Notícias

Vivo de Minas Gerais complica a venda do iPhone 3GS em Belo Horizonte

Loja Vivo da Savassi

Os mineiros hoje tiveram problemas ao tentar comprar um iPhone 3GS na Vivo. A operadora, além de limitar a venda apenas para clientes antigos (como está fazendo em outros Estados), exigiu que eles tivessem no mínimo de pontos em um programa de fidelidade que foi descontinuado em todo o país, menos em Minas.

O problema é que as lojas já dispõem do aparelho em estoque, mas elas ainda não receberam a tabela com os preços no sistema, o que impede a comercialização do 3GS. A única maneira de adquirí-lo é se o cliente dispuser do número de pontos suficientes (35.000) no Programa Você para realizar a compra. O problemas é que nem todo mundo tem essa quantidade toda de pontos.

O Max Malta, desenvolvedor do aplicativo Vade Mecum, foi cedo hoje comprar seu 3GS, mas ficou sabendo da notícia. Mesmo sendo um cliente há 12 anos da operadora, ele conseguiu apenas juntar 18.000 pontos e teve que sair da loja de mãos abanando. Até código promocional ele ofereceu para a vendedora, mas nada pode ser feito.

O Bruno Carvalho (autor da foto acima), editor do site LiGado em Série, também teve problemas em adquirir um iPhone. Ele visitou as duas principais lojas da Vivo na capital, Savassi e Pátio, e em ambas a mesma resposta: apenas quem tem 35.000 pontos é que poderia adquirir. A funcionária não soube garantir quando que a tabela estará disponível no sistema, mas pode demorar de um a dez dias.

Para o leitor Leandro Bichara, o problema é que a Vivo em Minas Gerais ainda está ligada à antiga TELEMIG, o que dificulta a introdução do iPhone no Estado.

É uma pena que as operadoras regionais ainda compliquem o lançamento de um produto tão desejado pelo consumidor. Há clientes querendo comprar mas estabelecimentos não querendo vender: este paradoxo capitalista só acontece no Brasil…

Leia mais sobre:

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar