Na sua cobertura desta madrugada do lançamento do iPad em São Paulo, o Blog do iPhone descobriu algo sério e que pode gerar grandes problemas para clientes e a própria empresa. A FNAC (que até que se prove o contrário, acreditamos que agiu de boa fé) tentou implementar uma fórmula comercial incompatível com o ecossistema da Apple: vendeu a seus clientes, junto com o iPad, um CD com 50 aplicativos para iOS, pelo preço de R$99,00.

Perguntados de como o processo de instalação funcionava, os técnicos da loja nos mostraram o CD-R que eles estavam vendendo aos clientes, com a instrução de que eles deveriam “arrastar o arquivo IPA para o iTunes e sincronizar“. Esse procedimento vai contra as regras e especificações da loja de aplicativos oficiais, que associa todos os apps a uma conta de cliente.

Por que isso é, de certa forma, grave?

Primeiro, os clientes que pagaram R$99 pelo “pacote” não conseguirão instalar em seus novos iPads os aplicativos que “compraram”, pois eles estão associados a uma conta interna da FNAC. Sem a senha desta conta, não tem como autorizar o computador do cliente para instalar os aplicativos. E como sabemos, só é possível autorizar 5 computadores diferentes para cada conta.

Segundo, a distribuição e venda de aplicativos na App Store é baseada na divisão de faturamento entre a Apple (30%) e os desenvolvedores (70%) que criam os aplicativos. A FNAC está vendendo algo que não lhe pertence e os desenvolvedores não estão recebendo a porcentagem devida pelo que criaram. O ato de vender aplicativos fora da App Store, portanto, é ilegal.

Juntando os dois, temos um grande problema para a loja: a venda de aplicativos de forma não autorizada, e que no final nem funciona; o cliente paga pelo produto e não consegue fazê-lo funcionar.

Mais uma vez reiteramos nossa crença de que a FNAC não agiu de má fé, apenas tentou usar uma prática comum em outros tipos de aparelhos, mas que não é compatível com os dispositivos da Apple, que possui um sistema mais fechado, mas com maior controle.

Estamos aguardando uma posição oficial da empresa sobre o caso e informaremos assim que tivermos mais notícias a respeito.

Conteúdo original © Blog do iPhone