Notícias

Apple começa a ser investigada por comissão antitruste por causa das limitações do SDK

Estava demorando para que a Apple fosse acusada de comportamento monopolista ao impor as várias limitações na App Store. Inclusive já tínhamos comentado isto quando o navegador Opera ainda fazia campanha para ser aprovado na loja.

Agora o New York Post afirma que o Departamento de Justiça e Comissão Federal do Comércio dos Estados Unidos (Department of Justice and Federal Trade Commission) abriu inquérito para investigar se os argumentos da Apple são mesmo válidos, ou se são nocivos para a prática da concorrência.

Recentemente a Apple modificou os termos de uso do SDK (kit de desenvolvimento de aplicativos), proibindo o uso de instrumentos externos (como o Adobe Flash CS5) para criar e enviar títulos para a App Store. A seção 3.3.1 também exige que sejam usadas apenas APIs disponibilizadas oficialmente.

Os reguladores pretendem concentrar suas investigações para analisar se a proibição da Apple realmente mata a concorrência, forçando os desenvolvedores a fazer uma escolha entre as plataformas de desenvolvimento.

Este inquérito, porém, não significa que a Apple seja culpada. Por enquanto é apenas um levantamento das causas, que no final podem até mesmo validar o argumento da maçã de que a atitude visa o melhoramento da qualidade da plataforma. Caso o inquérito evolua para uma investigação, aí sim a Apple deverá fornecer informações mais detalhadas sobre sua política interna.

Este parece ser mais um capítulo da novela entre Apple e Adobe, que também pode estar longe de terminar.

via

Leia mais sobre:

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar