Segurança

Veja como saber se você foi atingido pela recente falha de segurança do Facebook

No final de setembro, a equipe do Facebook divulgou a descoberta de uma falha de segurança que permitia a invasão de contas através de uma funcionalidade mal ajustada. Foram 50 milhões de usuários afetados, e outros 40 milhões que foram desconectados de suas contas por precaução. Até então, a ação da rede social tinha sido comunicar sobre o acontecido e obrigar 90 milhões a se reconectar.

Agora, uma página permite a você saber se sua conta foi ou não comprometida com esta falha de segurança.


A única coisa que é preciso fazer é se conectar à sua conta do Facebook pelo navegador (não pelo aplicativo) e depois acessar esta pagina aqui. Descendo um pouco, você deverá visualizar um aviso dizendo se você foi afetado ou não.

Facebook hack aviso

Até o momento em que este artigo foi escrito, a página ainda não tinha versão para português. Mas se você não foi impactado verá a frase “your Facebook account has not been impacted“.

Caso o aviso diga que você foi um dos impactados, não há o que fazer. É possível que algum hacker tenha tido acesso à sua conta, mas atualmente não tem mais, pelo menos não usando o mesmo método, visto que o FB revogou todos os tokens. As informações sensíveis que foram comprometidas são: nome de usuário, gênero, e-mail, telefone, local onde vive, estado civil, religião, data de aniversário, tipos de dispositivos que acessaram o Facebook, grau escolar, trabalho, os últimos 10 lugares em que fez check-in, pessoas e páginas que segue e as 15 últimas buscas feitas.

Alguém pode até dizer “não me importo com isso, não tenho nada a esconder“, mas já comentamos aqui como este tipo de dado serve para traçar o perfil psicológico de cidadãos e eleitores, para direcionar campanhas e discursos para determinados grupos afim de espalhar mais facilmente notícias e informações que nem sempre são verdadeiras (as chamadas fake news). Quando você recebe uma informação que reforça o que você pensa, você tende a compartilhá-la mais facilmente sem questioná-la ou averiguar a veracidade, o que ajuda a máquina ideológica e de notícias falsas. Grande parte da população é assim manipulada, sem nem perceber. E estamos vendo isso claramente acontecer atualmente durante o período eleitoral no Brasil, tanto na esquerda quanto na direita. Uma eleição em que o tempo de televisão não serviu para nada, e o que vale é o que é divulgado nas redes sociais.

Quanto menos você usar as redes sociais, menos você será manipulado.

Fonte
Facebook
Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados