iPad

Usuária e fã do iPad, presidente Dilma quer popularizar o uso de tablets no Brasil

O novo governo federal já começa com uma ótima notícia para nós: a presidente (ou presidenta, como ela gosta de ser chamada) Dilma Rousseff, usuária de um iPad (do qual ela não se separa, acessando-o a todo minuto para obter informações), tentará baixar os impostos sobre tablets para que eles fiquem mais acessíveis e populares no Brasil.

Segundo o jornal O Estado de S.Paulo (confirmado também pela Veja), Dilma já pediu para seu Ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, para que ele negocie com os produtores nacionais um preço mais popular para os tablets. “Preço popular seria R$ 400, R$ 500, algo que a prestação caiba no bolso“, afirmou o ministro em entrevista ao jornal. Incentivos fiscais e créditos para o setor privado estariam entre as medidas que o governo está disposto a implementar para permitir que a classe média tenha acesso aos tablets.

Para os fãs do iPad, a notícia é boa demais para ser verdade. Claro, não é algo a curto prazo e nem afetaria (na teoria) diretamente o iPad (pois ele não é produzido no Brasil), mas quem sabe isso não atraia a atenção de Steve Jobs em relação ao nosso país. Logo ele que sempre reclamou da “política maluca de taxação” do Brasil.

Leia mais sobre:

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar