Aplicativos

Enfim disponível! Saiba o que muda no novo iTunes 11 para Windows e Mac (atualizado)

Depois de tanta espera e atraso, finalmente a Apple liberou o novo iTunes 11, anunciado ainda em setembro mas só liberado no fim de novembro.

Mas afinal, o que muda nele? Veja neste artigo.

Programa visualmente redesenhado

O novo iTunes para computador traz um visual muito próximo daquele já adotado no iPad, com a possibilidade de visualizar os álbuns pela capa. Claro que, para isso, seus arquivos de música terão que já possuir as capas incorporadas.

Compare como é próximo do visual do aplicativo Música no iPad com iOS 6. A tendência parece mesmo unificar os sistemas de computador e dos dispositivos móveis.

Se você tocar em uma das capas, o programa abre uma nova janela embutida (visualmente parecido com as Pastas do iOS) que mostra todas as músicas do álbum. As que você não tiver na sua biblioteca, o iTunes completa, com o link para compra na sua loja.

Sincronizando iPhones, iPods e iPads

A coluna lateral da esquerda, que existia desde o nascimento do primeiro iTunes desapareceu. (Atualização: a barra ainda existe, mas não está visível por padrão. Para habilitá-la, basta ir em Visualizar > Mostrar Barra Lateral). Agora tudo é ajustado com os menus superiores. Para sincronizar e gerenciar o seu iPhone, iPod ou iPad, por exemplo, basta conectá-lo no USB e um botão aparecerá na parte superior.

Se você conectar mais de um aparelho no mesmo computador, o mesmo botão indica o número de dispositivos e abre um menu para escolher entre eles.

Usuários menos experientes talvez se sentirão confusos com esta nova maneira de apresentar os dispositivos conectados. O menu fica meio “escondido” e menos evidente.

Ao tocar no botão correspondente ao dispositivo, uma nova interface aparece. A opção de Fazer Backup agora é muito mais visível, diferente da forma anterior que era escondida em um menu. Agora ficou ótimo.

Novo MiniPlayer

O player minimizado do iTunes deixou de ser apenas um tocador limitado que não ocupa espaço, e agora ele oferece acesso a mais funções, sem precisar ampliar cada vez que quiser escolher uma nova música. Você pode buscar o que quer ouvir direto no MiniPlayer.

Recomendações

A função Genius foi aprimorada e agora sugere músicas do mesmo estilo que você está escutando na iTunes Store, para compra. Assim, ele sugerirá canções que você provavelmente goste e que talvez não se desse conta que estão disponíveis na loja.

O botão Seguinte também mostra a próxima música que você irá ouvir, permitindo que se altere a seleção para algo que você esteja mais afim no momento.

Lojas de cara nova

As lojas virtuais da Apple no iTunes 11 (App Store, iTunes Store e iBookstore) também receberam um tapa na interface, ficando muito, mas muito parecidas com o visual das lojas do iOS.

Histórico na iTunes Store

Se você escutou alguns trechos de músicas na iTunes Store (eu sempre faço isso, para descobrir novidades), um histórico do que foi escutado pode ser acessado facilmente no iTunes. Este recurso foi introduzido também no iPhone e iPad no iOS 6.

Integração maior com o iCloud

As músicas compradas na iTunes Store (ou baixadas de graça pelo Single da Semana) poderão ser ouvidas no computador sem a necessidade de baixá-las no computador, ideal para quem não tem muito espaço em disco. Um botão de download também permite que se baixe a música para casos onde não exista internet (em viagens de avião, por exemplo).

Também será possível escutar podcasts e programas do iTunes U de onde eles pararam, mesmo que tenha sido escutado em outro dispositivo.

Controles de volumes individuais para dispositivos AirPlay

Agora no iTunes 11 você pode controlar individualmente o volume para múltiplos dispositivos AirPlay conectados.

O iTunes 11 pode ser baixado gratuitamente para Windows ou Mac, neste link. Ou, se você já o tem instalado, basta fazer a atualização através do Apple Update.

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados