Notícias

Após anos de estudo, chega-se à conclusão que ondas de celular não causam câncer

Estudo de radiação no iPhone

Durante anos, muita gente se preocupou com a possibilidade de que as ondas magnéticas das antenas de celulares pudessem causar tumores irreparáveis ao cérebro. Na verdade, isso sempre foi teórico, pois nunca tinha sido comprovado. A tecnologia celular é nova e ainda não havia casos que comprovassem isso.

Pois finalmente um estudo feito ao longo de 30 anos concluiu que as radiações emitidas pelos celulares não causam nenhum tumor ao cérebro. Desde a década de 90, quando os aparelhos começaram a ficar populares, não houve aumento no número de tumores cerebrais nesse período, segundo artigo publicado na Revista do Instituto Nacional do Câncer, dos EUA.

Não detectamos nenhuma mudança clara nas tendências de longo prazo na incidência de tumores cerebrais entre 1998 e 2003 em qualquer subgrupo“, disse Isabelle Deltour, da Sociedade Dinamarquesa do Câncer.

Na Dinamarca, Finlândia, Noruega e Suécia, o uso de telefones celulares aumentou fortemente em meados da década de 1990; portanto, as tendências temporais na incidência do tumor cerebral depois de 1998 podem fornecer informações sobre possíveis riscos de tumores associados ao uso de telefones celulares.

via

Leia mais sobre:

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar