!!!

  • Francis

    Com comerciais assim tão bem feitos, dá uma vontade enorme de vestir um Apple Watch, rápido, urgente, pra ontem!!! Kkk

  • Sou profissional da área de vídeo e tenho uma produtora! Toda vez que vejo a direção desses comerciais da Apple, fico imaginando o quão complicado deve ser aprová-los, sendo que tem a maçã como cliente! Hehehehe…

    Estão muito bons. O “Up”, especialmente, tem uma direção excelente! O link das cenas é muito bem pensado.

  • Guest

    São todos muito bonitos. Só acho que a Apple poderia (ou deveria, já que o próprio Tim Cook é gay) ter colocado um ou dois casais homoafetivos no Us.

  • Rafael Farina

    São todos muito bonitos. Só acho que a Apple poderia (ou deveria, já que o próprio Tim Cook é gay) ter colocado um ou dois casais homoafetivos no Us.

    • Dorinhavasc

      Nossa lá bem o ” politicamente correto” não tem necessidade disso.
      Se for seguir tudo que se acha certo, vai ter que colocar em um comercial muita coisa além disso.

      • Rafael Farina

        A omissão é o melhor meio de cultura pra opressão.

        • Dorinhavasc

          Rapaz tu não entendeu mesmo o que eu quis dizer….
          Não é uma questão de omitir, oprimir, nada disso.
          O que comentei aqui é que o “politicamente correto” não o vejo tão correto assim, não é porque um funcionário da Apple é gay, negro, asiático, ruivo ou pardo e assim vai…que um comercial tenha que ter “necessariamente” isso em seu conteúdo, entenda.
          O comercial está se referindo a sua interação com ele “relógio”, com a tecnologia, no seu dia a dia e, não na sua sexualidade, religião ou cor do indivíduo.

          • Rafael Farina

            NÃO HÁ lugar e espaço definidos pra discussões sobre sexualidade e questões raciais. Sabe porque? Porque quem diz “isso não é necessário” é geralmente branco e hetero, que são a maioria. A maioria jamais irá querer descer de seu pedestal, e dificilmente entenderá que é nas pequenas coisas (isso se um comercial da Apple é algo pequeno) que se muda. Você não vê necessidade porque isso não te incomoda. Isso não te incomoda porque você está bem seguindo no bonde da maioria, com os seus privilégios. Sim, você tem.

      • Rafael Farina

        Pra algumas pessoas (e talvez até mesmo pra você) não tem necessidade nenhuma de ter um casal de senhoras se beijando na novela da Globo no horário nobre.

        • Dorinhavasc

          Bom não assisto novelas (.)
          Mas uma novela não tem nada a ver com um comercial.
          Uma novela pelo que sei conta, narra histórias, drama das vidas das pessoas que tem algo em comum, que tem a ver com o desenvolver da novela. O autor cria a história e seus personagens, e os autores os interpreta, desenvolve uma história sobre a vida de seus personagens. Então se na história da novela tem a vida de um casal de gays, de muçulmanos, de asiáticos, de ladrões, é com a história da novela.
          É como em um filme. Entenda.

          • Rafael Farina

            Um comercial deve ser muito bem pensado também, por isso existem cursos de Publicidade e Propaganda. Eles não são feitos sem se pensar. Mesmo que por um minuto, um comercial também narra uma história, e o drama da vida das pessoas. Um comercial narra tão bem quanto uma novela a sociedade de hoje. Tudo é reflexo da sociedade (e geralmente das classes de poder).

            • Dorinhavasc

              Rafael com muito respeito prefiro que esta conversa pare por aqui, eu não te conheço e você muito menos a mim, e eu não dou certos direitos de você vir me dizer o que sou e como sou.
              Acredito piamente que você não entendeu mesmo o que eu quis dizer sobre o comercial.
              Veja bem apenas expressei meu ponto de vista, assim como você tem o seu.
              Passar bem!

            • JanjaBoy

              Rafael, você não entendeu.
              Você está querendo impor o que você acha que deveria ser.
              Vamos imaginar que: (deveria, já que o próprio Tim Cook é gay), (deveria, já que temos asiáticos trabalhando na Apple), (deveria, já que temos indianos trabalhando na Apple), (deveria, já que albinos trabalhando na Apple), (deveria, já que temos gordos trabalhando na apple), (deveria, já que temos de tudo trabalhando lá na Apple)
              Viu quão ridículo seria todos querendo impor o que acha que deveria?

              Tim Cook não ficou incomodado, aprovou o comercial. E você fazendo tempestade em copo d’água??

            • Rafael Farina

              Quem começou a tempestade foi sua namorada haha. Viu quão ridiculamente igual a mim você foi querendo impor que eu fui ridículo?

            • JanjaBoy

              Você continua não entendendo.

  • marcos adriano

    Emocionalmente apelativo…

  • André

    Li uma opinião de um jornalista de fora e, vendo os comerciais, acabei lembrando dela. Sua crítica era o fato de o relógio exigir que se olhe muito para ele e o quanto isso “é feio”. Acabei concordando com ele. O mundo ainda não tem os gadgets vestíveis como parte de sua cultura global. Hoje, já nos acostumamos um pouco à olhar muito para o celular e ver outras pessoas fazendo o mesmo, e mesmo assim achamos inadequado em certas ocasiões. O watch será igual, mas sem ninguém ter se acostumado à ele. Se imagine numa aula ou reunião: pior do que dar uma olhadinha no celular, é dar uma olhadinha no relógio a cada 10 minutos. Parece que você quer ir embora, que está desconfortável, etc. Mas o watch exige isso, e pudemos ver isso nos comerciais: você recebe notificação e olha o relógio, você sobe uma escada e olha o relógio… Uma coisa é estar conversando com alguém, você e a pessoa notarem que seu celular vibrou e você ligar a tela dele rapidamente; outra coisa é você receber uma notificação no seu pulso e olhar o relógio durante a conversa, na cara da pessoa. Um dia acho que tal ato estará mais comum e não será visto com maus olhos, mas hoje… Tá feio!

    • Marcelo

      acho que foi o review do theverge… ele falou que tava no bar com uma mulher e toda hora ficava recebendo a notificação de algum e-mail sem importância…
      E não acho que já seja aceitável ficar olhando o celular toda hora…. realmente todo mundo faz isso mas continua sendo irritante vc ta conversando com a pessoa e ela toda hora olhar pro celular… acho que a diferença nesse caso é que dependendo da onde vc ta com o celular vc pode “esquecer” ele no bolso e focar na conversa.. o relógio não tem muito jeito.. vai ta na sua frente e vai acabar olhando pra ele…

      • André

        Verdade! Gostei mais do seu posicionamento!
        Porém, por mais que seja grosseiro olhar o celular, ele ainda dá a impressão de que vc vai ver uma mensagem ou outra coisa (pode ate ser o relógio, mas não é o que mais se imagina que a pessoa vai olhar). Já olhar para o relógio de pulso, por mais que ele seja um smartwatch, pra mim faz parecer que você está contando o tempo pra sair daquela situação. Me parece ainda mais grosseiro do que olhar pro telefone.
        Não sei se mais gente pensa como eu… Hahaha!

        • No Moto 360 uma coisa que sempre me incomodou foi o fato de eu olhar as horas e sempre ver uma notificação tapando metade da tela. Um saco.
          No que li por aí, parece que as notificações do Watch, pelo menos, não ficam fixas, elas aparecem por poucos segundos e depois desaparecem, ficando uma bolinha vermelha indicando que há notificação para ler depois.

          Eu acho que, se eu estiver conversando com alguém e aparecer uma notificação, eu não preciso obrigatoriamente olhar para o relógio (mesma coisa que no iPhone), e posso ver depois. Tudo depende do uso que as pessoas fazem.

          • André

            Vamos ver como será o Watch…
            Me deixa mais tranquilo o fato de, caso ele esteja muito “chato”, eu acreditar que a Apple corrigiria com atualização do OS. Pelo jeito a motorola não se preocupou muito com isso no 360.
            E sobre olhar pro gadget sempre que chega uma notificação. Realmente… Preciso trabalhar meu auto-controle!

            • A Motorola não tem controle sobre o software da 360, as fabricantes de relógios Android Wear não tem controle algum sobre a interface do relógio. Quem cuida disso é a Google.

            • Mas o Android Wear não é baseado no Android? Uma variação dele? Porque se for a Motorola pode sim alterar o sistema como quiser, o Android é software livre.

            • Não sei como funciona exatamente, porém o Wear é um OS complementar e tem suas particularidades. Acredito que se alguma fabricante queira utilizar o sistema, seu pedido teria de ser analisado pela Gigante das Buscas. E por enquanto ela ainda não permite alterações na interface.

    • Felipe TX

      Dez anos atrás esse mesmo artigo teria falado que ninguém ficaria vendo o celular toda hora e que as pessoas achariam isso estranho, aí hoje você meia dúzia de pessoas sentadas numa mesa cada uma com seu celular na mão.

      Dentro de alguns anos será super normal as pessoas olharem seus relógios de tempos em tempos, mesmo que ainda seja deselegante, e vamos saber que estão vendo notificações, não a hora de ir embora.

      Ninguém nunca está preparado pro novo até que o novo venha, com todas as tecnologias foi assim. Só pra ilustrar, acreditava-se que ninguém dispensaria a oportunidade de assistir a uma ópera para ficar em casa vendo-a dentro de uma caixa. Falavam sobre a tv e, bem, existe um cômodo da nossa casa exclusivamente para ela.

    • Thiago Martins

      Telefone celular servia para telefonar. Foi inventado para telefonar pra alguém. Com a era digital veio o SMS, e com o iPhone veio os smartphones com telas touch, e a internet nos telefones, e os aplicativos, etc. Assim criou-se o hábito de olhar para o telefone toda hora. Até mesmo para ver as horas. O Apple WATCH, segundo entrevistas com os VPs da Apple, foi criado com a intenção, não só de lucrar muito, mas também a de diminuir a frequência com que as pessoas olham para o telefone. Só mesmo quando forem acessar algo que demore mais de 10 segundos ou exija o uso de um teclado, ou até mesmo usar um aplicativo ou jogo específico. Fora isso, o Watch resolve. Interações que levem de 1 a 10 segundos apenas. Claro que as pessoas vão criar um habito diferente de olhar para o “relógio” no pulso. Mas é uma ação muito mais sutil do que pegar o celular no bolso e ligar uma tela de 5,5″. E a humanidade vai sobreviver depois que se acostumar com o novo-velho hábito. E a bateria do seu celular vai agradecer.

  • Ricardo Sousa Barbosa

    Só eu achei o “US” uma vida sufocante? –‘

  • Vito O.

    Essas propagandas da Apple conseguem vender absolutamente qualquer coisa, independente de ser bom ou ruim. Eles são fodas. (Não foi uma critica ao relóginho, só um comentário geral mesmo rs)

  • Everton Pereira

    Como sempre propaganda da Apple sendo incríveis…

  • Danilo Longhin Tangerino

    Alguém percebeu no primeiro comercial que aparece um Apple Watch em português???

  • É espanhol.
    “Mensajes: Café o té?”

    Té = chá

    • Tami Otani

      Ain, iLex… jogou um balde de água fria na empolgação aqui, lol~

  • Tami Otani

    Lindos comerciais. Mas só reforçam a ideia que o Apple Watch não foi feito pra mim, sedentária que não gosta nem um pouco de exercícios, kkkkkkk
    #NaoDeixaDeSerLindo

  • Belíssimos comerciais! Achei interessante ver o Watch sendo usado no braço direito, com a interface “invertida” (ainda que eu use relógios no braço esquerdo mesmo). Algo óbvio, mas que ainda não tinha visto. 🙂

  • Filipe César

    quero um, mas é tão caro 🙁

  • Lucas Alcalde

    Comercias são maravilhosos, dá vontade de assistir tudo de novo, tudo de novo…. hahahaa Apple sendo Apple

  • Rodrigo Alineri

    Os comerciais da Apple são incríveis. Se ela lançasse um smart alfinete, ele seria único e maravilhoso em um comercial assim. Apple I Love You.

  • JanjaBoy

    FaceTime na segunda versão, para virar o relógio do Dick Tracy?

  • Arlindo Neto

    No último (up) a primeira cena que a mulher está vestindo um casaco e aparece o Apple Watch

  • Dorinhavasc

    Bom para mim foram propagandas normais, como outra qualquer.
    Quanto ao relógio acho ele grande, eu mesma que tenho o braço e pulso fininho deve ficar é feio…deve ficar um tipo ” Faustão”… Srsrsrs
    ffiquei aqui pensando será que vai ter película para o visor dele???? …por que se riscar feito o visor do iPhone, depois de 6 meses a pessoa não vê mais é nada.

  • WhatsApp

    Achei bem sem graça. As propagandas do iPhone forem no sense, “cool”, mas mostraram as fraturas do smartphone de forma pratica. Aquelas comparações do iPad com o lápis foram boas também. Não gostei dessas propagandas com o Watch.