App Store

App Store terá mais opções de preços a partir de agora

Notícia boa para os desenvolvedores! A partir desta terça (6) a Apple passa a permitir maiores opções de preços em aplicativos e assinaturas da App Store.

Anúncios

Na prática isso significa que cada desenvolvedor terá mais opções para colocar preços em seus aplicativos.

Mas como era antes?

Desde seu lançamento, em 2008, a Apple sempre impôs faixas fixas de preços nos aplicativos. Nos EUA começava a $0,99 e continuava em $1,99, $2,99… etc. Não havia opção do desenvolvedor escolher um preço fora dessas faixas.

Agora ainda não pode, mas as opções aumentaram muito. São 700 novos pontos de preços que podem ser escolhidos. O preço mínimo em dólar, que era 0,99, agra poderá ser 0,29.

Anúncios

No Brasil já havia mais opções antes, por sermos considerados um país emergente. Então o preço mínimo por aqui não mudará tanto assim: de 0,99 agora pode valer 0,90.

Alguns preços poderão ser arredondados também. Por exemplo, ao invés de custar 4,99, um app pode valer 5,00. É o desenvolvedor quem decide.

O preço máximo também mudou. Um app pode custar R$ 59.999, porém nesses casos a Apple deve autorizar. Ou seja, acabou aquela velha história de apps que trocavam o preço de gratuito para $999 para tentar induzir ao erro certos usuários. Para custar caro, vai ter que justificar primeiro.

Anúncios

Outra mudança que os desenvolvedores terão (embora só em 2023) será escolher que seus aplicativos não aumentem ou diminuam de preço quando a Apple resolver aplicar um aumento ou queda em certos países, fruto da inflação ou da mudança de câmbio de uma moeda em relação ao dólar.

Esta mudança, que deve agradar muitos desenvolvedores, não foi apenas um “ato de bondade” da Apple e sim o resultado de um acordo judicial firmado no ano passado. Demorou, mas chegou.

Fonte
Apple

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo