Curiosidades

9 de janeiro: há 5 anos, a Apple reinventava o telefone

“Hoje a Apple reinventa o telefone”

Nove de janeiro de 2007. Com estas palavras quase proféticas, Steve Jobs apresentava pela primeira vez uma das maiores criações de sua empresa e que revolucionaria toda a indústria de celulares: o iPhone. Este simples aparelho apresentou naquele dia características que pareciam de outro mundo, mudando a partir dali o conceito que todos tinham da palavra smartphone.

Era uma terça-feira, primeiro dia da Macworld Expo, uma das maiores feiras sobre Apple da época. Durante anos, a apresentação de abertura foi tradicionalmente feita por Steve Jobs, ex-chefão da Apple, que sempre aproveitava para lançar produtos ou mostrar dados e estatísticas da empresa.

Mas aquele ano seria especial. Havia muitos rumores que diziam que a Apple lançaria um celular próprio, o que não era fácil de acreditar, visto que ela era voltada mais para a venda de computadores (o iPod era considerado uma exceção na época). Mas os rumores eram fortes. A marca “iPhone” (nome lógico depois de produtos como iMac e iPod) já era de propriedade de outra empresa, a Cisco, e por isso era quase certo que, se o novo telefone surgisse, teria o nome de ApplePhone ou algo parecido.

A apresentação começou e durante meia-hora Steve Jobs falou de várias coisas: sucesso na iTunes Store, na linha de iPods e nas novidades da iTV, que a partir daquele dia passou a se chamar Apple TV (mais uma dica de que o nome do tal celular seguiria a mesma linha).

Depois de quase meia hora, o tão esperado momento chegou.

Era um anúncio importante para Jobs. Depois que terminou de falar da Apple TV, ele deu uma longa pausa de 13 segundos, coisa raríssima em suas apresentações. Deu um suspiro, tomou um gole de água, pigarreou e então começou a fazer o anúncio, sabendo que ele seria importantíssimo na história da empresa e, quem sabe, no fututo da telefonia mundial.


Ative as legendas no Youtube para ver a tradução em português

A apresentação foi realmente surpreendente, com vários momentos em que deixou de boca aberta quem assistiu, tanto lá no auditório quanto aqueles que acompanhavam por sites no mundo inteiro. O que muitos imaginavam que seria somente mais um celular, com teclas numéricas e uma maçã atrás, se revelou um dispositivo completamente novo, bem diferente do que se conhecia até então.

A tela maior, a ausência de teclado físico, o multi-touch, o Google Mapas, o acelerômetro, o scroll com inércia e o movimento de pinça para aumentar imagens foram as novidades que mais marcaram a todos, alimentando discussões até o final de junho, data de início das vendas do aparelho.

Além de ter influenciado totalmente o mercado de celulares, o iPhone ajudou a fortalecer a marca Apple, inclusive no Brasil, que antes era conhecida apenas por fabricar “aqueles computadores esquisitos que não rodam Windows“. O iPod mesmo não tinha sido tão eficiente nisso.

Quem pode acompanhar na época esta apresentação concorda que foi uma das melhores e mais emocionantes apresentações de Steve Jobs. Realmente um dia inesquecível. 🙂

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados