Curiosidades

O que acontece quando se rouba um iPhone de uma Apple Store

Atualmente os Estados Unidos estão vivendo um momento bastante delicado. Em todo o país estão acontecendo diversas manifestações e protestos contra o racismo, provocados pela morte do ex-segurança George Floyd por policiais da cidade de Minneapolis.

Infiltrados nestes protestos, um pequeno grupo de baderneiros está aproveitando para realizar, de forma criminosa, saques a lojas, incluindo algumas Apple Stores, cuja fachada de vidro é quebrada e todos os produtos em exposição são levados em questão de segundos.

Mas estes saqueadores estão descobrindo que os aparelhos que roubaram se tornaram verdadeiros pesos de papel, sem poder serem ativados para uso, além de ser capaz de localizar onde o criminoso se encontra.






As cenas dos locais saqueados são desoladoras.

Porém, estes saqueadores estão arriscando muito por um retorno quase inexistente. No momento que os dispositivos se afastam das estações bluetooths das mesas e são retirados da loja sem autorização, eles automaticamente são bloqueados, não permitindo se fazer mais nada com ele.

Alguns estão postando em redes sociais fotos da tela, com a mensagem que aparece.

Além de não conseguir restaurar o aparelho para reutilizá-lo, o dispositivo ainda conta com sistema de rastreamento, capaz de informar os servidores da empresa onde ele se encontra. Segundo a mensagem que aparece, as autoridades locais são alertadas e direcionadas para onde o aparelho estiver.

Portanto, se você algum dia cogitou se valeria ou não a pena saquear uma Apple Store e depois faturar em cima dos caríssimos aparelhos, saiba que a coisa no final não é tão fácil quanto poderia parecer, e você só irá se arriscar por nada.

Tags

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

Back to top button
Close