Apple Watch

Novo Apple Watch Series 4 tem tela maior e sensor para eletrocardiograma

Como já haviam adiantado os rumores, o novo Apple Watch Series 4 traz algumas novidades que dão uma nova vida ao relógio inteligente da maçã.

Apesar dos vazamentos prévios, o novo modelo impressiona por ser uma bela evolução do que a Apple estava fazendo até agora.


O novo modelo traz novidades muito interessantes. A primeira delas é que é o primeiro smartwatch a trazer um processador 64-bit no pulso. As possibilidades que isso traz em termos de performance e capacidade dos aplicativos são enormes.

Outro ponto fortíssimo é a possibilidade de medir o eletrocardiograma (ECG) do usuário, usando os novos sensores do aparelho. A coroa digital passa a fazer parte desses sensores. E a grande notícia é que a função já foi aprovada pela FDA, que é a equivalente da Anvisa no Brasil. Aliás, falando em Brasil, a página em português não faz nenhuma menção ao ECG, o que significa que em nosso país a função não deverá fica ativa. É preciso autorização da nossa Anvisa para vender este tipo de equipamento em território nacional, coisa que pode demorar anos, como já comentamos aqui.

Mesmo nos EUA, o aplicativo de cardiograma não estará pronto no dia do lançamento, devendo ficar disponível em uma futura atualização do watchOS 5.

Mas há também outros sensores bem interessantes. O giroscópio e o acelerômetro foram aprimorados e agora o relógio é capaz de detectar quedas inesperadas do usuário, com alerta facilitado para um contato, parente ou serviço de emergência. Isso é muito útil para pessoas de idade que moram sozinhas, por exemplo, para que o aviso seja dado em situações de complicação.

A tela está 35% maior, o que dá espaço para mais informações na tela. O corpo está mais fino e com uma leve mudança de dimensões, que agora oferece os tamanhos de 40mm e 44mm (contra os antigos 38mm e 42mm). Apesar disso, as pulseiras de outras gerações continuam servindo entre si, o que é uma ótima notícia.

Os sensores na parte traseira do relógio (que antes eram 4 pontos circulares) agora virou um ponto central único. Toda a superfície é em cerâmica e cristal Safira.

Preços e datas

O novo Apple Watch Series 4 tem preços nos Estados Unidos que iniciam a US$ 399 (o modelo sem Celular) e US$ 499 a versão com Celular.

Em um primeiro momento, apenas 26 países receberão o novo modelo no lançamento: Austrália, Áustria, Arábia Saudita, Bélgica, Canadá, China, Dinamarca, Finlândia, França, Alemanha, Hong Kong, Irlanda, Itália, Japão, Luxemburgo, Países Baixos, Nova Zelândia, Noruega, Portugal, Singapura, Espanha, Suécia, Suíça, Emirados Árabes Unidos, Reino Unido e EUA.

A pré-venda inicia no dia 14 de setembro (sexta) e o lançamento oficial acontece na outra semana, dia 21 de setembro.

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • luis

    Apple Watch ganhando uma importância considerável. Achei que não iria dizer isso mas dessa vez, tenho vontade de ter um.

    • Skinny

      Pode comprar, vale a pena pra quem nao quer ficar tirando o celular do bolso a cada mensagem.

  • Henrique Fontoura

    Será que as pulseiras serão as mesmas?

    • Windsor Mac

      sim. falou ao vivo

      • Henrique Fontoura

        Legal! Obrigado

    • Daniel Vitor

      E ainda está na matéria também!

  • Gostei da mudança na parte de trás do relógio…
    Será que muda o carregador atual?

    • Daniel Alves de Andrade

      como é indução e nao usa nenhum tipo de encaixe nao acho q muda nada no carregador

  • Arley Martins

    Pow curti tbm esse relógio agora. Esperar o dólar baixar pra encara essa.

  • Nestor Washington

    Cara um relógio que faz eletrocardiograma? Isso sim é novidade. Super gostei…

    • Felipe Vallt

      Não faz.

  • Esdras Ghomes

    Vamos ver esse eletrocardiograma como será. Más a ideia é muito boa.

  • Felipe Vallt

    Como disse em outro post tempo atrás, ECG no Apple Watch é mais uma baboseira pra enganar leigos. Aplicabilidade próxima de zero no dia-a-dia.

    • Amilcar do Amaral

      Explica melhor, com fundamentos, para que a gente que é leigo possa entender, senão fica só uma crítica nada construtiva atirada ao vento. Provavelmente tu deves ser da área da saúde, então compartilha um pouco do teu conhecimento para que nós possamos tirar nossas próprias conclusões…

      • Felipe Vallt

        Vamos lá!
        O ECG que a maioria das pessoas fazem para identificar alguma doença no coração (infarto, bloqueios, arritmias) é o ECG que chamamos de 12 derivações, pois ele possui 12 traçados diferentes, cada traçado está “olhando” para o coração de um lado. É por isso que colocamos aquele tanto de eletrodos, cada eletrodo olha pra um lado do coração e nos mostra por meio de um traçado o que está acontecendo.

        Pois bem, é fisicamente impossível um relógio no seu punho te dar essas 12 visões. O relógio nos dará então apenas 1 visão. Isso é completamente inutil? Não é. Vamos as possíveis utilidades.

        1. O monitor cardíaco de pacientes graves também nos dá apenas 1 visão, mas note, o paciente está em um hospital sendo monitorizado, ele não precisa de um Apple Watch.

        2. Com 1 visão conseguimos identificar o ritmo de um paciente em parada cardiorrespiratória e a conduta varia de acordo com o ritmo, no entanto, você teria que treinar pessoas leigas e lerem traçados eletrcardiográficos, sendo que mal conseguimos treiná-las para fazerem uma simples massagem cardíaca. E lembre-se os desfibriladores disponiveis em locais públicos e em ambulâncias são capazes de identificarem o ritmo e darem o choque quando indicado. Novamente, não precisamos de um Apple Watch.

        3. Paciente com dor torárica (caso seja um infarto) pode ter alteração em apenas 1 visão do que chamamos de supradesnivelamento do segmento ST. Legal, no entanto, existe uma recomendação de que todo paciente com dor torácica realize um ECG em até 10 minutos da entrada no Departamento de Emergência. E olha, a pessoa pode muito bem estar infartando e não alterar em nada o traçado da visão que o Apple Watch está “olhando”. Ou seja, também não é tão útil.

        • Fabiano M. Aguilar 

          em nenhum momento a apple disse que isso substituiria o exame padrao de ECG. Assim como outros relogios ou metodos caseiros foram feitos para ter uma base inicial da sua saude. Se vc quer ter 12 visoes procure um hospital. SIMPLES ASSIM. mania do povo achar que quando poe uma funcionalidade, que seja apple, samsung ou xing ling ira substituir um exame profssional

          #facepalm

          • Felipe Vallt

            Uai, voce leu o que eu escrevi? Essa funcionalidade não ajuda em nada, isso que estou falando. E a Apple divulga como se fosse algo útil e extraordinário. É mais uma baboseira bonitinha e legalzinha que não vai te ajudar em absolutamente nada na prática.

            • Daniel Alves de Andrade

              Acho q se a pessoa quer comprar o relogio pra usar como um aparelho de ECG realmente nao compensa… Mas vc ter o relogio e ele ter ao menos 1 visão é melhor do q nenhuma… Do mesmo jeito q vc pode ter problema em outras 11 q o relogio nao monitora vc pode ter problema naquela 1 q ele esta monitorando… No dia a dia eu acho meu relogio da maça bem util… mais do q imaginei quando comprei… tenho um series 2… espero nunca ser alertado por nenhum monitor de saude dele, nao acho q sao esses monitores q vao mudar o dia a dia de uma pessoa… só se ela for toda lascada e o relogio ficar apitando alertas disso durante todo o dia… Nao entendi a sua logica de querer q um monitor de saude mude algo para o usuario no dia a dia… rsrs seja ele util ou inutil…

            • Felipe Vallt

              Minha crítica é em cima do marketing que é feito. Apenas isso. E sim, Apple Watch tem muitas funcionalidade úteis e que mudam de fato o seu dia-a-dia.

            • Fabiano M. Aguilar 

              acho muito dizer que não vale nada. Toda funcionalidade voltada pra saude, que nao seja a de algum hospital, são apenas para apoiar e voce ter uma base. NUNCA pode substituir um aparelho oficial. Igual aqueles aplicativos que mede batimento cardiaco pelo flash da camera, quando lançou duvidei na hora, que coisa sem sentido. Mas é uma base bem boa e fica bem proximo. Mas eu nunca que substituiria um aparelho oficial. mas concordo com voce, o MARKETING realmente é muito forte, eles vende sonhos

        • KGB07

          Vou mandar agora todos os diabéticos jogarem fora os seus “caseiros” medidores de glicemia. Afinal caso algo de errado aconteça o melhor local para eles estarem é o hospital

          • Felipe Vallt

            ????
            O que tem a ver uma coisa com a outra?

            Utilizamos glicosímetros nos hospitais inclusive, os mesmos que os pacientes usam em casa para controle da glicemia. O aparelho é exatamente o mesmo.

            Tá doido, ta ganhando quanto pra defender a Apple? Hahaha!

            Eu venho aqui na maior tranquilidade comentar pq a funcao nao eh tao util igual andam dizendo e sou apedrajado…

        • Patrick Pierry

          Felipe, até um ECG de 12 derivações é pouco sensível para identificar um infarto, tanto que muitos infartos são diagnosticados com base na clínica e enzimas. Um relógio com apenas uma derivaçã, que simule um D2 longo, será de extrema utilidade para identificar AESP/ASSISTOLIA/FV/TV ou arritmias outras arritmias como FA. Imagine um paciente que chegue com uma FA e o relógio diz que ela tem menos de 48h… Aplicabilidade disso seria surreal!!

          • Felipe Vallt

            Correto, mas estou cético. Enfim, só o tempo nos dirá se realmente isso terá impacto na saúde de quem o usa.

  • Julio Cesar

    Dual sim

  • Diego Lima

    Já basta não basta cair e ter todo o vexame que vc sente !

    Vc ainda tem o relógio te “julgando” e ligando para a ambulancia rs

    • Eduardo Ticianelli

      Se você cair e não tiver ninguém por perto pra ver, a Siri dá risada para não passar despercebido!

      • Diego Lima

        pois eh rs

  • Celso F. Araujo

    Só resta saber se a Apple vai ter que submeter à aprovação da Anvisa, aí só teremos o S4 aqui em 2025.

  • Denilson Santos

    No site da Apple diz que o app para ECG ainda não está disponível. Se for como o carregador sem fio, que foi apresentado em 2017, vai ficar pronto para o iWatch 5

  • Edmon

    Enquanto isso o 3 já tá mais caro no Brasil… Desse jeito o 4 vai chegar a no mínimo 4 mil reais…

  • Caio

    tava esperando pra ver as novidaddes do series 4, eu quero usar para monitorar treinos de natação. vcs acha que vale mais a pena qual? 3 ou 4? eles vão usar o mesmo sistema operacional?

  • Diego Ribas

    Quero comprar o 3, será que baixa?

  • Crid Bohrer

    A pergunta que ainda não achei resposta: será que o modelo LTE americano irá funcionar no Brasil? Será que aceita diferentes frequências ou somente a e 700Mhz americana? Aguardemos…

  • Eduardo di Grazia

    LTE Global… sim ou não?

  • Já tive um Apple Watch e tinha que recarregar todos os dias. Como ficou a bateria do novo? Alguém sabe dizer?

  • Bernardo

    Essa Watch face vai estar disponível para o series 2?

  • Bruno Alves

    Eu estou querendo comprar o Apple Watch nos EUA mas vi que existem dois modelos diferentes de acordo com o tipo de Banda. Sou cliente da vivo e sei que atualmente o serviço de celular do Apple Watch ainda não está disponível. Na esperança de daqui a alguns meses a Vivo começar com esse serviço, Qual dos dois modelos eu devo comprar, O A1976 ou o A2008?

    • KM 

      Por enquanto só Claro que usa banda 7 (2600 MHz) – seria A2007/2008

      • Bruno Alves

        👍. Muito obrigado!!!