Notícias

Apple publica carta aberta a respeito da recepção do iPhone 4

A Apple publicou hoje uma carta aberta, falando a respeito do tão falado suposto problema de recepção das antenas do novo iPhone 4, dando uma resposta oficial aos inúmeros relatórios e vídeos mostrando dificuldades na recepção no novo aparelho.

Ela começa o comunicado reafirmando que o iPhone 4 é o lançamento de maior sucesso da história da companhia (com mais de 1 milhão e 700 mil vendas nos três primeiros dias) e que vários usuários se mostraram muito satisfeitos com ele.

Mas ela também afirmou que ficou surpresa ao ver os diversos vídeos mostrando a queda de sinal ao segurar o aparelho com a mão esquerda, o que a fez investigar mais a fundo o problema. Como pode que o fenômeno só aconteça com certos usuários, enquanto outros afirmam que a recepção é bem melhor que a do modelo 3GS?

O resultado das investigações, segundo ela, mostram que o problema é muito mais simples de resolver do que parece. Ele ocorreria devido a um erro de cálculo da quantidade de barras no sinal na tela. Ou seja, o que aparece ali nem sempre seria o resultado real da recepção. Isso explicaria que muitos vídeos mostravam visualmente a queda de sinal, mas não a queda da ligação.

O problema não é novo: este erro ocorre desde o primeiro iPhone (exatamente como mostramos aqui). Ela prometeu corrigir este defeito de cálculo em uma atualização futura do iOS (leia “iOS pode receber atualização 4.0.1“), inclusive para os modelos 3GS e 3G (e o Classic? Vai ficar de fora?).

Toda esta declaração confirmaria a teoria de que o problema não é de erro de projeto e sim de software na interpretação da recepção das antenas. Agora e esperar a atualização acontecer para comprovar se realmente os depoimentos mudam ou se o buraco é mesmo mais embaixo.

via

Leia mais sobre:

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar