Aplicativos

Google quer oferecer uma opção de backup na nuvem para usuários de iPhone e iPad

Se há uma coisa que os usuários de iPhone sempre reclamam é do pouquíssimo espaço que o iCloud oferece de forma gratuita para quem usa seus dispositivos: apenas 5 GB. Esta miséria é oferecida desde o lançamento do serviço, quando os iPhones ainda vinham com 16 GB de espaço interno.

Hoje, mesmo o modelo mínimo dos novos aparelhos vindo com 4 vezes mais de capacidade, o plano gratuito continuou o mesmo, praticamente obrigando os usuários a passarem para o plano pago da nuvem, pois caso contrário acabam com o iCloud cheio.

É realmente ridículo apenas 5 GB e não tem como defender algo do tipo. Mas se não escolhemos o iCloud, que opção temos para guardar nossos dados?

O Google quer ser a alternativa, expandindo seu serviço de backup também para usuários de iPhone e iPad.





O Google One é um plano de assinatura que fornece mais espaço de armazenamento no Google Drive, Gmail e Google Fotos, no mesmo serviço. Você ainda pode compartilhar a assinatura com sua família.

O serviço já existe para usuários de Android há dois anos, mas agora um novo aplicativo para iOS permitirá armazenar fotos, vídeos, contatos e eventos da agenda com o Google.

A parte boa é que é possível usar o Google One sem pagar nada, com os 15 GB gratuitos que ele oferece para todo o usuário do Gmail.

Para quem precisa de mais espaço, os preços da nuvem começam a R$ 6,99 por 100 GB. Vale destacar que os valores do iCloud não estão tão diferentes que os do Google.

A capacidade de 50 GB na nuvem da Apple custa R$3,50 mensais, enquanto que 200 GB sai por R$10,90. Para capacidades maiores, o Google cobra R$34,99 por 1TB de armazenamento, mas a Apple oferece o dobro (2TB) pelo mesmo preço.

Quem espera poder fazer o backup completo do sistema pela nuvem do Google, esqueça.
No iOS ele não guardará configurações do sistema, dos instalados e nem os dados deles (como o backup do WhatsApp). Será somente para fotos, vídeos, contatos e arquivos individuais.

Outro ponto a se questionar é o que o Google poderá fazer com estas informações pessoais dos usuários. Não é segredo para ninguém que eles usam os metadados das fotos, por exemplo, para entender os costumes da pessoa e usar isso para sugerir publicidade nos sites que ela visita. Então, leia bem os termos de uso do serviço antes de fornecer seus dados para eles.

Não há ainda uma data precisa para o lançamento da versão para iOS, mas o Google promete para “breve”.



Fonte
Google
Tags

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

Back to top button
Close