Dicas de iPhone e iPadiOS

Como funcionará o recurso de herança digital no iOS 15.2

Pense agora no seu legado digital antes de partir.


Hoje em dia, pode-se dizer que nossa vida inteira está dentro do celular. Senhas, fotos, documentos, vídeos, contas bancárias. E grande parte desses dados fica guardado na nuvem.

Nosso ID Apple também é importante para desbloquearmos dispositivos como o iPhone, iPad e Apple Watch, para restaurá-los e serem usados por outras pessoas. Sem o código, o aparelho fica bloqueado naquela conta e não pode ser reutilizado.

Mas um problema que aflige muita gente é quando a pessoa morre. Como ter acesso à conta em casos como este?

A Apple até concede acesso ao iCloud para um familiar próximo quando é apresentado o atestado de óbito, mas é um processo burocrático e por vezes demorado.

É por isso que ela quis simplificar este doloroso processo, incluindo a partir do iOS 15.2 um recurso que permite designarmos uma ou mais pessoas que poderão acessar nossa conta do ID Apple em caso de falecimento.



Legado digital

O recurso permite designar uma ou mais pessoas para serem os “herdeiros digitais”, podendo facilmente ter acesso à conta do iCloud em caso de necessidade.

Há duas maneiras de fornecer esse acesso: ou enviando uma autorização ao aparelho da pessoa, ou então imprimindo um código QR em um papel, para ser incluído nos documentos da herança, dando assim acesso somente em efetivo caso de morte.

legado digital

Contato de legado

Para determinar alguém que possa ter acesso aos seus dados no futuro, você precisa fazer isso ainda em vida.

A partir do iOS 15.2, basta ir em Ajustes no seu iPhone e tocar no seu nome, no alto da tela. No menu Senha e Segurança você encontrará a opção “Contato herdeiro” ou “Contato de legado“.

legado digital

Ali, você poderá adicionar um ou mais contatos, para herdarem a sua conta do ID Apple no futuro.

Depois de acionado, é gerada uma chave de acesso que é o que permitirá que o contato adicionado ganhe acesso futuro à conta.

Chave de acesso

Há duas maneiras de você passar essa chave de acesso ao seu contato. Uma é imediatamente, via iMessage. Outra é imprimindo em um papel.

Pelo iMessage, o contato terá em posse a chave, podendo solicitar o acesso à conta a qualquer momento, desde que apresente os documentos necessários.

Caso você opte por imprimir uma cópia, aí ele cria um QR Code específico para aquele contato, para ser escaneado em momento oportuno e dar acesso à conta. É útil caso você só queira deixar a chave entre documentos que serão visualizados no momento da ausência.


Só por cima do meu cadáver

É importante salientar que seu contato autorizado não terá o poder de acessar seus dados enquanto você estiver vivo. Sua privacidade continua sendo respeitada e protegida.

A chave de acesso servirá para facilitar o pedido à Apple para ter acesso à conta. E ela só dá esse acesso ao legado digital com a apresentação de documentos que comprovem a morte do titular.

Caso o contato herdeiro quiser ter o acesso no momento fatídico, deve acessar um site especial e realizar a solicitação.

Caso o falecido não tenha designado um contato herdeiro, é possível ainda um familiar solicitar a remoção do Bloqueio de ativação do aparelho, apresentando um documento de comprovação de óbito. Neste caso, toda a conta será apagada e os dados perdidos, porém o aparelho ficará disponível para ser restaurado e reutilizado com outra conta.



Este recurso é uma das novidades do iOS 15.2, que até o momento de escrita deste artigo, não tem data para ser liberado ao público.

Gostou do que leu? Há diversas outras dicas muito legais sobre iPhone e iPad aqui no blog, todas organizadas em nossa seção de Dicas de iPhone. Confira!

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo