AplicativosResenhas

Testamos o Photoshop Touch para iPad, a nova ferramenta gráfica da Adobe

Conforme anunciavam os rumores, foi lançado hoje o aplicativo Photoshop Touch, versão para iPad de um dos mais famosos programas profissionais para computador. E nós o testamos para saber se ele é mesmo tudo isso que promete. A conclusão foi meio decepcionante.

Primeiro de tudo: Sim, ele é uma grande evolução do Photoshop Express que já existia para iPad, mas infelizmente a Adobe ainda não fez todo o dever de casa. Ele ainda não permite que os profissionais que trabalham com imagens ou os amantes do design dispensem a versão do computador, pois faltam muitas funções chaves inexistentes ainda no formato mobile.

Mesmo limitado, ele ainda traz muitas possibilidades que ainda não eram encontradas juntas em outros aplicativos. Para fazer edições rápidas e de emergência, ele pode sim quebrar um galho, mas para imagens mais complexas ele ainda não é capaz de atender os profissionais mais exigentes.

Para começar, não há muitas opções para texto. Esqueça sombras ou controle de espaçamento entre linhas e letras, pois não é possível controlar isso. A única coisa que dá para fazer com palavras é entortá-las (wrap) ou aplicar alguns efeitos.

Não há suporte a Actions (ações pré-gravadas que facilitam a edição de imagens) e nem o uso de plug-ins de terceiros. Você pode abrir arquivos criados no PS Touch (.psdx) direto no Photoshop do computador (Windows ou Mac), mas o contrário não dá muito certo: se você tentar abrir arquivos .psd no iPad, você perderá os layers.

Outro limitador é que você só pode trabalhar com imagens de no máximo 1.600 x 1.600 px. Para o tablet e imagens para sites está ok, mas para trabalhos mais sérios, é complicado.

Além disso, a única maneira de abrir arquivos no PC é através do uso do Creative Cloud, um serviço de armazenamento na nuvem (internet) da própria Adobe, de inscrição gratuita. Não dá para entender, mas não é possível recuperar arquivos e nem adicioná-los ao aplicativo através do compartilhamento de arquivos (file sharing) do iTunes e (o pior) o PS Touch não abre arquivos de outros aplicativos. Ou seja, mesmo se você tentar enviar o arquivo por email para o seu iPad, não poderá abri-lo com a função “Abrir com” existente desde o iOS 4. Não há interatividade do app com outros.


Não dá para abrir arquivos no PS Touch em outros aplicativos

Mas nem tudo são espinhos. Uma função bem interessante é o “Camera Layers“, em que você pode tirar uma foto no iPad visualizando os layers já existentes. No exemplo que já vem no programa, você pode tentar encaixar um chapéu de pirata no rosto de um amigo ou até mesmo no seu.

Diversos tutoriais explicativos (em inglês) estão disponíveis para ensinar ao usuário várias técnicas de edição com o aplicativo.

Para fazer com que o Photoshop de seu computador seja compatível com os arquivos do PS Touch e Creative Cloud, você precisa instalar um plug-in especial.

Para quem gosta de brincar com imagens e criar efeitos legais em fotos, o Photoshop Touch pode ser uma boa pedida. Mas profissionais mais experientes ainda não encontrarão nele uma boa ferramenta de trabalho. Pelo menos até a Adobe resolver melhorá-lo.

Para quem quiser experimentá-lo, ele pode ser adquirido na App Store (link) por $9,99. Compatível apenas com iPad 2 ou posterior, com iOS 5.

Se você experimentou o aplicativo, deixe suas impressões aqui nos comentários. 😉

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados