Quando a Apple mostrou o iPad ao mundo pela primeira vez, em janeiro deste ano, ela introduzia um novo formato de chips para rede de dados celular: o micro-SIM. A diferença entre o novo formato e o anterior é que a inútil parte de plástico foi eliminada. Em junho a Apple anunciou o iPhone 4, que também adotou o novo padrão. A vantagem do micro-SIM é a economia de espaço, de modo que o chip ficou com o menor tamanho possível.

Para usar o iPad 3G e o iPhone 4 antes das operadoras lançarem os seus próprios micro-SIMs, nós tínhamos que cortar os SIMs comuns para adaptá-los ao tamanho ideal. Com o corte feito de modo correto, rapidamente os chips antigos se transformam em um chip do novo padrão.

Mas tem um problema: enquanto os fabricantes não adotarem globalmente o micro-SIM nos seus modelos de telefone celular, nós não poderemos usar o mesmo chip do iPhone 4 ou do iPad em outros aparelhos. Foi por isso que logo começaram a surgir os adaptadores de micro-SIM.

Eu estava precisando do meu chip para usá-lo em um celular que não era o iPhone, mas não podia pois esse aparelho não era compatível com o micro-SIM. Minhas opções eram usar um adaptador ou usar outra linha, com um SIM comum. Obviamente eu não queria mudar de linha, pois era uma troca temporária, então tive que seguir a primeira opção. Mas comprar pela internet um adaptador ‘micro-SIM/SIM’ significa gastar dinheiro com o produto, com o envio e ainda perder tempo esperando o adaptador chegar. Foi aí que tive a ideia de fazer o “processo reverso” do que fazíamos para usar SIMs no iPad 3G e no iPhone 4: ao invés de cortar o chip e aproveitar a parte dourada (os circuitos em si), eu aproveitei a parte plástica do chip.

O processo é muito simples: a primeira coisa a fazer é achar um chip SIM velho, que você não utilize mais. Depois, faça uma marcação no chip usando o seu micro-SIM de molde, assim você saberá onde cortar.

Utilize uma lâmina afiada e, tomando muito cuidado, corte o SIM.

O seu micro-SIM deverá se encaixar na parte de plástico que você cortou, fazendo com que o chip do novo padrão fique do tamanho do antigo padrão.

Agora coloque a parte plástica no seu celular reserva, assim sempre que você quiser usar esse aparelho, poderá colocar o micro-SIM do seu iPad ou iPhone nele!

Colaboração do leitor