Notícias

Para Apple, os concorrentes do iPhone ainda não metem medo

iPhone ainda é o mais desejado

Podem falar o que quiser: que o iPhone é limitado, que não tem um real teclado (wtf, que argumento é esse?) ou que o Android vai batê-lo em 2012. Mas o fato é um só: a incrível demanda que ele teve em setembro e o recorde de vendas e de lucros da Apple só mostram que ainda não há nenhum concorrente ainda em condições de batê-lo.

Máquina fotográfica de 5 megapixels? Multitasking? Código open source? Nada disso parece estar fazendo diferença para que o telefone com a maçã atrás ultrapasse outros celulares e seja ainda um grande sucesso em todo o mundo.

Para o vice-presidente da Apple Tim Cook, o iPhone ainda está vários passos a frente da concorrência, que parece tentar alcançar ainda o primeiro modelo de 2007. Desde então, as “novidades” nos outros são as capacidades touchscreen com multitoque, além de bons gráficos e aplicativos. Mas ninguém ainda apresentou nenhuma real novidade que pudesse abalar o mercado de celulares.

Vários já tentaram ocupar definitivamente o posto de iPhone killer, mas todos falharam. Mesmo o novo modelo da Motorola, o Droid, precisou usar o iPhone para chamar a atenção, mas ainda precisa provar a que veio.

A Apple vendeu mais de 7,4 milhões de unidades do aparelho no quarto trimestre fiscal, e isso que nem começou a comercializá-lo na China, o maior mercado mundial. Isso deve começar a acontecer a partir do dia 30 de outubro. Ou não.

via

Leia mais sobre:

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar